Coritiba domina o Atlético-PR e faz 3 a 0 fora de casa no primeiro jogo da final


O 17º Atletiba na final do Campeonato Paranaense foi marcada pelo domínio do time do Coritiba e pelas poucas chances significativas do Atlético-PR, em confronto válido pelo jogo de ida da final do certame estadual de 2017. Contrariando as expectativas da maioria, os coxa-brancas marcaram três gols e saem na frente para o jogo de volta.

#PARANAENSE 2017
Por Bia Lima

Na primeira partida válida pela final do Campeonato Paranaense de 2017, Coritiba e Atlético-PR protagonizaram um jogo emocionante na briga pelo título do estadual. A Arena da Baixada comportou mais de 29 mil torcedores que sacudiram as arquibancadas durante os 90'. Com apenas 3' de bola rolando, o Atlético-PR já fez a primeira descida com João Pedro, que carimbou o travessão chutando de dentro da área. Parecia que seria mais um jogo de sucesso dentro de casa do Furacão, que não perdia na Baixada desde agosto de 2016.

Pouco a pouco, a equipe do Coritiba foi crescendo e dominando a partida. Logo aos 15' do primeiro tempo, o Coxa abriu o placar. Galdezani cobrou bem a falta cruzando na área e Werley fez de cabeça, sem chances para Weverton. Foi o primeiro gol do zagueiro no Campeonato Paranaense. Aos 25', o jogo ficou paralisado por conta de uma confusão envolvendo Felipe Gedoz. O camisa 10 do rubro-negro sofreu falta de Iago Santos e, após o lance, o bandeirinha, Vitor Hugo dos Santos, correu para acalmar os ânimos dos jogadores, antes que partissem para uma discussão mais acalorada. Vitor Hugo, na pressa, esbarrou em Gedoz, que valorizou bastante ao cair no gramado, acusando o auxiliar de agressão.

Pouco depois, aos 28 minutos, Iago sobe pela esquerda, driblou Deivid e aproveitou o mal posicionamento de Weverton para estufar a rede com uma bela cobertura. O Atlético ainda se recuperava, quando Kleber pegou a sobra de bola, aos 36', e mandou para o gol. No entanto, a jogada foi marcada como impedida pelo auxiliar e o gol foi anulado. 


Aos 42', em disputa de bola alta, João Pedro e Alan Santos se chocam no ar e o cotovelo do jogador coxa-branca acaba batendo na cabeça do rubro-negro. João Pedro ficou desacordado por alguns instantes e foi retirado do campo de ambulância. Apesar de o lance ter sido violento, não foi falta e, alguns minutos depois, a partida continuou normalmente até os 52'. O jogador foi substituído por Douglas Coutinho.

SEGUNDO TEMPO - Na segunda etapa, o Atlético-PR voltou pressionando o Coritiba aos 2', com Douglas Coutinho. O camisa 77 recebeu bom passe de dentro da área e chutou em cima do goleiro Wilson, que defendeu bem, apesar de a jogada já ter sido marcada como impedida.  Poucos minutos depois, o Coritiba voltou a dominar a partida, o que acabou resultando no terceiro gol do alviverde. Kleber recebeu grande passe de Henrique Almeida, dominou e mandou direto para o fundo do gol, aos 6'. Este foi o 11º gol do artilheiro neste campeonato.

Perto dos 10 minutos, o Atlético-PR conseguiu três escanteios seguidos e, no último, Douglas Coutinho teve grande chance de frente com Wilson, mas chutou muito alto e a bola saiu pela linha de fundo. Outra grande chance com escanteio foi aos 15'. Gedoz cobrou bem, Wanderson cabeceou e a bola parou na trave esquerda do gol verde e branco. Aos 20', Felipe Gedoz tomou cartão amarelo por simular falta. Três minutos depois, o meia, em disputa de bola, acabou acertando o cotovelo no rosto de Kleber, do Coritiba. Gedoz levou o segundo amarelo e foi expulso do jogo. A equipe atleticana contestou a atitude do árbitro, mas nada mudou.


A partir daí o Coritiba foi jogando sem pressa: tentou menos no gol, mas segurou bem com a maior posse de bola. As últimas grandes jogadas da partida foram uma em cada lado do campo. Aos 40', Henrique Almeida, do Coxa, recebeu bola fácil só para tocar para o gol, mas errou e a bola passou bem acima do travessão de Weverton. Aos 43', Eduardo Silva, do Furacão, dominou bem a bola e bateu forte para o gol, mas Wilson ficou firme com ela.

Aos 49' o árbitro apitou o fim da partida que resultou em Coritiba 3 a 0 sobre o Atlético-PR. Com esse resultado, o alviverde terá vantagem no jogo de volta da final do Paranaense, que ocorrerá no próximo domingo (7), no Couto Pereira. O rubro-negro terá que ter quatro gols de vantagem para conquistar o troféu do campeonato.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

CORITIBA: 84 Wilson, 13 Rodrigo Ramos, 34 Werley, 28 Juninho, 66 William Matheus, 5 Alan Santos (8 Tiago Real), 20 Matheus Galdezani (27 Jonas),18 Anderson, 7 Iago, 91 Henrique Almeida, 83 Kleber © (9 Neto Berola). Técnico: Pachequinho.

ATLÉTICO-PR: 12 Weverton ©, 47 Cascardo, 13 Paulo André, 25 Wanderson, 8 Sidcley, 5 Deivid, 20 Rossetto, 21 João Pedro, 11 Nikão, 10 Felipe Gedoz, 23 Grafite. Técnico: Paulo Autuori.

FICHA TÉCNICA: ATLÉTICO-PR 0 X 3 CORITIBA xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

CARTÃO AMARELO: 83 Kleber (Coritiba), 25 Wanderson (Atlético-PR), 10 Felipe Gedoz (Atlético-PR).

CARTÃO VERMELHO: 10 Felipe Gedoz (Atlético-PR)

GOLS: Werley (Coritiba), Iago (Coritiba), Kleber (Coritiba).


ÁLBUM DE FOTOS DA PARTIDA xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx



__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO