Após chegar perto em 2015, Operário busca o acesso na série D em 2017


Campeão estadual em 2015 e rebaixado para a segunda divisão em 2016, o Operário vem para a disputa da série D do Campeonato Brasileiro. Após vencer a Taça FPF, torneio sub-23 que garante o vencedor na quarta divisão nacional, o time de Ponta Grossa busca alçar voos mais altos e lutar pelo acesso a série C, que escapou por entre os dedos em 2015. 

#SÉRIE D 2017
Por João Heim

Apesar de estar disputando a segunda divisão estadual, o fantasma vem com uma base forte e bem preparada. Tem um time campeão sub-23 e trouxe reforços conhecidos de volta ao elenco, como é o caso de Danilo Baia. 

O lateral direito, campeão com o time em 2015, retornou para o escrete alvinegro e acredita em um bom trabalho do time na competição nacional. "Esses primeiros jogos de Série D são de tiro curto. A gente tem que estar bem focado, atento, concentrado. Principalmente jogando em casa a gente tem que vencer e fora buscar pelo menos o empate", afirma o lateral do fantasma. 

Pela terceira temporada seguida o Operário disputa um campeonato nacional. Em 2015 a quarta divisão, 2016 a Copa do Brasil e 2017 de volta à Série D. O time vinha usando a Divisão de Acesso como forma de preparação e testes para o elenco, mas, com o julgamento da Portuguesa Londrinense e a paralisação do grupo A do campeonato, o treinador do time, Gerson Gusmão, acredita que o time perde um pouco da vantagem que teria em relação às condições de jogo diante dos adversários. 

No grupo do fantasma estão Brusque, São Paulo (RS) e XV de Piracicaba. "Se chega com muita igualdade com as três outras equipes do grupo. Cada jogo vai ser uma decisão, visando o nosso objetivo que é classificar", analisa o treinador. 



Quanto ao time para a estreia contra o Brusque o técnico garante que não haverão muitas alterações da equipe base que vinha atuando no paranaense e nos amistosos. "Nós temos algumas informações (sobre o Brusque), mas mudou bastante. A equipe base em relação ao estadual tem apenas dois jogadores. Vai montar uma equipe forte, como nós vão ter uma dificuldade no início da competição. Nós sabemos como os times do Pingo (treinador do Brusque) atuam e ele não deverá fugir muito disso", afirma o comandante do Operário.

O Operário recebe o Brusque no domingo, 15:30, no Germano Krüger, em Ponta Grossa.

Time base: Simão, Danilo Baia, Diego Macedo, Alisson e Peixoto. Chicão e Serginho. Athos e Washington. Lucas Batatinha e Vandinho. Técnico: Gerson Gusmão.


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO