Confrontos diretos marcam a sétima rodada da Série A


Lá se vai metade da primeira fase da Divisão Especial. É o momento  em que desenhamos – sempre com asteriscos – o que cada time irá fazer no campeonato. Para que os clubes alcancem os objetivos traçados, vencer os chamados “jogos de seis pontos” é essencial. Nesse aspecto, a sétima rodada será decisiva.

#NÚMEROS
Por Dudu Nobre

A peleja que salta os olhos dos espectadores suburbanos vai acontecer no Francisco Muraro. O líder e invicto Santa Quitéria mede forças com o quarto colocado Trieste, que vem de goleada aplicada sobre o Uberlândia no Gustavo Schier e está a cinco pontos de distância do auriverde.

O Uber, aniversariante da semana, também tem um confronto direto: vai ao José Drulla Sobrinho encarar o Nova Orleans. O escrete da Vila Formosa tem um ponto de vantagem para o alviverde, mas os dois estão na chamada “zona do agrião”. Quem vencer se afasta da ZR e pode entrar no G8.

Dentro do pelotão de classificados, dois confrontos importantes. O Capão Raso está com a moral elevada após a vitória sobre o Fanny e recebe o vice líder Iguaçu – que se reabilitou na rodada do feriado. O Vila não tem tempo para lamentar, precisa reunir forças para encarar o Imperial no Octávio Silvio Nicco. Esse confronto é o mais equilibrado: as duas equipes têm dez pontos, mas o alvirrubro leva vantagem no saldo de gols.

Por fim e não menos importante, os dois clubes que estão na ZR tentam a primeira vitória no campeonato, e para isso contam com o apoio da torcida. O Renovicente recebe o Novo Mundo, que está na terceira colocação e busca uma sequência para se manter na ponta. Já o lanterna Nacional tenta quebrar a sequência de seis derrotas consecutivas contra o Pilarzinho, que tropeçou no último sábado e precisa ganhar posições – já que nesse momento tem nas mãos a última vaga às quartas de final. Uma coisa é certa: a sétima rodada só está apta para quem tem coração forte.



*A equipe DRAP irá fazer a cobertura do confronto Trieste e Santa Quitéria no Estádio Francisco Muraro.


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO