Coritiba goleia o lanterna América MG e se afasta da Zona de Rebaixamento


Em partida realizada nesta segunda, 03, pela 28° rodada do Campeonato Brasileiro, o Coritiba recebeu no Couto Pereira o lanterna América-MG e fez o dever de casa, vingando a derrota no primeiro turno e se afastando de vez do Z4, permanecendo na 12° posição.

#DRAP NO BRASILEIRÃO 2016
Por Arthur Henrique

O América veio fechado, com uma marcação forte no meio, com duas linhas de quatro bem definidas, o Coxa não conseguia desenvolver suas chances e dependeu da bola parada. O escanteio batido aberto e no rebote jogado na área originou o bate rebate que passou pelos pés de Nery, que espirrou a bola, sobrando para Kazim fuzilar as redes e anotar o primeiro do coxa, com apenas 12’ da primeira etapa.

O Coelho que vinha fechado esperando o contra-ataque, teve que sair para o jogo, nisso deu espaço ao Coritiba, o time manteve o domínio de bola no campo de ataque e se tornou mais criativo, contando com algumas falhas da defesa mineira. Os destaques estavam com Raphael Veiga, Kazim e Leandro, sempre com perigo nas investidas ao ataque.

Nas poucas vezes que o América buscava o ataque contava com bobeiras de Nery, que quase entregou o ouro em duas oportunidades, uma para Matheusinho e outra para Nixon. A melhor chance do Coritiba foi aos 41’ com uma furada da zaga a bola sobrou para Leandro, que tocou por cima do goleiro João Ricardo e sobrou para o lateral Jonas do outro lado da área. A outra chance foi já nos 45’ com Kazim, que ganhou no jogo de corpo e meteu a bomba muito perto da trave esquerda.  


SEGUNDO TEMPO - O Coritiba que tanto atacou, mas pouco levou perigo no primeiro tempo começou o segundo tempo com muita pressão. Com apenas 3’ o Coxa chegou ao segundo, depois de um cruzamento “com as mãos” de Raphael Veiga, o baixinho Juan subiu mais que o zagueiro, acertou uma bela cabeçada e guardou no fundo das redes.

Aos 15’, mais uma vez na bola parada, em cabeceio de Juninho, o arqueiro João Ricardo fez uma defesa milagrosa, daquelas para colocar no portfólio do goleiro e evitou o terceiro do Coritiba. O time da casa esfriou depois do gol, com alguns jogadores substituídos, o time errou muitos passes, em muitos lances parecia cansado. Alguns toques deixaram a torcida enfurecida. Gonzalez entrou mal no lugar de João Paulo, errava passes simples pela direita. Definitivamente depois do gol o jogo enfraqueceu muito.


Em um lampejo de qualidade técnica no jogo, aos 29’ Raphael Veiga fez uma excelente jogada e lançou para Dodô, que avançou pela ponta direita, correu e cruzou para Leandro, que bateu errado, mas deu certo, a bola sobrou para Juan, dentro da pequena área, marcar seu segundo na partida. O Coritiba jogou para o gasto, venceu o lanterna América MG, um time muito frágil, que poderia ter levado mais. Nos 90 minutos Wilson não fez nenhuma defesa, prova de que o Coxa foi amplamente superior, mas mesmo assim não mostrou o que pode. Depois dos gols o Coritiba esfriava e diminuía muito a qualidade do jogo, mesmo assim Raphael Veiga, quando brilhou o Coxa marcou.

PRÓXIMA PARTIDA xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No próximo jogo o Coxa pega o desesperado Internacional no Beira Rio, se apresentar o que apresentou nesta segunda a promessa é de um jogo disputado, devido à fragilidade do adversário.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Coritiba: 84 Wilson; 15 Cesar Benitez; 29 Nery; 28 Juninho; 55 Juan; 31 João Paulo (19 Gonzalez); 5 Alan Santos (33 Edinho); 20 Raphael Veiga; 8 Vinícius (98 Dodô); 11 Leandro; 10 Kazim.

América MG: 1 João Ricardo; 2 Jonas; 3 Éder Lima; 4 Roger; 11 Gilson; 19 Ernandes; 8L. Guerreiro; 22 Pablo; 14 Danilo Barcelos (20 Toni); 10 Matheusinho; 9 Nixon (23 Maicon).

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO