Clássicos marcam a última rodada da 1ª fase na Série A da Suburbana 2016


A última rodada da primeira-fase da Divisão Especial da Suburbana de 2016 promete fortes emoções com os clássicos Iguaçu x Trieste e Imperial x Nova Orleans, além de confrontos diretos para confirmar de vez a classificação na última rodada.

#NÚMEROS
Por Rafael Buiar

A equipe do Novo Mundo assumiu a ponta da tábua de classificação na última rodada, depois de vencer o escrete do Santa Quitéria na Arena Vermelha e chegou a 83% de aproveitamento. Por isso, a equipe do treinador Ivo Petry só precisa de uma vitória simples diante o Vila Fanny no Estádio Ismael Gabardo para garantir a liderança. Já o Vila Fanny, ainda não classificado, depende de si mesmo para seguir adiante na competição. Mas caso sofra um revés, a equipe terá que torcer por pelo menos um time, entre Trieste, Nova Orleans, Uberlândia e Operário Pilarzinho, não vença.

Diferente do Novo Mundo, a equipe do Santa Quitéria, que enfrenta no Estádio Maurício Fruet o já rebaixado Renovicente, necessita de um triunfo sobre a equipe do bairro do Santa Cândida e torcer para que o time do Novo Mundo perca para o Vila Fanny. Caso empate, o time comandando por Valmir Constantino necessita vencer por mais de dois gols de diferença. Quem também enfrenta um time rebaixado é o escrete do Uberlândia, que vem embalado na competição com duas vitórias seguidas. O time comandado por Joãozinho Ribeiro irá ao Estádio XV de Agosto para o embate contra o Nacional. Para garantir a classificação, a equipe do Uber depende só de si para seguir na segunda-fase.

Caso o Nacional conquiste a sua primeira vitória no campeonato ou empata, o Uberlândia terá que torcer contra Trieste e Nova Orleans não vença. Mesmo se o time da Colônia vencer o Alvirubro e o Imperial consiga o triunfo sobre o Orleans, a briga ficará pelo saldo de gols entre Uberlândia e Imperial.

Outro time que necessita vencer para conquistar a classificação na última rodada é o Operário Pilarzinho, que irá enfrentar o já classificado Capão Raso no Estádio Bortolo Gava. A equipe comandada por Peterson Freitas necessita de si mesmo para garantir uma vaga entre os oito melhores da primeira fase. Caso o tricolor da zona sul ganhe, o time do Pilarzinho terá que torcer contra para pelo menos um dos adversários diretos não vençam - Trieste, Nova Orleans, Uberlândia e Vila Fanny. Por outro lado, a equipe do Capão Raso pode confirmar a terceira colocação e ter a garantia de decidir em casa a alguns jogos da próxima fase. Só precisa vencer o Pilarzinho.

Fechando a rodada, o principal embate da rodada da elite da Suburbana, o clássico dos italianos entre Iguaçu e Trieste, no Estádio Ricardo Pietrobelli. Além de proporcionar fortes emoções, o embate terá estreia de gala no alvirrubro, que ainda almeja a terceira colocação na tábua de classificação depois de duas derrotas seguidas. Para isso, o time comandado por Juninho precisa de uma vitória e torcer para que o Capão Raso sofra uma derrota diante o Pilarzinho. Diferente do Rival, o time do Trieste está desesperado por uma vaga no G8. A equipe do Francisco Muraro atualmente está fora da zona de classificação e necessita vencer o clássico e torcer contra quatro adversários - Operário Pilarzinho, Fanny, Uberlândia ou Nova Orleans, para garantir a uma das vagas para a próxima fase.


 * A equipe DRAP irá fazer a cobertura dos confrontos: Iguaçu x Trieste, no Estádio Ricardo Pietrobelli; e Imperial x Nova Orleans, no Estádio Octávio Silvio Nicco.

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO