Capão Raso tem atuação segura e surpreende Fanny fora de casa


A manhã ensolarada do dia sete de setembro teve um jogo adiado do último fim de semana. O Fanny recebeu um Capão que estava na espreita para entrar no grupo dos classificados. Com velocidade e forte marcação, o tricolor não se intimidou e conquistou um importante resultado.

#SUBURBANA16

Por Dudu Nobre

Por conta da importância do jogo, as duas equipes não aliviaram na marcação, dando trabalho ao árbitro Thiago Mendes Moreira. Jogando fora de casa, o Capão Raso apostou na aplicação tática e na velocidade das laterais para tentar surpreender o alvirrubro. O Fanny ficou mais com a bola, mas errou muitos passes  e por isso não assustou o goleiro Genis.

Com a lesão de Gasosa e a entrada de Leco, o Vila perdeu na parte defensiva. Felipe teve visão de jogo e começou a avançar na lateral direita. Com isso o tricolor teve as melhores chances e foi cirúrgico para construir a vantagem nos 45’ iniciais.

Aos 19’, escanteio cobrado na cabeça de Couto que colocou no canto esquerdo para abrir o placar. Aos 28’, o gol que representou a postura tricolor na primeira etapa: bola roubada por Felipe na intermediária; o lateral arrancou até a linha da grande área para deslocar Nenê e ampliar o marcador.


SEGUNDO TEMPO - O técnico Nego percebeu a deficiência do setor ofensivo fanniense e colocou Coutinho e Nathan. As alterações surtiram efeito por dez minutos, tempo em que Nathan teve duas chances para igualar o placar, mas parou na qualidade do goleiro Genis. A partir daí a situação foi semelhante a do primeiro tempo: o Fanny tinha a bola, mas não assustava a meta adversária.

O jogo ficou morno por 25 minutos. Nesse meio tempo, muitas substituições dos dois lados, mas nenhum fato novo. Até que aos 36’, o Fanny sofreu uma ducha de água fria: Nenê dividiu com a zaga e levou a pior; Como Nego já havia gastado as alterações, o zagueiro Lela assumiu a meta Fanniense. A defesa perdeu um homem e ficou exposta a velocidade tricolor.

O terceiro gol era questão de tempo. Aos 48’, Sabão fez bela jogada individual e decretou o resultado. Além da derrota, o Vila teve que terminar a partida com nove – já que Leco foi expulso. Seis minutos de formalidade no Ismael Gabardo: Fanny zero, Capão Raso três.


OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

FANNY: Nenê; William (Anderson), Everson, Lela e Gasosa (Leco); Arthur (Caron), Magu (Guelo), Alex e Nilvano; Bruno França (Nathan) e Cicinho (Coutinho). T: Nego.

CAPÃO RASO: Genis; Felipe (Roger), Couto, Hudson e Flavinho; Daniel, John (Leandrinho), Piter e Ronei (Jackson); Diego (Giovani) e Go (Sabão). T: Jr Saurin.

GOLS: Couto, aos 19' do 1º tempo, Felipe, aos 28' do 1º tempo e Sabão, aos 48' do 2º tempo.

MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx




__________________________________________

DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO