Com ótima atuação defensiva, Paraná Clube segura o empate e avança na Copa do Brasil


Na noite da última quarta-feira (19), o Tricolor da Vila Capanema empatou sem gols com o escrete do Vitória no Estádio Durival De Brito e Silva. Com o resultado, o time paranaense conquistou uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Destaque para atuação defensiva impecável do Paraná Clube, que aguentou a pressão da equipe baiana durante boa parte do jogo.


#CopaDoBR2017                                                 
 Por Leonardo Dulcio

A equipe do Vitória por precisar do resultado começou a partida com tudo. E com menos de 1’, William Farias arriscou um bonito chute da intermediária e assustou a meta do goleiro Leo. Mas mesmo jogando fora de casa, o Vitória seguiu pressionando e após boa cobrança de escanteio, André Lima cutucou de cabeça e o goleiro Leo fez um milagre para salvar o tricolor de sair atrás no placar, com 20'

Próximo do final da primeira etapa, o Paraná Clube chegou com Jhony, que cobrou uma falta da intermediaria com muito perigo, a bola passou tirando tinta da meta de Fernando Miguel. Mas devido a forte marcação da equipe paranista , o primeiro tempo acabou com a equipe baiana correndo atrás do prejuízo e o tricolor se defendendo com muita eficiência. 

SEGUNDO TEMPO - Na volta do intervalo, ambas as equipes voltaram sem mudanças, mas com as mesmas posturas em campo. E logo aos 16’, o tricolor chegou com um boa falta cruzada para área, o zagueiro Brock cabeceou por cima do gol. O lance motivou ainda mais a equipe da casa e aos 18, outra chegada do Paraná Clube. Dessa vez, Alex Santana recebeu a bola na intermediária e soltou uma bomba, a bola passou perto da trave esquerda do goleiro Fernando Miguel.

Mas foi só, já que no restante do segundo tempo, a equipe baiana não foi efetiva na pressão que exerceu e pouco assustou a meta de Leo. Com 49’, o árbitro apitou o fim do embate, que ficou com o placar de 0 a 0. Resultado que deu ao tricolor a vaga às oitavas de final da Copa do Brasil depois de 15 anos. 

     FOTO: ROBSON MAFRA

Com a conquista da vaga, o Paraná espera o sorteio que acontece nesta quinta-feira (20) na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para definir quem será seu rival na próxima fase. Entre os possíveis adversários estão os oito clubes que representam o Brasil na Copa Libertadores. Já os baianos, seguem em seu campeonato estadual e na Copa do Nordeste e já se prepara para disputar o Campeonato Brasileiro.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PARANÁ CLUBE- 01- Leo; 02- Junior; 04- Eduardo Brock; 03- Airton; 06- Rayan; 05- Jhony; 08- Alex Santana; 10- Renatinho (13- Diego Tavares); 07- Róbson (20- Jonas Pessali); 11- Nathan e 09- Italo (18- Guilherme Biteco). Téc.: Wagner Lopes

VITÓRIA- 1- Fernando Miguel; 29- Patric; 25- Kanu; 28- Fred; 6- Geferson; 5- William Farias (07- Uilliam Correia); 33- Bruno Ramires (19- Pineda); 16-Euller (17- Jhemerson); 11- Cleiton Xavier; 27- David e 99- André Lima. Téc.: Argel Fucks

FICHA TÉCNICA PARANÁ 0X0 VITÓRIA XXXXXXXXXXXX

GOLS: Não houve.
ÁRBITROS: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG); Guilherme Dias Camilo (FIFA-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG).
CA: Paraná: Eduardo Brock; Vitória: Bruno Ramires; André Lima e Gefferson.
PÚBLICO: 8696 torcedores.
RENDA: R$ 207.900.


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO