A briga pelas últimas vagas do G8 da Divisão de Acesso promete fortes emoções na última rodada


A última rodada da Divisão de Acesso da Suburbana 2016 acontece neste sábado. Das oito vagas para a próxima fase, restam apenas duas para fechar  o grupo dos classificados. Ou seja, a 15ª rodada da Série B terá muita emoção nos sete palcos que haverá bola rolando, já que cinco escretes estão nesta disputa.

#PRÉ-JOGO
Por Rafael Buiar

O líder Vila Sandra, que soma o melhor ataque com treze gols na frente do segundo, irá enfrentar o Grêmio Ipiranga, que está na briga por uma das vagas do G8, no Estádio Elba de Pádua Lima. A equipe comandada por GiancarlosBalaban é a que lidera o pelotão que tem chance de classificação. O escrete do Grêmio Ipiranga está na sétima colocação, com 17 pontos, e um empate já garante nas próximas fase. Mas do outro lado, a equipe alvinegra tem ambições maiores e sonha em terminar a competição na liderança.

Diferente do escrete do Fortaleza, que vem logo atrás com 16 pontos, em três confrontos já disputados, e não pode pensar em empate. Pois São Braz e Vasco da Gama estão bem próximos da tábua de classificação. O adversário do time do Gabineto é o União Ahú, que tem um ponto a menos. Deste modo, o duelo no Estádio Antônio Monteiro Sobrinho é a primeira final do campeonato para ambas as equipes. Quem vencer garante a classificação.

Quem também tem parada dura na última rodada é o escrete do São Braz, que irá enfrentar o time que tem a zaga menos vazada da competição e o segundo melhor ataque com 31 gols, Bangú, e no Estádio Octávio Silvio Nicco. Para garantir a classificação, o time do São Braz precisa vencer e um dentre Grêmio Ipiranga, Fortaleza e União Ahú, não vençam. Enquanto um o São Braz briga para entrar no G8, o escrete comandado por Jefferson Oliveira tem a ambição de terminar a primeira fase na liderança. Para isso, necessita vencer e torcer por um tropeço do Vila Sandra.

Correndo por fora, o time do Vasco da Gama, que com quatorze rodadas é o 14ª colocado. Poderia ser melhor, caso não tivesse perdido três pontos na competição pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). São três pontos que separam o time cruzmaltino da sétima colocação. Por isso, o time comandado por Jurandir Senna precisa vencer e torcer para que São Braz, Grêmio Ipiranga, Fortaleza e União Ahú não vençam. O adversário da vez é o escrete do Olímpico, que já não aspira nada competição, pois é o antepenúltimo colocado. 

Enquanto os outros confrontos têm briga para ter a confirmação na zona de classificação, Santíssima Trindade e Bairro Alto, que jogam no Parque Linear, fazem o choque de gigantes da rodada. Ambas as equipes estão bem na tábua de classificação e este confronto pode definir qual será a aspiração que a equipe quer seguir no certame. Caso termine empatado, as duas equipes se enfrentam na segunda fase. Mas o Santíssima Trindade, que tem dois pontos a mais, tem a possibilidade de melhorar um pouco mais a sua colocação na tabela caso vença e Vila Sandra, Bangú e Vila Hauer não ganhem.

Encerrando a rodada, o escrete do Sergipe irá enfrentar o lanterna Diamante, que conseguiu a primeira vitória na rodada anterior. O confronto será no palco José Germano da Costa. As duas equipes apenas cumpre tabela na última rodada.


A equipe DRAP irá cobrir o embate de Fortaleza e União Ahú, no Estádio Antônio Monteiro Sobrinho

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO