Jotinha começa arrasador, leva susto, mas vence o Toledo


Na tarde chuvosa deste domingo (05), o J.Malucelli colocou o Toledo na roda com rápidas triangulações, dribles e muitos chutes a gol. O Porco do Oeste se segurou bem no primeiro tempo, mas no início do segundo tempo a equipe do Barigui abriu dois gols de vantagem e parecia ter liquidado a fatura. O Toledo correu atrás e buscou um improvável empate. Quando tudo parecia estar definido, o Jotinha marcou mais um belo gol para conquistar uma importante vitória.


#PARANAENSE 2017
Por Yuri Casari

O jogo na chuvosa Curitiba começou com as funções de cada equipe bem claras. O J.Malucelli jogaria com a bola dominando as ações ofensivas e o Toledo se resguardaria em seu campo esperando os contra ataques. Posicionado de maneira pragmática, o Toledo dificultou o trabalho das jogadas do time da casa nos primeiros minutos. Tanto que o primeiro lance de perigo saiu de um chute de fora da área de Getterson aos 14 minutos.

Aos 20, foi a vez de tentar pelo alto. Após escanteio, Jenison bateu por cima do gol. Com a defesa adversária bem compactada, os jogadores do Jotinha decidiram passar a chutar de qualquer lugar possível. Aos 25, Jenison chutou forte e Leandro espalmou. Aos 31, Tomas chutou rasteiro e Leandro fez nova defesa. Três minutos depois, Tomas arriscou de fora da área e mandou pra fora.
No lance seguinte, Santiago recebeu boa bola pela esquerda e quase marcou de canhota. Aos 37, Getterson pregou a bola na trave em um chute que levantou os 81 torcedores presentes no Janguito Malucelli. Aos 41, Tomas cobra falta e Leandro faz nova defesa. Uma pressão absoluta que foi resumida em uma conversa de dois radialistas de Toledo que também cobriam a partida. “O Leandro e a trave foram os dois melhores jogadores do Toledo”.


Após o intervalo, bastaram três minutos para que o goleiro do time do Oeste fosse enfim vazado. Pela esquerda, Tomás deu o passe cruzado pra pequena área e Rafael Santiago só empurrou para as redes para abrir o placar. No minuto seguinte, Jenison dá um lindo passe para Eltinho, que serve Tomas na marca do pênalti, mas o camisa 10 chuta por cima do gol. Aos 7, mais um bom lance de Jenison, que cruza, mas Santiago chega atrasado no lance. Aos 8, Cristovam dribla o marcador pelo lado direito e cruza com perfeição para Jenison, que dá uma cabeçada certeira para o gol ampliando o marcador e gerando a expectativa de que o resultado final seria bem elástico. Aos 18, Getterson e Santiago fazem uma linda tabela, mas na hora da finalização, cara a cara com o goleiro, Getterson vacila e manda pra fora.

A pressão era grande, o Toledo estava na roda, mas... o futebol é uma caixinha de surpresas, não é mesmo? Aos 21, Léo Gonçalves chutou, Fabrício praticou grande defesa, mas espalmou na cabeça de Marquinhos que mandou para as redes. Ah, mas dois a um ainda é um resultado tranquilo, certo? Errado. Aos 31 minutos, após bola alçada na área, Fabricio não conseguiu defender uma forte cabeçada e a bola sobrou nos pés de John César que deixou tudo igual.

Se o Toledo já estava fechado na casinha antes, após o empate ainda mais. Parecia impossível que o Jotinha se recuperasse do baque e voltasse a conquistar a vitória. Mas a caixinha de surpresas resolveu aparecer de novo. Aos 40 minutos, Getterson cruzou da esquerda, Santiago ajeitou e Tomas estufou a bola com raiva para marcar o terceiro gol e garantir a vitória do Jota, que diminui a diferença de pontos para as equipes fora da zona do rebaixamento, já que o J.Malucelli segue com pontuação negativa por conta de uma punição relativa à escalação irregular de Getterson nas três primeiras rodadas.


OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

J.Malucelli: Fabricio, Cristovam, Alex Fraga, Tiago Alencar e Eltinho; Wellington Jaú (Guilherme), Paulinho (Carlos Jatobá), Tomas, Jenison (Netinho) e Getterson; Rafael Santiago. T: Luciano Gusso.

Toledo: Leandro, Felipe (John Cesar), Jean Pablo, Guilherme e Carlão (Léo Gonçalves); Eurico, Felipe Recife, Marquinhos e Rafael Bastos; Reinaldo (Billy) e Weverton. T: Rodrigo Rozzatti

Gols: Santiago, Jenison e Tomas (JMA); Marquinhos e John Cesar (TOL).

Cartões amarelos: Santiago e Cristovam (JMA) e Felipe Recife (TOL).

OS MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx



__________________________________________

DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO