Coritiba vence Cianorte por 3 a 1 e fará reedição da final do ano passado


Coritiba e Cianorte se enfrentaram nesse domingo (23) pelas semifinais do Paranaense 2017. Em uma partida cheia de reviravoltas, em que a vaga para a final mudou de mãos algumas vezes, o Alviverde teve as maiores chances do jogo, e aos 20 minutos do segundo tempo conseguiu cravar o gol da classificação.

#PARANAENSE 2017
Por Bia Lima

O Coxa entrou no gramado do Couto Pereira precisando de um gol de vantagem para chegar à final, por isso dominou o ataque no primeiro tempo. Logo aos 2', em jogada pela esquerda, Neto Berola encontrou Kleber, que cabeceou com perigo para a linha de fundo. Na resposta, Léo Gago fez a primeira descida do Leão do Vale e acertou a rede pelo lado de fora, assustando o goleiro Wilson.

Aos 8', sem perder tempo, Rodrigo Ramos recebeu passe de Alan Santos e jogou para o meio para Henrique Almeida finalizar sem chances para o goleiro João Gabriel. Se o 1 a 0 permanecesse, a partida iria para a disputa nos pênaltis, mas ainda tinha muita bola para rolar.

A igualdade no placar agregado pressionou as equipes e a partida começou a ficar mais disputada. O primeiro cartão do jogo ficou com o coxa branca Walisson Maia por falta em cima de Rafael Xavier. Depois foi a vez de Werley receber a penalidade e, com menos de 30 minutos de jogo, o Coritiba já tinha dois zagueiros amarelados.


O 1 a 0 não durou muito tempo. Antes do fim da etapa inicial, o capitão Kleber recebeu na entrada da área e bateu forte no canto direito para aumentar o placar, resultado que classificava o Coritiba.

A arbitragem já tinha anunciado dois minutos de acréscimos quando, em seguida, Wilson fez falta dura em cima de Vinícius dentro da área. Pênalti para o Cianorte e cartão amarelo para o goleiro do Coritiba. Vinícius cobrou chutando para um lado e o goleiro tentou buscar no canto oposto, mas não conseguiu. O panorama era de pênaltis novamente: Coritiba 2, Cianorte 1.


SEGUNDO TEMPO – Na etapa final os dois times tentavam fazer o gol que garantiria um lugar na final. Apesar de o Leão ter criado mais chances do que no primeiro tempo, o Coritiba segurava bem na defesa.

Aos 6' Jackson levou cartão amarelo por falta em Neto Berola, que, minutos depois, teve que abandonar o gramado por conta da dor, sendo substituído pelo atacante Iago.

Passados 17 minutos da segunda etapa, Xavier fez um belo passe e deixou tudo certo para Lucas Pará empurrar para o gol, mas o atacante pegou a bola de mau jeito e mandou pela linha de fundo. No lance, Pará acabou torcendo o tornozelo e foi substituído por Dandan.

Aos 20' do segundo tempo, Iago, o camisa 7 alviverde, recebeu passe pela esquerda de Matheus Galdezani e chutou bonito no ângulo direito, não deixando chances para o goleiro João Gabriel. Esse foi o primeiro gol do atacante nesta temporada, que recolocava o Coritiba na final.


O técnico Pachequinho fez alterações no time alviverde, tirando Henrique Almeida e colocando Edinho. A torcida coxa-branca protestou com vaias e xingamentos ao treinador. Para piorar a situação, no primeiro toque na bola, o meio-campo errou e enfureceu ainda mais a arquibancada verde e branca.

Aos 43', após erro do Coritiba no meio de campo, o Cianorte teve a chance de ouro. Valdo, frente a frente com Wilson, chutou à direita e a bola passou raspando na trave.

Os quatro minutos de acréscimos não foram suficientes para mudar o placar e o jogo ficou como estava. O Coritiba venceu o Cianorte por 3 a 1 no Couto Pereira e vai enfrentar o Atlético Paranaense na final do Campeonato. O primeiro jogo será na casa rubro-negra, no próximo domingo (30).

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

CORITIBA: 84 Wilson, 13 Rodrigo Ramos, 21 Walisson Maia, 34 Werley, 66 William Matheus, 5 Alan Santos, 18 Anderson, 8 Tiago Real (20 Matheus Galdezani), 9 Neto Berola (7 Iago), 83 Kleber ©, 91 Henrique Almeida (6 Edinho). Técnico: Pachequinho.

CIANORTE: 12 João Gabriel, 2 Jackson, 3 Breno, 4 Maurício, 6 David Luis, 5 Jovany © (17 Rafael Carrilho), 8 Léo Gago, 7 Eduardinho, 10 Rafael Xavier (19 Valdo), 11 Lucas Pará (21 Dandan), 9 Vinícius. Técnico: Marcelo Caranhato.

CARTÕES AMARELOS: Walisson Maia (Coritiba), Jovany (Cianorte), Werley (Coritiba), Wilson (Coritiba), Jackson (Cianorte), Dandan (Cianorte), Léo Gago (Cianorte).

GOLS: Henrique Almeida aos 9’ e Kleber aos 38’ do 1°T; Iago aos 20’ do 2°T (Coritiba). Vinícius aos 47’ do 1°T (Cianorte).


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO