Palmeirinha e Bangú fazem jogo equilibrado e empatam a partida de ida da semifinal


Equipes se encontraram no Estádio Elba de Pádua Lima, que teve os poucos lugares de arquibancadas ocupados. Dentro de campo, o Bangú foi melhor e abriu o marcador na primeira etapa. No segundo tempo, o Palmeirinha jogou melhor e empatou o embate em 1 a 1. A decisão da vaga fica para semana que vem no bairro de Santa Felicidade.

#SUBURBANA
Por Gabriel Sawaf

Com uma boa presença do público nas arquibancadas, na frente do bar e na calçada, a partida começou truncada. As duas equipes marcavam de maneira forte no meio, tendo que jogar na base do chutão, sem conseguir levar perigo aos goleiros. Aos poucos, o Bangú foi conseguindo se encontrar no jogo e controlar a partida, criando as primeiras chances. Aos nove minutos. Dudu cobrou falta da direita e Luizinho cabeceou, a bola desviou na zaga e saiu para escanteio. Aos 12 minutos, Zanca aproveitou a sobra pelo alto, dominou e bateu pra fora. A primeira chance do Palmeirinha foi só aos 21 minutos, quando Carlos aproveitou sobra de escanteio e escorou de calcanhar, de fora da área, por cima do gol.

Na metade da partida pra frente, o Tricolor se manteve mais presente no ataque. Aos 24, Luizinho invadiu a área pela direita e chutou para fora. Aos 26, Paulo Chechet arriscou de fora, obrigando Anderson a fazer grande defesa. Aos 27 minutos o time do Tatuquara assustou com um chute de fora da área de Ranison, que parou nas mãos do goleiro Ricardo. A pressão dos visitantes deu resultado. Aos 33 minutos Luizinho entrou na área e foi derrubado. O próprio Luizinho bateu e marcou.

Dali pra frente o atacante do Bangú levou muito perigo. Primeiro em cobrança forte e rasteira de falta, aos 37 minutos. Depois aproveitando a confusão de Thiago Cabeção e Tiago, tendo o gol impedido por Cabeção, que salvou em cima da linha. Por último, aos 41 minutos, o atacante chutou de fora da área, passando por cima do gol. No último lance da primeira etapa, Rafael bateu falta por cima do gol, deixando o time mandante em desvantagem.

SEGUNDO TEMPO - No intervalo, o treinador do Palmeirinha Daniel Jorge reclamou da postura do time, que não conseguia trabalhar a bola no chão, promovendo a entrada de Marquinho e Polaco, no lugar de Cezar e Celo. A atitude do treinador deu resultado e o time do Tatuquara começou melhor o segundo tempo Logo aos 30 segundos da primeira etapa, Marquinho recebeu cruzamento da direita e testou, a bola bateu em Paulo Sergio e saiu pela linha de fundo. Logo em seguida, Thiago recebeu cruzamento e cabeceou para fora.  Aos seis minutos a pressão fez diferença no placar. Nico fez boa jogada pela direita e chutou cruzado, a bola encontrou Marquinho no meio da área.

O Bangú sentiu o início melhor do adversário e mexeu no time, promovendo a entrada de Elton e Romarinho no lugar de Dudu e Zanca. Mas de nada adiantou e o Palmeirinha continuou melhor. Aos 16 minutos Dolinha invadiu a área é obrigou Ricardo a fazer grande defesa. Logo em seguida, Dolinha recebeu novamente na área, porém demorou a concluir a jogada e acabou desarmado. Novamente o Tricolor se viu pressionado e o treinador Jefferson Silveira fez alterações novamente no time, com a entrada de Cle no lugar de Paulo Chechet. Paulinho no lugar se Gleyson e Lindomar no lugar de Juninho.

As mudanças da equipe do Santo Inácio fizeram efeito e o Bangú voltou para o jogo, antecipando mais sua marcação. O jogo ficou bem equilibrado e as duas equipes tiveram chances. Primeiro o Bangú, quando Ricardo cobrou falta de trás do meio de campo na cabeça de Paulo Sérgio, que cabeceou para fora. Depois, aos 37 minutos, foi a vez do Palmeirinha. Rafael puxou o contra ataque, cruzou na área e a zaga afastou, fazendo com que a bola sobrasse para Rafael, que finalizou para fora. Aos 42 minutos Romarinho fez jogada pela esquerda e tocou para Lindomar, que levantou a bola e chutou com ela no ar, obrigando Anderson a fazer grande defesa.


Depois foi a vez do time Alviverde pressionar nos acréscimos. Aos 46 minutos, Rafael bateu falta na área e a defesa afastou mal, a bola sobrou para Carlos, que cruzou para Polaco, que cabeceou com jeito, a bola passou pingando ao lado do gol. Aos 47, Dolinha aproveitou sobra de cruzamento que Ricardo afastou mal e concluiu de bicicleta, a bola não entrou graças a Marcão, que salvou em cima da linha. A última do jogo foi com o Bangú. Lindomar bateu falta fechada pela direita e obrigou Anderson a fazer grande defesa. O empate deixa a vaga em aberta para o jogo da volta, semana que vem, no Estádio do Flamenguinho.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Palmeirinha: 12 Anderson; 3 Mucilon (14 Linco), 4 Thiago Cabeção; e 9 Tiago; 2 Rafael, 5 Carlos, 15 Celo (6 Polaco), 10 Nico e 20 Ranison; 11 Cezar (8 Marquinho) e 7 Dolinha. Técnico: Daniel Jorge.

Bangú: 1 Ricardo; 2 Dudu (13 Elton), 3 Paulo Sérgio, 4 Samuca e 6 Marco Aurélio; 5 Paulo Chechet (14 Cle), 7 Diego, 8 Gleyson (15 Paulinho) e 10 Juninho (16 Lindomar); 9 Luizinho (18 Fumaça)e 11 Zanca (17 Romarinho). Técnico: Jefferson Silveira.

Gols: Luizinho, aos 33 minutos do 1º tempo (Bangú) e Marquinho, aos 6’ minutos do 2º tempo (Palmeirinha).

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO