ASA faz partida consistente e elimina Coritiba da Copa do Brasil


Coritiba e ASA de Arapiraca se enfrentaram nessa quinta (23) pela segunda fase da Copa do Brasil. Quem esperava um domínio alviverde viu um alvinegro bem postado defensivamente e que soube aproveitar seus bons momentos no jogo para se classificar na casa do adversário.

#COPA DO BRASIL
               Por Dudu Nobre

Por conta do regulamento, os alagoanos entraram cautelosos, já que o empate levaria a decisão aos pênaltis. A estratégia defensiva do ASA era congestionar o meio e com isso o Coritiba tinha dificuldades em trocar passes. Pelas beiradas, faltaram mais ultrapassagens dos laterais, os pontas ficavam sozinhos pra bater de frente com a zaga.

Além disso, a partida foi muito faltosa e os ânimos exaltaram, resultando em quatro amarelos nos 45’ iniciais. Chances mesmo foram poucas: quatro do Coritiba (duas de bola parada, um chute de fora da área e uma jogada trabalhada). Na melhor oportunidade, Carlinhos parou nas mãos de Cetin após infração frontal.

Na base do contra golpe, o ASA só se aventurou ao ataque após os 40’, explorando a bola aérea. Aos 42’ Kivel recebeu cruzamento de Téssio e cabeceou por cima. Aos 45’, Eron foi mais eficiente. Nem saiu do chão para colocar no canto esquerdo e abrir o placar para os visitantes.


SEGUNDO TEMPO - Na segunda etapa Carpegiani usou o banco. Colocou Iago, mais insinuante que Kady; Leo Santos, sangue novo no ataque no lugar de Henrique Almeida; e tirou Werley, lateral que pouco avançou, e colocou o volante Fabrício, passando Thiago Lopes para a direita.

Até os 20’ as mudanças não surtiram efeito, tanto que o ASA conseguia manter a posse de bola no ataque e assustou. Aos 7’, quando Téssio invadiu a área e Walisson Maia tirou o segundo gol no carrinho. Aos 12’, chute de fora e Wilson se esticou todo pra salvar, com o auxílio da trave.

A partir dos 21’ o coxa foi para o popular abafa, mas de forma totalmente desordenada, na base do cruzamento por não conseguir superar o cinturão alvinegro em volta da área. Assim como na etapa inicial, a melhor chance foi em um chute de fora da área: Iago Dias assustou aos 9’.

Com isso, o ASA esperou o momento certo pra matar o jogo. Aos 45’, falta frontal próxima da área. Leandro Kivel bateu no ângulo direito para decretar a eliminação alviverde. No Couto Pereira, Coritiba 0, ASA de Arapiraca 2.


OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

CORITIBA: 84 Wilson; 34 Werley (77 Fabrício), 21 Walisson Maia, 28 Juninho e 30 Carlinhos; 27 Jonas, 37 Thiago Lopes e 80 Kady (7 Iago); 9 Berola (16 Leo Santos), 91 Henrique Almeida e 83 Kleber. Técnico: Paulo César Carpegiani.

ASA-AL: 1 Cetin; 2 Douglas, 3 Eron, 4 André Lima e 6 Airton; 7 Nata, 5 Mazinho, 8 Leanderson (, 11 Téssio (17 Junior Mandacaru) e 10 Doda (16 Diego Palinha); 9 Leandro Kivel. Técnico: Maurílio.

CA: Henrique Almeida e Jonas (CFC); Leandro Kivel, Doda, Eron, Mazinho, Cetin e Diego Palinha (ASA-AL).

GOLS: Eron aos 45’ do 1°T e Leandro Kivel aos 48’ do 2°T (ASA-AL).

ÁLBUM DE FOTOS xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

COPA DO BRASIL 2017 "2ª FASE" CORITIBA 00 X 02 ASA DE ARAPIRACA

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO