Maranhão, o destaque do confronto entre Palmeirinha e Vila Sandra


No último sábado (10), Palmeirinha e Vila Sandra realizaram o primeiro embate da final da Divisão de Acesso da Suburbana de 2016, no Estádio Elba de Pádua Lima. A expectativa antes da partida era grande, mas não demorou muito para o melhor ataque da competição entrar cena e começar o bombardeio. Destaque para uma das revelações do campeonato, o camisa 7 da equipe alvinegra, que foi um dos principais pilares para o triunfo do primeiro embate da decisão. Confira a quinquagésima oitava figurinha DRAP de 2016. 


#FIGURINHA DO JOGO
Por Rafael Buiar

O ataque do escrete do Vila Sandra está botando medo em todos os seus adversários, pois os homens de frente do time alvinegro têm deixado a sua marca em quase 100% dos jogos que já disputaram. Menos o último embate da primeira fase, em que empatou em 0 a 0. Mesmo assim, os atacantes Zé Ricardo e Adriano somam 40 gols na competição. A dupla está em sintonia, pois no primeiro confronto da final anotaram 2 gols, cada um, e ajudaram a dar um passo importante para a possível conquista do título.

Mas quem teve o destaque no embate não foram as camisas 9 e 11 do Vila Sandra, que mesmo marcando os dois gols ficaram abaixo do brilho e da alegria nas pernas do camisa 7 do Vila Sandra, Maranhão. 

Por pouco, a alegria não acabou logo nos primeiros minutos do embate, em que o zagueiro Rafael fez falta dura dentro da área em cima do rápido Maranhão. Pênalti que Zé Ricardo cobrou e anotou mais um no certame. O jovem de 22 anos não tem muito costume de marcar gol. Tanto é que em 18 partidas anotou apenas 4 gols no campeonato. Mas os primeiros minutos do embate deu a imaginar que este número iria aumentar. Dito e feito, pois aos 12' da etapa inicial, Maranhão esteve perto de aumentar este número. Mas a bola bateu na trave do Estádio Elba de Pádua Lima.

Motivado, o brilho intenso de Maranhão aconteceu apenas no segundo tempo da partida. Sim, depois de aparecer um arco-íris na região do Capão Raso/Xaxim e do time do Palmeirinha empatar a partida com Polaco, aos 10' da etapa complementar. Aos 14', com o placar a favor do time alvinegro, Maranhão recebeu de Mineiro e chutou forte/cruzado. Sem chance para o goleiro do Palmeirinha. Mas ainda teve mais, minutos depois, em outro contra-ataque, Maranhão partiu em velocidade e recebeu na ponta da área. O camisa 7 passou com facilidade do zagueiro e tocou para Adriano, livre, concluir em mais um gol para o time do Vila Sandra.

Quem disse que parou por aí se enganou, pois aos 38' da etapa complementar, Maranhão, na esquerda, cruzou na medida para o super Zé dar um peixinho de encontro com a bola e registrar mais um gol para o escrete do Vila Sandra. Devido a isso, com a participação direta e indireta de quatro gols, que ajudaram a equipe do Vila Sandra a golear o escrete do Palmeirinha na partida de ida da final da Divisão de Acesso da Suburbana 2016, Maranhão foi o destaque da partida entre Palmeirinha e Vila Sandra. Sendo ele, a quinquagésima oitava figurinha DRAP de 2016.

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO