Coritiba empata em 0 a 0 com o Corinthians e se distancia da ponta da tabela


Coritiba e Corinthians duelaram na manhã deste domingo (18) no Estádio Couto Pereira, em confronto válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. Com as melhores defesas do certame, o jogo não poderia ser diferente, truncado e ambas as equipes bem postadas defensivamente. Ou seja, o placar terminou em 0 a 0, para frustração do escrete alviverde que empatou a segunda em casa com o mesmo placar. Já o time do Corinthians permanece na ponta da tabela.

#SÉRIE A
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: O escrete do Coritiba chegou à oitava rodada do certame nacional presente no G4 e o confronto com o Corinthians proporcionou a expectativa da manutenção e de se aproximar entre os líderes na tábua de classificação, mesmo depois do empate diante a equipe do Bahia, na última quinta-feira (15). Já o escrete paulista, que tem o seu melhor desempenho em pontos corridos em um início de campeonato brasileiro, foi a Curitiba para manter a ponta do certame.

PRIMEIRO TEMPO: Antes de a bola rolar no Couto Pereira, o escrete alvinegro atrasou alguns minutos a entrada em campo. Com bola rolando, o escrete alviverde, empurrado pela sua torcida, foi pra cima diante o Corinthians e em poucos minutos conseguiu chegar a dois escanteios pela direita. Mas sem sucesso nas cobranças. Aos 7‘, em ótima trama do sistema ofensivo alviverde, Henrique Almeida arriscou de fora da área e quase surpreendeu o arqueiro Cássio. Enquanto isso, o time do Corinthians contra-atacou quando teve espaços. Mas em momento esporádicos.

Com o passar do tempo, a equipe do Corinthians foi ganhando volume, mas o time alviverde ainda permaneceu mais ofensivo a meta do goleiro Cássio. Dentre elas, um cruzamento que Alecsandro quase desviou em gol e a outra foi um chute de longa distância de Galdezani nas mãos do camisa 12 do time Paulista. Próximo dos 30’, o confronto mudou e por isso ficou preso no meio de campo, com as duas equipes tendo muita dificuldades de criar uma maneira de furar o bloqueio.



Nos minutos finais da primeira etapa, a equipe do Coritiba conseguiu segurar a pressão do time visitante e passou a frequentar mais o campo de ataque. Mas sem sucesso nas conclusões. Destaque para Rildo e Henrique Almeida que movimentaram e fizeram a zaga alvinegra trabalhar. Dentre os ataques, Cássio fez ótima defesa e evitou o primeiro gol do embate, aos 42’ com ótima chegada de Rildo e Henrique Almeida. Minutos depois, o árbitro encerrou a primeira etapa, que terminou com placar fechado.

SEGUNDO TEMPO: No retorno para a segunda etapa, as duas equipes voltaram com os mesmo jogadores que terminaram o primeiro tempo. Os primeiros minutos da etapa complementar foram visíveis de um jogo aberto e veloz. O time do Coritiba avançou marcação e conseguiu roubar várias bolas ainda no campo de ataque. Enquanto o time do Corinthians desceu com perigo em jogadas de contra-ataque pelos flancos.

Passados dos 15’, o embate seguiu com um Corinthians com mais posse de bola e, principalmente, utilizando os flancos. Enquanto o time do Coritiba esteve com a bola, trocou muitos passes no campo de ataque, mas sem concluir no gol de Cássio. Dentre os lances, aos 20', em ótima trama do meio campo alviverde entre William Matheus e Galdezani, a bola chegou aos pés de Henrique Almeida que concluiu em cheio e quase abriu o marcador no Couto Pereira. Pressão alviverde.

Percebendo isso, Fábio Carili mudou no time para colocar mais mobilidade no escrete alvinegro. No lado alviverde também, saiu Rildo e entrou Iago Dias. O troca-troca não deu resultado para o time do Coritiba, que ficou sem criação e perdeu as oportunidades quando teve a posse de bola. Diferente do Corinthians, que passou a dominar a meia cancha. Minutos depois, Thiago Real entrou no meio de campo do Coxa, para a saída de Henrique Almeida. Substituição que a torcida alviverde questionou.



Nos minutos finais, o confronto persistiu em jogadas feias e travadas no meio de campo, com várias faltas no setor de intermediária. Bom para o time visitante, que segurou a posse de bola no campo de ataque. Enquanto o escrete alviverde se defendeu. Aos 42’ o time paulista chegou ao gol com Jô, mas o bandeirinha assinalou impedimento. Desde então, o embate persistiu com um volume maior da equipe paulista e com o Coritiba se defendendo até o apito final do árbitro.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CORITIBA: 84 Wilson; 98 Dodo, 76 Marcio, 34 Werley e 66 William Matheus; 27 Jonas, 5 Alan Santos e 20 Galdezani; 11 Rildo (7 Iago), 91 Henrique Almeida (8 Thiago Real) e 85 Alecsandro. Tec. Pachequinho

CORINTHIANS: 12 Cássio; 23 Fagner, 4 Balbuena, 3 Pablo e 13 Arana; 5 Gabriel (29 Camacho), 8 Maycon,31 Marquinhos Gabriel (25 Cleisson), 26 Rodriguinho e 11 Romero (38 Pedrinho); 7 Jô. Tec. Carili

FICHA TÉCNICA – CORITIBA 0  X 0  CORINTHIANS XXXXXXXXXXXXXX

ESTÁDIO: Couto Pereira
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
ASSISTENTE 1 e 2: Dibert Pedrosa e Michel Correia
AMARELO: Dodô e Márcio (Coritiba) | Gabriel, Rodriguinho e Romero (Corinthians)
__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO