Em jogo pegado, Paraná vence Jotinha e assume a liderança


No embate entre as equipes que apresentaram o melhor futebol nas primeiras rodadas, o Paraná Clube foi pressionado pelo Jotinha, mas com a entrada de Guilherme Biteco no começo do segundo tempo o Tricolor conseguiu crescer na partida e venceu com gol de Renatinho. Com o marcador a favor, o escrete da Vila Capanema chegou aos nove pontos e segue na ponta da tabela.

#PARANAENSE 2017
Por Gabriel Sawaf

PRÉ-JOGO: A tarde chuvosa que se armava na capital foi o clima para o duelo entre duas equipes de Curitiba. Paraná Clube e J.Malucelli se enfrentaram num confronto cheio de expectativas, devido aos bons jogos que os escretes realizaram nas primeiras rodadas. No plantel, o Paraná Clube contou com a estreia do meia Murilo Rangel, que chegou ao clube machucado e não havia atuado nessa temporada. Já no Jotinha, a tensão era pelo "caso Getterson", que pode fazer a equipe do Barigui perder pontos no certame.

PRIMEIRO TEMPO: Os primeiros momentos da partida foram de pouco perigo. Dentro de campo, o Jotinha começou jogando mais a frente, trabalhando mais a bola no meio de campo e ficando mais do lado ofensivo. Já o Tricolor tentou quebrar o bloqueio do time visitante trabalhando a bola, mas sem sucesso. O início do embate foi marcado por divididas mais fortes e momentos de tensão e por isso, as duas equipes chegaram a reclamar de penalidades não marcadas.

Os goleiros começaram a trabalhar conforme o jogo foi correndo. A primeira boa chegada foi do Paraná, após cruzamento fechado de Renatinho que cruzou a área e saiu pela linha de fundo. Aos 14', o Jotinha teve sua primeira chegada, Jenison cabeceou após cruzamento de escanteio pelo lado de fora. Mas o escrete do Tricolor voltou a assustar com chute de Igor, que passou por cima do gol de Fabrício. No mesmo minuto, Tomas chutou de fora da área e obrigou Léo a fazer grande defesa. 

A equipe do Barigui assumiu o controle do jogo, parecendo que era o escrete mandante. O domínio do Jotinha resultou em chances de gol.  Aos 30', Santiago fez boa jogada individual e chutou por cima da meta. Pressão do time do Jotinha, que aos 32' teve outra oportunidade. Desta vez, Leandro Vilela perdeu a bola na entrada da área para Tomas, o meia ajeitou e chutou rasteiro, passando ao lado da trave.

O domínio alvicinza na Vila fez o treinador Wagner Lopes mexer na equipe logo na primeira etapa. Leandro Vilela saiu machucado para a entrada da meia-atacante Alex Santana. Com a alteração, o Tricolor passou a trabalhar mais a bola. Porém, não apresentou perigo ao gol de Fabrício. O Jota chegou novamente aos 45', com chute de fora da área de Paulinho, que parou nas mãos do arqueiro Tricolor. Com chuva e vaias, o primeiro tempo se encerrou na Vila Capanema.


Segundo Tempo - A segunda etapa começou sob muita chuva e com o gramado encharcado. Por isso, as equipes tinham mais dificuldades de trabalhar a bola no chão. Mas, da mesma forma que acabou a primeira etapa, o Jotinha seguiu melhor e atuando mais no campo ofensivo. Mesmo sendo mais fraco no embate, o Paraná Clube teve a primeira oportunidade da etapa complementar aos seis minutos com Renatinho, que chutou de fora da área e a bola rasteira passou ao lado da trave.

Buscando ter mais força no ataque o treinador Wagner Lopes colocou Guilherme Biteco no lugar de Matheus Carvalho, renovando as energias do ataque. Em relação a isso, o Paraná Clube conseguiu se manter mais no ataque e teve mais uma boa oportunidade com Renatinho, cobrando falta para defesa segura de Fabrício, aos 15 minutos. A entrada de Biteco deu um novo gás ao Tricolor. Aos 18' veio o prêmio à Wagner Lopes. O atacante cruzou na medida para Renatinho, que tocou bonito de primeira no canto de Fabrício, abrindo o marcador na Vila Capanema. Aos 23', o Tricolor quase ampliou. Renatinho chutou de fora da área e Fabrício defendeu com uma manchete, na sequência Biteco fez jogada pela ala direita da área e chutou na rede pelo lado de fora. Vendo sua equipe ser pressionada na partida, o treinador Luciano Gusso recorreu ao banco, colocando Guilherme Paredes no lugar de Jenison.

No minuto seguinte da alteração, Getterson fez boa jogada pelo direito e a bola sobrou pra Netinho, que chutou forte para fora. O Paraná também teve uma boa chegada aos 27', quando a bola chegou aos pés de Guilherme Biteco, que chutou forte por cima do gol. Aos 30’, o Tricolor quase contou com a ajuda do goleiro Fabrício, que, desequilibrado, espalmou uma bola que estava indo para fora para dentro da área, o zagueiro Brock aproveitou e subiu sozinho, mas cabeceou para fora. Com o fim do jogo se aproximando, o treinador do Jotinha foi tentando retomar o domínio ofensivo, colocando Diego no lugar de Tomas. A equipe alvicinza voltou a ficar mais com a posse de bola no campo ofensivo e pressionou o Paraná Clube em seu campo, mas não conseguiu assustar Léo, que contou com uma grande atuação de seus defensores nos minutos finais. 


A partida voltou a ficar pegada e os jogadores chegaram a se estranhar em alguns momentos. O time do Barigui seguiu no campo de ataque, mas não conseguiu assustar o goleiro Léo e o placar marcou mesmo com a vitória Tricolor.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Paraná Clube: 1 Léo; 2 Diego Tavares, 3 Airton, 4 Brock e 6 Igor; 5 Leandro Vilela (17 Alex Santana), 7 Vitor Feijão (19 Felipe Alves), 8 Gabriel Dias  e 10 Renatinho; 9 Italo e 11 Matheus Carvalho (18 Guilherme Biteco). Técnico: Wagner Lopes

J.Malucelli: 1 Fabricio; 2 Cristovam, 3 Alex Fraga, 4 Tiago Alencar e  6 Eltinho; 5 Wellington, 8 Paulinho (20 Netinho), e 10 Tomas (18 Diogo);  7 Getterson, 9 Santiago e 11 Jenison (18 Guilherme).Técnico: Luciano Gusso.
Gol: Renatinho, aos 18 minutos do 2º tempo.

Cartões Amarelos: Diego Tavares, Gabriel Dias e Vitor Feijão (Paraná Clube); Tiago Alencar, Eltinho e Netinho (J Malucelli)

MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO