Iguaçu vence com tranquilidade e elimina o rival Trieste na 1ª fase


Neste sábado (8), a equipe do Iguaçu venceu por 2 a 0 o rival Trieste no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli, em confronto válido pela última rodada da Divisão Especial. Mesmo com estreia de Léo Gago pelo Iguaçu, o principal articulador da vitória alvirnegra foi o meio campista Hídeo. Por outro lado, a derrota do Trieste foi fim de um sonho, pois acabou eliminado na competição ainda na primeira fase.


#Suburbana 2016
Por Rafael Buiar

Os primeiros minutos de bola rolando no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli proporcionou um embate bastante pegado no setor de meio campo e por isso, as duas equipes optaram pelos lados de jogo. Destaque para o time da casa, que teve mais posse de bola, com 5’ jogados.  Mas não durou por muito tempo, pois o time do Trieste melhorou seu posicionamento, principalmente, no meio de campo e conseguiu chegar pelo menos duas vezes a meta do arqueiro Alvinegro com o atacante Alex Pinhais. Mas o lance mais perigoso aconteceu com o atacante Laércio, o Pérola Negra, que chutou na trave aos 14’, após bate rebate.

Mas com o passar do tempo, o time da casa novamente entrou em cena e conseguiu produzir jogadas pelas laterais com ligações diretas. Mesmo assim, o sistema defensivo do Trieste conseguiu ganhar todas. Destaque para Igor, que mesmo jogando como primeiro volante, comandou a defensiva do time da colônia.  Foi então que o escrete do Trieste abusou dos contra-ataques, com 22’. Enquanto que a  equipe Alvinegra continuou pressionando, principalmente, com Hideo e Tomate, bastante acionados no sistema ofensivo. Não deu outra, a equipe do Iguaçu continuou pressionando e assustando o goleiro do Trieste, que já demonstrou nervosismo com menos de 30' da etapa inicial.

Próximo dos 30’, a equipe do Trieste foi obrigado a fazer alteração na sua equipe. Saiu lesionado Dionatan e entrou Tomás. A Troca até que ajudou a equipe visitante a ter mais posse bola. Mas, minutos depois, o time do Iguaçu também teve que optar pela alteração, já que Pequi também saiu lesionado. Devido a isso, nos minutos finais o confronto inverteu, já que a equipe da casa ficou com mais posse de bola e passou a acionar mais o sistema defensivo do Trieste. Mesmo assim, o placar persistiu fechado até o apito final da etapa inicial.


SEGUNDO TEMPO – No retorno para a segunda etapa, o time da casa voltou mais ofensivo e quase que surpreendeu nos minutos iniciais da etapa complementar, com Tamandaré e Hideo trocando passes na intermediária do Trieste. Do outro lado, a equipe do Trieste conseguiu atacar  apenas nos contra-ataques, com Alex Pinhais perdendo novamente ótima oportunidade de abrir o placar com 5’. Ou seja, o embate iniciou movimentado na segunda etapa. Mas em uma descida veloz da equipe do Iguaçu, o lateral do Trieste, Felipe, cometeu falta dentro da área pra cima de Romário e ainda levou cartão amarelo. Não deu outra, o árbitro assinalou falta. Tamandaré pediu pra cobrar e abriu o placar aos 8’.

Com o placar em vantagem, o treinador Juninho fez duas alterações na sua equipe. Colocou mais sangue novo. Entraram Moscatelli e Luizinho Neto no lugar de Glauco e Caio. Por causa disso, o time do Iguaçu conseguiu segurar o jogo por alguns minutos no setor do meio de campo, mas não por muito tempo. Já que o time do Trieste cresceu momentaneamente com as alterações, principalmente no sistema ofensivo, realizado pelo treinador Cláudio Marques. Mas o contra-ataque ficou exposto para o time do Iguaçu, que perdeu algumas oportunidades de ampliar o marcador, com 25’ jogados.

Mas com mais de 30’, o time do Trieste perdeu o gás e só conseguiu chegar em bola parada. Thiago Paraná e Thiago Araucária, que entraram no segundo tempo, não conseguiram furar o bloqueio do Iguaçu, que reforçou com a entrada de Juninho. Pior, o time da casa conseguiu chegar, pelos lados, e com isso ficou mais perto de ampliar o marcador no Estádio Egydio Ricardo Pietobelli. Desde então, o time do Iguaçu passou a administrar o resultado nos minutos finais. Mas em um contra-ataque veloz, em que Junio puxou a dianteira e tocou em profundidade para Hideo aumentar o placar em 2 a 0 aos 44’ da etapa complementar. Minutos depois, o árbitro decretou o final do clássico.




PRÓXIMA PARTIDA xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Com o resultado, o escrete do Iguaçu terminou a primeira fase na terceira colocação e garantiu a vaga para a próxima fase. Agora, o adversário do time alvinegro no mata-mata é o escrete do Uberlândia, que venceu na última rodada o time do Nacional. Já o escrete do Trieste terminou a primeira fase na 9ª colocação com 13 pontos e está eliminado do certame, pelo menos o time da Colônia permaneceu na elite do futebol amador.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

IGUAÇU:  Rodrigo; Glauco (Luizinho Neto), Dudu, Emerson e Tomate; Adan (Juninho), Léo Gago, Hideo e Tamandaré. Pequi (Pequi) e Caio (Moscatelli). TEC. Juninho.

TRIESTE:  Rodrigo; Felipe, Carlinhos, João Victor e Dionatan (Tomás); Igor, Carlão, Cleitão (Dinei) e Joãozinho (Thiago Paraná); Laércio e Alex Pinhais (Thiago Araucária). TEC. Claudio Marques. 

GOLS: Tamandaré aos 8' do 2º tempo  e Hideo aos 44' do 2º tempo (Iguaçu).

MELHORES MOMENTOS (VÍDEOS)  xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO