Em grande atuação, Coritiba vence o Atlético Mineiro e se afasta do Z4


O Coritiba entrou no campo do Couto Pereira pressionado pelos resultados da tarde. Mas em campo o Coxa não se abateu ao Galo e em um grande jogo de todo time, que conseguiu marcar bem e atacar bem, venceu o confronto com gols de Raphael Veiga e Kleber

#DRAP NO BRASILEIRÃO 2016
Por Gabriel Sawaf

No campo de jogo as duas equipes tinham ambições diferentes. O Coritiba buscava se afastar da zona de rebaixamento, enquanto o Atlético Mineiro jogava as últimas fichas para buscar o título. O torcedor coxa branca que foi ao Couto Pereira viu novidades no gramado. A primeira foi na área técnica, com Rodrigo Carpegiani substituindo seu pai, que foi expulso no jogo contra o Botafogo e cumpria suspensão. No campo de jogo, Kleber retornou de suspensão e Kazim foi para o banco, Raphael Veiga também retornou após ficar afastado dos jogos, por conta de sua negociação com o Palmeiras. Mas a principal novidade no Alviverde foi a entrada de Dodô na lateral direita, colocando Cezar Benitez na esquerda, no lugar de Carlinhos, e Juan jogando no meio.

Com a bola rolando, o Coxa se apresentou numa linha de três jogadores de meio de campo, com Raphael Veiga, Juan e Iago Dias. Porém, o Galo foi quem teve mais posse de bola nos primeiros minutos, apostando em jogadas pelas laterais, com Luan e Otero, mas Lucas Pratto não parecia muito inspirado. Já o Alviverde tentava levar perigo nas bolas levantadas na área, porém sem sucesso. A primeira chance de perigo do jogo foi só aos 16 minutos, a favor do Coritiba. Kleber recebeu de Juan na intermediária e arriscou de longe, a bola rumou o canto esquerdo de Victor, que fez a defesa com uma manchete. A chance perdida pelo Gladiador animou o ataque alviverde, que chegou novamente dois minutos depois. Dodô fez boa jogada pela direita e cruzou para Iago Dias, que cabeceou na rede do lado de fora, levando alguns torcedores a gritar gol no Couto Pereira.

Dentro de campo o Coritiba se mostrava esperando o ataque do Atlético, para tentar jogar no contra-ataque. A postura mais defensiva do time da casa convidava o Galo atacar, que aos poucos foi criando suas chances. Aos 22 minutos, Fabio Santos tabelou com Lucas Pratto, o argentino recebeu de frente de Wilson, mas foi travado por Amaral, que salvou o Verdão na oportunidade. Apesar de jogar mais atrás, o Coxa se mostrava muito forte no ataque. Aos 26 minutos Gabriel fez falta em Juan na intermediária. Após quase dois minutos de organização para cobrança, Gonzalez bateu e Victor fez grande defesa.


A forte presença no ataque, mesmo jogando de forma mais defensiva, animou o treinador coxa branca, que por volta dos 30 minutos soltou mais sua equipe, que começou a marcar o Galo no seu campo de defesa. Com mais força ofensiva, o Coxa continuou chegando com perigo ao gol de Victor. Aos 34 minutos, Kleber recebeu de Iago Dias e bateu forte, para boa defesa do goleiro da equipe mineira. Apesar do domínio alviverde, a última chance da primeira etapa foi atleticana. Cazares lançou Patric na direita, que devolveu para o equatoriano, que acabou finalizando para fora. A torcida do Verdão gostou do primeiro tempo, aplaudindo sua equipe na ida para o vestiário.

SEGUNDO TEMPO - Após chutes a gols e declarações de amor entre torcedores no intervalo, a etapa final começou com o Coritiba pressionando o Galo em seu campo de defesa, tentando forçar o erro alvinegro. Porém, logo com três minutos, o venezuelano César Gonzalez sentiu e caiu no gramado. A alternativa para Carpegiani foi colocar Kazim e manter a postura ofensiva alviverde. A opção ofensiva deu certo. Na sua primeira participação, aos sete minutos, o Turco ganhou bola lançada na entrada da área, ajeitando para Raphael Veiga, que bateu forte, no ângulo de Victor, marcando um golaço no Couto Pereira e indo comemorar com a torcida.

Buscando o resultado, o Galo foi para cima do Verdão. Aos 12 minutos, Patric chutou de fora da área para Wilson fazer sua primeira defesa no jogo. Já o Coritiba, mesmo com a vantagem no marcador, continuou apertando a saída de bola alvinegra. Para dar mais força ofensiva aos mineiros, Marcelo Oliveira tirou Luan e colocou Robinho. Aos 16 minutos, o camisa 7 tocou para Cazares que chutou em cima de Walisson Maia, na sobra, o zagueiro alviverde interceptou outro chute, desta vez de Robinho. Aos poucos, o Coritiba foi cansando e a postura mais ofensiva começou a causar problemas negativos, como chegadas em sequência do Galo. Para dar mais postura mais defensiva ao time, Carpegiani colocou Edinho no lugar de Raphael Veiga.


Mesmo um pouco mais recuado, o Coritiba levava perigo ao gol de Victor. Aos 22 minutos, Iago fez boa jogada pela direita e tocou para Kazim, que da entrada da área chutou forte, para boa defesa do goleiro alvinegro, que contou com a ajuda do travessão. O Galo seguia forte em busca do empate. Maicosuel entrou no jogo no lugar de Cazares. Aos 26 minutos, Robinho recebeu passe do ex-jogador do Paraná e finalizou por cima do gol de Wilson. Com o cronômetro se aproximando dos 30 minutos, Marcelo Oliveira foi com tudo para o ataque e colocou Fred no lugar de Otero. Os visitantes pressionavam, porém não conseguiam concretizar o domínio ofensivo em chances claras de gol, parando também na forte marcação feita pelo Verdão, que buscava criar suas chances pela ponta direita, com Dodô fazendo grande jogo. O Atlético levou perigo aos 36 minutos, quando Leandro Donizete chutou de longe, a bola desviou em Walisson Maia e passou a esquerda do gol.

Para segurar o resultado, Carpegiani tirou Juan e colocou o garoto Geovane, jogando com três zagueiros nos minutos finais. O formato defensivo atraiu mais os mineiros ao campo de ataque, porém a forte marcação coxa branca travava a forte linha ofensiva atleticana, que não criou chances reais de gol. A grande marcação alviverde foi premiada nos acréscimos. Kazim ganhou de Patric, invadiu a área e foi derrubado. Pênalti que Kleber bateu e definiu o marcador. 

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

CORITIBA: 84 Wilson; 98 Dodô; 21 Walisson Maia; 28 Juninho e 15 Benitez; 16 Amaral; 19 Gonzalez (10 Kazim); 55 Juan (13 Geovane); 20 Raphael Veiga (33 Edinho) e 7 Iago Dias ; 83 Kleber. TÉCNICO: Rodrigo Carpegiani.

ATLÉTICO/MG: 1 Victor;  29 Patric, 31 Gabriel, 4 Erazo e 39 Fábio Santos; 8 Leandro Donizete, 5 Rafael Carioca, 80 Otero (99 Fred) e 11 Cazares (70 Maicossuel) ; 27 Luan (7 Robinho) E 9 Lucas Pratto.TÉCNICO: Marcelo Oliveira.

GOLS: Raphael Veiga, aos sete minutos do 2º tempo e Kleber aos 47 minutos do segundo tempo

CONFIRA O ÁLBUM DE FOTOS DA PARTIDA  xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

SÉRIA A 2016 - CORITIBA 2 X 0 ATLÉTICO MG

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO