Vila Sandra goleia Palmeirinha e só precisa de um empate para o título




Na tarde deste sábado (10), Gente DA Gente Palmeirinha e União Vila Sandra Esporte Clube realizaram o primeiro embate da final da Divisão de Acesso da Suburbana 2016, no estádio Elba de Pádua Lima. Com o acesso garantido, o que ficou em jogo foi o credenciamento para a Taça Paraná de 2017. Fato que deu motivação para o ataque mais positivo do certame, que esteve em mais uma tarde inspirada e anotou cinco gols diante o escrete do Palmeirinha. Agora o time do Vila Sandra precisa de um empate para conquista do  título. Já o Palmeirinha precisa de uma vitória para levar ao terceiro jogo.

#SUBURBANA 2016
Por Arthur Henrique

Com pouco mais de 1 minuto o Vila Sandra já teve um pênalti em seu favor, Rafael do Palmeirinha tomou um amarelo e Maranhão ficou lesionado por um pequeno tempo. Na cobrança o matador Zé Ricardo não perdoou e fuzilou as redes, garantindo o primeiro do Vila Sandra. Buscando a reação aos 6’, o Palmeirinha chegou com perigo, Marquinhos rolou pra trás e Hantson, que acertou um forte chute em direção ao gol, que Robinho tirou em cima da risca

Comprovando o domínio da partida aos 12’, Maranhão acertou a trave aos 29’, em falta batida por Faísca de trás do meio campo, onde todo mundo parou e o único que não ficou de estátua foi Maranhão. O camisa sete pegou a bola, com muita velocidade e deu um toque sutil sobre o goleiro, mas Anderson fez uma grande defesa, na sequência do lance o mesmo Maranhão isolou pra fora.

O controle do jogo se tornou do Vila Sandra, com mais pressão no ataque o alvinegro teve mais posse de bola em seu campo de ataque. O Palmeirinha chegava com perigo, em menor número, mas o que faltava na maioria dos lances foi o famoso último passe e mais capricho na conclusão. Aos 44’ uma falta forte e perigosa próxima da área do Palmeirinha. Na cobrança Wescley encheu o pé e obrigou o goleiro Anderson a fazer mais uma bela defesa. Minutos depois, o árbitro decretou o fim do primeiro tempo.


SEGUNDO TEMPO - O jogo voltou com mais igualdade, o Palmeirinha voltou obstinado a empatar. Mudando a postura que definiu na primeira etapa, o Palmeirinha chegou ao empate com 10’ nos pés de Polaco, que após falta cobrada na área o goleiro Felipe operou um milagre, mas na sobra o número 6 do alviverde não perdoou.

Um minuto depois, no contra-ataque, o Vila lançou a bola na área, Faísca deu uma casquinha na bola e sobrou para Adriano completar e retomar a dianteira no placar. Aos 14’, mais um contra-ataque, que passou nos pés de Wescley, Mineiro, Adriano e sobrou para Maranhão, que bateu rasteiro e cruzado no canto, para dar mais tranquilidade.

A goleada se concretizou aos 19’, quando Maranhão brilhou na zaga do Palmeirinha e tocou para Adriano fuzilar e manter sua 3° colocação na artilharia do campeonato, buscando a segunda posição. Para fechar o caixão, aos 38’, chegou a mais um gol. Na cobrança de escanteio Zé Ricardo, de peixinho, marcou mais um e se isolou ainda mais na artilharia.


ANÁLISE DRAP xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O Vila Sandra, mesmo fora de casa já goleou, imaginem só na semana que vem. Se as chances do Palmeirinha eram pequenas, agora elas diminuíram muito. A grande meta do alviverde era o acesso e ele veio, mas a partir de agora é pensar em se estruturar para o segundo semestre, porque a  vaga na Taça Paraná é do Vila.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Palmeirinha: 1 Anderson; 2 Rafael (11 Cesar); 3 Lincoln; 4 Thiago(13 Waldecir); 5 Mucilon (15 Célio); 6 Polaco; 7 Dollynha (14 Du); 8 Mazinho (18 Cafu); 9 Thiagão; 10 Marquinhos (16 Giovani); 20 Hants. Tec. Daniel Jorge

Vila Sandra: 1 Felipe; 2 Robinho; 3Faísca; 4 Vinicius (Márcio; 6 Jean; 5 Guilherme; 8 Wescley ( (14 Matuzalém);10 Mineiro (19 Edson); 7 Maranhão (17 Robson); 9 Zé Ricardo (Mexicano); 11 Adriano(16 Gean). Tec. Marcos Franco.

GOLS: Zé Ricardo aos 5' do 1º tempo e aos 38' do 2º tempo, Adriano aos 12' e 19' do 2º tempo e Maranhão aos 14' do 2º tempo (Vila Sandra) e Polaco aos 10' do 2º tempo (Palmeirinha).

OS MELHORES MOMENTOS (VÍDEOS)  xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx



__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO