Conheça os adversários do J Malucelli na fase de grupos da Série D 2017

Será a quarta participação do Jota na história do campeonato

Na última quinta-feira (9) a CBF divulgou os grupos para a nona edição da Série D. O Jotinha caiu na chave A16, considerada uma das mais difíceis, e terá que suar para conquistar o sonho de chegar à terceira divisão nacional.

#SÉRIED
Por Gabriel Sawaf

A eliminação para o São Bento em agosto do ano passado encerrou o calendário do J Malucelli em 2016, mas inaugurava uma meta para o ano que viria: conquistar o tão sonhado acesso para a Série C. Como a CBF havia determinado que os times que jogaram a competição, via estaduais, seriam os mesmos na temporada seguinte, o Caçula da capital já teria vaga assegurada no torneio em 2017. O sétimo ano da década chegou e, mesmo vivendo um momento complicado no Paranaense, o Jotinha descobriu quem serão seus três primeiros adversários na competição nacional. E o caminho tende a ser complicado:

O experiente Edno é referência no Bernô (Foto: Reprodução Site Oficial)

SÃO BERNARDO (SP) - A equipe do ABC paulista já é uma figurinha carimbada no Campeonato Paulista. O Tigre tem fama de sempre incomodar os rivais e fazer jogos muito disputados contra os grandes. Na atual edição do torneio, a equipe se encontra no terceiro lugar do Grupo A, com nove pontos, um atrás do segundo colocado Botafogo, que se classifica para as fases finais. O grande destaque do elenco do Bernô é o atacante Edno, aquele mesmo com passagens por Atlético, Corinthians e Portuguesa.

A equipe paulista tem boas lembranças do Janguito. Em 2013, o São Bernardo enfrentou o Paraná Clube na Copa do Brasil. Como a Vila Capanema estava em reformas pelo péssimo estado do gramado e o Tricolor ainda não havia conseguido liberar a Vila Olímpica para jogos, o confronto aconteceu no Ecoestádio. O Bernô venceu a peleja por 3 a 2 e se classificou para a fase seguinte. Cabe ao Jotinha mostrar que com os donos da casa a história é diferente.

O volante Parrudo é um dos alicerces do Leão Baio (Foto: Fom Conradi/reprodução site oficial)

INTER DE LAGES (SC) - Em questão de tabela, a equipe da serra catarinense é a que se encontra em pior situação, tirando o J Malucelli. Mas aos poucos vem mostrando reação e fazendo bons jogos. Na penúltima rodada do primeiro turno o Colorado Lageano aplicou 4 a 1 no Joinville e na última rodada segurou o Avaí, campeão da primeira parte do estadual, num empate por 1 a 1 na Ressacada. O escrete de Lages terminou a primeira fase do estadual em sétimo lugar com 11 pontos e irá estrear no segundo turno diante da Chapecoense.

Jogar em bandas paranaenses na Série D não é novidade para o Inter. Em 2015, ano em que voltou para a elite do catarinense, o escrete colorado garantiu o direito de disputar a competição nacional e caiu no grupo do Operário. Nos embates entre as duas equipes o resultado foi o mesmo: 1 a 0 para o dono da casa. Na classificação, o Vermelhão ficou em último lugar com sete pontos.

Já no ano passado a equipe catarinense encarou o PSTC em sua chave. Em Lages, vitória de 2 a 0. Já em Cornélio Procópio as equipes empataram por 1 a 1. O Leão se classificou na primeira colocação com dez pontos e na segunda fase eliminou o Caxias. O time da serra só parou no terceiro mata-mata, quando foi eliminado pelo Ituano.

Velho conhecido do Jota, o Anilado é a sensação do campeonato Gaúcho desse ano

NOVO HAMBURGO (RS) - Atualmente, é a principal ameaça ao Jotinha. O Nóia vem muito bem no gauchão, sendo "somente" o líder isolado com 18 pontos conquistados em seis jogos. Sim, o Novo Hamburgo possui 100% de aproveitamento e já deixou para trás equipes como Caxias, Juventude e Internacional (jogando no Beira Rio). A equipe vem aplicando goleadas convicentes e criando uma expectativa de um inédito título gaúcho. Se o Sapato (sim, esse é o mascote deles) continuar com todo esse embalo, chegará na Série D como forte candidato ao acesso.

O embate entre paranaenses e gaúchos não é novidade. Em 2014, o Jotinha encarou o Novo Hamburgo na segunda fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, o Nóia venceu por 1 a 0 jogando em casa. Na volta, mesmo com o Ecoestádio recebendo um bom público, a equipe gaúcha venceu por 2 a 0 e carimbou o passaporte para a terceira fase.

Ano passado, triunfo alvicinza na Série D. Os dois caíram no mesmo grupo A15 e o J Malucelli não perdeu para os gaudérios, empatando em casa e vencendo no Estádio do Vale. Jota classificado, Nóia pelo caminho. Quem será que leva a melhor em 2017?


Façam suas apostas. A quarta divisão do brasileiro começa no dia 21 de maio (domingo) e o Jotinha espera chegar ao dia 6 de agosto, data do jogo de volta das quartas de final, com o acesso embaixo do braço.

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO