[JUVENIL] Seleção "Do Rico Ao Pobre" de 2016 (Série A)


A categoria juvenil da Divisão Especial da Suburbana de 2016 terminou no primeiro sábado de dezembro e teve como campeão o escrete do Novo Mundo, no Estádio Francisco Muraro diante o Trieste. O certame deste ano teve 80 jogos e 290 gols na elite do futebol amador de Curitiba, com centenas de jogadores atuando em uma das 12 equipes que disputaram o certame. Dentre eles, os integrantes do site Do Rico ao Pobre montaram o escrete especial com os onze melhores da Suburbana desse ano.

#SELEÇÃO DRAP
Por Equipe Do Rico ao Pobre

A categoria juvenil da Divisão Especial iniciou em 23 de junho, junto com a categoria adulta, e percorreu até o início de dezembro. Ao todo, o certame teve quatro fases e exatos 80 jogos e mais de 114 dias corridos para o certame de 2016. O embate entre Trieste e Novo Mundo foi o mesmo que o confronto da final de 2015, em que o time da colônia sagrou-se como a campeão. Mas neste ano, quem levantou o caneco foi o escrete do Novo Mundo, com a vitória de 2 a 0 na Arena Vermelha e no Francisco Muraro.

A equipe alvirrubra a que mais teve jogadores na seleção DRAP, seguida de Nova Orleans, Renovicente, Trieste e Vila Fanny. O sistema da equipe DRAP de 2016 da categoria juvenil ficou com 4-3-3.

Com uma campanha sem susto, o time do Novo Mundo dominou a seleção com cinco atletas: o zagueiro Lipe, o volante Lucas, o meia Bruninho, e os atacantes Andrade e Matheus. Na sequência, o time do Renovicente, que caiu na fase semifinal diante o Trieste, têm dois atletas: o lateral Cardoso e atacante Morais. Também, com o mesmo número de atletas, o time alviverde, Nova Orleans: o lateral Scotti e o zagueiro Diamante. O vice-campeão, Trieste, teve apenas o goleiro Lucas como representante na equipe DRAP. Não muito diferente do Trieste, a equipe do Vila Fanny também teve um representante, o meia Thiago.

Por meio de votação entre os integrantes, a seleção DRAP da categoria juvenil tem no comando o treinador Carlos Magrão, que comandou o escrete do Novo Mundo. A equipe DRAP também escolheu o atacante do Novo Mundo, Andrade como o craque do campeonato. 


Concorda? Discorda? Trocaria alguém? Mudaria a tática? Solte a sua voz nos comentários...

__________________________________________

DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO