[JUVENIL] São Bráz e Vila Hauer empatam em 1 a 1 no Monte Bérico


Ainda que o Vila Hauer tenha criado em maior quantidade, foi o São Bráz que teve as chances mais perigosas. No fim das contas, o empate foi um justo placar, apesar de ruim para as duas equipes, que ainda patinam na classificação.

#SUBURBANA 2016
Por Yuri Casari

Até próximo do fim da primeira etapa, ficava claro que o gol sairia logo em favor do Vila Hauer. Desde os primeiros minutos foi a equipe que mais buscou o ataque, chegando com perigo, mas falhando na hora de finalizar. O São Bráz apenas aguardava em seu campo de defesa e tentava escapar nos contra-ataques.

Mesmo com tantas oportunidades criadas e com maior posse de bola, foi o São Bráz que conseguiu alcançar o gol. Aos 32 minutos já havia ficado próximo de balançar as redes, e aos 42, já nos acréscimos, o camisa 5 Diego resolveu arriscar e emendou um belíssimo chute sem chances de defesa para Zanetti.


No segundo tempo, o Hauer voltou ainda mais decidido a atacar, e criou uma chance atrás da outra. Estava difícil fazer a bola entrar. Quando ela não ia pra fora, Marcos estava lá para impedir. Mas aos 18 minutos, o árbitro assinala uma controversa penalidade para o Hauer. Na cobrança, Gabriel Trindade bateu firme e deixou tudo igual.

Após o empate, o Hauer perdeu o ímpeto e o jogo caiu de qualidade. Quando o jogo já se encaminhava para um final sem grandes emoções, foi a vez do São Bráz mostrar que ainda tinha fôlego, e quase marcou em duas oportunidades. Com o empate, as duas equipes precisam melhorar o desempenho para não deixar a classificação para a próxima fase escapar. 


OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

São Bráz: Marcos, Thiago, Léo, Douglas e Fabiano; Diego, Tuleski, Wellyson e Tito; Pedro e Lucas. Suplentes: Marrom, Serginho, Gui, Breno, Gustavo, Enzo, Eder e Arthur.

Vila Hauer: Zaneti, Miguel, Leandro, Cabelinho e Alan; Gabriel Trindade, Matheus, Ferraz e Patric; Pires e Paulinho. Suplentes: Paulo, Reud, Cleverson, Jorge, Juninho, Davi e Kevin.

MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx




__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO