Vila Sandra vence o clássico contra o Fortaleza e sai na frente pela vaga à série A


Fortaleza e Vila Sandra se enfrentaram pela primeira partida da semifinal da Série B da Suburbana, no Estádio Antônio Monteiro Sobrinho - Gabineto. Em duelo movimentado o clássico da zona oeste reservou emoções fortes para os dois lados. Pênaltis definiram o jogo, os convertidos e o perdido, mostraram o resultado e a preparação para a grande decisão ao acesso.

#SUBURBANA 2016
Por Arthur Henrique

O Fortaleza começou melhor, mais solto em campo e o time trocou passes e avançava pelo meio. Logo aos 5’ Douglinhas acertou um belo passe para Neguinho, que de canhota tirou do goleiro e a bola triscou a trave. O Vila Sandra não se abalou com o lance e um minuto depois em falta cobrada na área a bola passou com perigo ao lado do artilheiro Zé Ricardo. Aos 15’, o Fortaleza chegou novamente com perigo, em chute de Piwi o goleiro Felipe soltou e Roberto por pouco não marcou.

O gol veio após uma confusão na área que resultou em amarelo para Gustavo e o mesmo Zé Ricardo após um bate rebate que resultou em escanteio. Na cobrança, Adriano recebeu sozinho e bateu para o gol, desviou na cabeça do zagueiro Gustavo e a bola morreu no fundo da rede com o cronômetro na marca dos 18’.  A melhor chance do Fortaleza até o fim da primeira etapa foi na falta muito bem batida por Douglas, que tirou tinta do travessão, aos 28’.


Após este lance o jogo esfriou e as duas equipes chegavam pouco e realizaram um festival de chances perdidas e passes errados em lances importantes. O Fortaleza parecia dominar mais o meio campo, mas sem efetividade. O Vila Sandra tinha como carta na manga o contra-ataque, mas com pouca força ofensiva, as principais chances aconteceram de falhas da defesa tricolor.

SEGUNDO TEMPO - Na volta, o mandante pareceu estar mais concentrado, por ter terminado a primeira etapa melhor, mas não foi o que aconteceu. O Vila Sandra entrou com Maranhão e Guilherme, buscando mais criatividade e velocidade no meio-campo.

O Vila já mostrou que o volume do adversário era apenas no papel, pois aos 3’ marcou um gol com Zé Ricardo, despontando na artilharia do certame. A reação do Fortaleza se iniciou aos 10’, com o pênalti batido por Douglinhas, que bateu no canto direito, o mesmo que o goleiro caiu. Mas pela batida firme, sem chance. A chance de empate veio aos 13’, em uma bola que passou por todo mundo na pequena área do Vila Sandra.

Minutos depois, a chance mais clara do empate foi em mais um pênalti, aos 40’, que originou em cartão para Faísca. Na cobrança, Roberto bateu muito mal e desperdiçou a chance de segurar o Vila Sandra. Na sequência do lance, o pênalti foi para o Vila Sandra, após falta duríssima em Maranhão. Na cobrança Zé Ricardo, mais uma vez ele, bateu alta no canto e encheu as redes, decretando a vitória do alvinegro.


O Fortaleza teve tudo para empatar, em dois pênaltis, mas quem não faz leva. O Vila Sandra mostrou que tem mais time e mais cabeça e tem tudo para, em casa, garantir a vaga na final e consequentemente o acesso para a série A.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Fortaleza: 1 Vanderson; 2 Piwi; 3 Eri; 4 Gustavo (14 Testa); 6 CaÍque (17 Manfron); 5 Giovani; 7 Willian Neguinho; 8 Michel (15 Ítalo) ; 9 Fernandão; 10 Roberto; 11 Douglhinas. Técnico: Vilmar Assunção.

Vila Sandra: 1 Felipe; 2 Robinho; 3 Faísca; 4 Vinicius (16 Matuzalém); 5 Secco (17 Gulherme); 6 Gean; 7 Totó (22 André); 8 Wescley; 10 Dedé (18Maranhão); 9 Zé Ricardo; 11 Adrian (17 Robson). Técnico: Marcos Franco

Gols: Fortaleza: 10’ 2°T. Vila Sandra: 18’ 1°T Gustavo (contra); 3’ 2°T Zé Ricardo; 41’ 2°T Zé Ricardo.

MELHORES MOMENTOS (VÍDEOS)  xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO