[JUVENIL] Bangú goleia e sai em vantagem na semifinal do juvenil


Com uma equipe mais preparada e mais forte, o Tricolor abriu o marcador logo com dois gols no início. O Palmeirinha descontou, mas os visitantes fizeram o terceiro, dando um banho de água fria no Alviverde. Na segunda etapa o clima esquentou, o time mandante pressionou um pouco, porém o Bangú foi melhor, marcou mais um e fechou o marcador.

#SUBURBANA
Por Gabriel Sawaf

Debaixo de um sol forte do começo da tarde, Palmerinha e Bangú se enfrentaram pelo primeiro embate da semifinal do juvenil da Série B da Suburbana. Com a bola rolando, o Tricolor mostrou porque tem um dos melhores times do campeonato. Logo no primeiro minuto, Daniel cruzou na área e Neguinho recebeu a bola livre na marca do pênalti e cabeceou o forte, o goleiro Ailson não conseguiu segurar e o marcador foi aberto. Dez minutos depois, Neguinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Paulo, que cabeceou para defesa de Ailson, na sobra, o próprio Neguinho aproveitou e concluiu para as redes, fazendo com que aos 11 minutos o placar já marcasse 2 x 0.

O time do Palmeirinha sentiu os gols logo no começo do jogo e aos poucos começou a se encontrar no jogo. Aos 13 minutos, Castanha chutou fraco para a defesa tranquila de Mateus. Aos 15, Balão cobrou falta de longe e Mateus foi obrigado a fazer grande defesa. A pequena pressão do Alviverde deu resultado. Aos 17 minutos, Vinicius aproveitou sobra de lateral que foi cobrado na área e chutou de primeira, a bola foi no ângulo de Mateus, um golaço!

Após os momentos de perigo do time mandante, o Bangú voltou a dominar as ações ofensivas. Aos 25 minutos, Paulo cruzou fechado e a bola bateu na quina do travessão, assustando o goleiro Ailson. Aos 28, Neguinho ganhou pela esquerda e invadiu a área, mas chutou para fora. Dois minutos depois, Michel bateu falta e Alisson cabeceou para fora. Logo depois, aos 32, Neguinho lançou a bola para Paulo, a bola desviou num zagueiro do Palmeirinha e caiu nos pés do atacante, que saiu cara a cara com o goleiro e não perdoou, anotando o terceiro gol dos visitantes.


O Tricolor ainda teve chances na primeira etapa. Aos 35, Neguinho aproveitou sobra de cruzamento e chutou para o gol, o zagueiro Donizete estava no caminho e salvou o time do Tatuquara. Aos 37, Thiago bateu falta com perigo. No minuto seguinte, Castanha chutou prensado e a bola sobrou para Wallace, que bateu fraco, não levando perigo ao goleiro Mateus e encerrando a primeira etapa em 3 x 1 para os visitantes.

SEGUNDO TEMPO - Com o placar desfavorável, o Palmeirinha voltou para a segunda etapa com duas alterações: Cardoso no lugar de João e Vitor no lugar de Castanha. Com a presença de Vitor no meio de campo, o Alviverde conseguiu controlar mais suas jogadas e crescer um pouco no jogo. Porém a partida ficou mais pegada.

A confusão quase aconteceu quando Eduardo pediu atendimento médico, Vitor jogou a bola para fora e o time mandante não devolveu para o Tricolor, mas o clima logo se acalmou. Aos oito minutos, Wallace recebeu na área e chutou para fora, perdendo uma boa chance para descontar. O golpe fatal do Bangú veio aos 11 minutos. Michel bateu falta fechada da ponta direita, a bola entrou no ângulo, sem chances para Ailson, marcando um golaço para o time do Santo Inácio.


Com a ampla vantagem banguense, a partida ficou mais morna e os times cansaram, não criando tanta chance e fazendo diversas alterações. Porém, aos 24 minutos, Marcio derrubou Wallace na área, penalidade máxima para o Palmeirinha, que teve a grande chance de animar o jogo. Mas, na cobrança, Alisson bateu para fora. Após o pênalti perdido, o Alviverde ainda teve chance descontar com Wallace, que cabeceou para defesa de Mateus, e com Yan, que não conseguiu concluir cruzamento de Wallace.

No final da partida, as alterações feitas pelo Bangú deram ritmo ao jogos, com o Tricolor pressionando para ampliar o marcador. Aos 34 minutos, Eduardo bateu falta próxima a linha do meio de campo na cabeça de PH, que, na frente do goleiro, cabeceou para fora. Aos 36 minutos PH chutou da entrada da área, obrigando Nathan a fazer boa defesa, no rebote, Leonardo chutou e Donizete impediu que ela estufasse as redes pela quinta vez. No minuto seguinte, Felipe cobrou falta da direita na cabeça de Marcio, que, na ponta esquerda da pequena área, cabeceou na rede pelo lado de fora, enganando o treinador do time visitante, Cristiano Bassoli.

Com a goleada, o Bangú joga por um empate no próximo sábado, no embate que acontecerá no campo do Flamenguinho. Já o Palmeirinha precisa ganhar por qualquer marcador para levar a decisão para os pênaltis.



OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

PALMEIRINHA: 12 Ailson (01 Nathan); 02 Rivaldo; 03 Donizete; 04 André e 06 Alex (19 Jean); 05 Alisson, 07 Wallace, 08 João (16 Cardoso) (14 Yan) e 10 Vinícius (17 Renildo); 09 Castanha (18 Vitor) e 11 Balão. Técnico: Júlio César.

BANGÚ: 12 Mateus; 02 Thiago (19 Marinho), 03 Vitor, 04 Mario e 20 Eduardo; 05 Christian (Rafael), 18 Daniel, 10 Alisson (13 Felipe) e 17 Michel (16 PH); 7 Paulo (14 Pedro) e 09 Neguinho (11 Leonardo). Técnico: Cristiano Bossoli.

Gols: Neguinho, ao 1' e 11' do 1º tempo, Paulo, aos 32' do 1º tempo e Michel, aos 12' do 2º tempo (Bangú) e Vinícius, aos 17' do 1º tempo (Palmeirinha).

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO