Quitéria quebra invencibilidade do Iguaçu no Egydio Ricardo Pietrobelli e segue líder


Iguaçu e Santa Quitéria duelaram neste sábado (24) no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli, em confronto válido pela nona rodada da Divisão Especial da Suburbana 2016. A equipe do Iguaçu estreou em casa em 2016, após cumprir suspensão, e tentou segurar o Quitéria. Mas, a “lei do ex” pegou o time de Santa Felicidade de surpresa e Marabá ajudou a equipe do Santa Quitéria a quebrar a invencibilidade do Iguaçu em casa, que não perdia a mais de dois anos.

#SUBURBANA 2016
Por Rafael Buiar

O embate iniciou com a expectativa de decisão, já que ambas as equipes seguiam entre os líderes da competição. De um lado o Quitéria, que quis manter a liderança e do outro o Iguaçu, que além de estrear em casa neste ano, quis se aproximar aos líderes. Não deu outra, com tantas premissas que resultava em um clássico do futebol amador fez com que os primeiros minutos do embate fossem estudados por ambas as equipes e com poucos lances ofensivos. Mesmo assim, o time visitante teve mais volume de jogo, com Marabá sendo mais acionado nos primeiros minutos. Enquanto que o time da casa teve dificuldades em criar jogadas, principalmente, no setor de meio de campo.

Mas com o passar do tempo, jogando nos contra-ataques, o time do Iguaçu conseguiu melhorar e dar mais consistência no meio de campo, com Pablo dando mais mobilidade no ataque. Devido a isso, com os lados do campo expostos, o time do Quitéria manteve e passou a utilizar mais. Por isso, chegou duas vezes com facilidade. Destaque para o cruzamento de Alan na medida de Aroldo, o camisa 5 do Quitéria subiu sozinho e cabeceou no contra pé do goleiro Rodrigo, que fez ótima defesa, aos 18’.  Minutos depois, Massai ganhou disputa no meio de campo de passou para Alan, que de frente para área chutou por cima da meta do arqueiro.


Lances que motivaram a equipe do Iguaçu a marcar mais forte, principalmente, no meio de campo. A partir disso, o escrete do Iguaçu pouco chegou a meta do goleiro do Iguaçu. Mas mesmo assim, o treinador Juninho foi obrigado a fazer duas alterações ainda na primeira etapa por lesão. Aderaldo e Zé Nunes saíram para a entrada de Feijão e Tonton. A mudança deu resultado, pois o time do Iguaçu teve mais a posse de bola e ficou mais ofensivo. Porém, deixou espaço para os contra-ataques. Não deu outra, aos 45’, em cobrança de escanteio, a bola sobrou pronta para o arremate do lateral Marabá, que de fora da área acertou um belo chute e surpreendeu o goleiro Rodrigo. Minutos depois, o árbitro Robson Coutinho encerrou o primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO – No retorno para a segunda etapa, o time da casa voltou com duas mudanças ofensivas. Entrou Tamandaré e Pequi. Não deu outra, com o time mais ofensivo, o escrete do Iguaçu ficou com mais posse de bola e chegou algumas vezes a meta do goleiro Jonas, que pouco trabalhou na primeira etapa. Percebendo isso, Valmir Constantino movimentou o seu banco também, promovendo a entrada de Omelete no lugar de Robson. A partir da substituição, o embate ficou mais faltoso e cartões amarelos saíram do bolso do árbitro.

Mas uma vez ou outra, o time do Quitéria chegou com perigo. Dentre elas, o lateral Lito, recebeu de Omelete e chutou cruzado. Quase surpreendendo o arqueiro Rodrigo. Minutos depois, pelo mesmo lado, Massai desperdiçou outra oportunidade. Pronto, foi ai por esse lado que o time visitante passou a assustar o escrete do Iguaçu, que com o passar do confronto foi ficando mais nervoso e mais duas vezes saíram cartões amarelos para o time de Santa Felicidade. Dentre os lances faltosos, dois polêmicos.


Desde então, com o clima quente, o time do Santa Quitéria passou a administrar o confronto, já que ficou travado no setor de meio campo, com troca de passes até o árbitro Robson Coutinho encerrar o embate.

PRÓXIMA PARTIDA xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Na próxima rodada, o time do Iguaçu irá jogar no Estádio Bortolo Gava contra o Operário Pilarzinho, que perdeu para o Nova Orleans no Estádio José Drulla Sobrinho. Já o time do Santa Quitéria também irá jogar fora de casa, na Arena Vermelha, contra o Novo Mundo, que venceu por 2 a 0 o escrete do Trieste.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

IGUAÇU: Rodrigo, Luizinho Netto (Marcelo Tamandaré), Douglas e Emerson; Aderaldo (Feijão), Roberto, Zé Nunes (Tonton) e Junio; Pablo (Pequi), Moscatelli e Romário (Thiaguinho). Técnico: Juninho.

SANTA QUITÉRIA: Jonas, Lito, Baloy e Jair; Aroldo, Marabá, Grillo e Orlei; Robson (Jonatas), Massai (Diego) e Allan (Luan). Técnico: Valmir Constantino.

GOLS: Marabá, aos 45’ do 1º tempo (Santa Quitéria).

MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx



__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO