Zé Ricardo, o destaque do clássico da Zona Oeste


Na terceira rodada da Série B da suburbana, o clássico da Zona Oeste entre Vila Sandra e Fortaleza teve um protagonista: Zé Ricardo, do Vila, que marcou dois e deu muita dor de cabeça para a zaga adversária. Ele é a segunda figurinha da série B da suburbana no ano e a vigésima quarta do DRAP em 2016.

#FIGURINHA

Por Arthur Henrique

Sempre dizem que clássico é clássico e vice-versa, um tipo de jogo que constrói mitos e ídolos, que às vezes traz placares inesperados para qualquer um dos lados. Foi o que aconteceu no Ozório Claudino de Barros, casa do Vila Sandra, que recebeu o Fortaleza.

Um primeiro tempo morno, sem muitas chances, todos achavam que o “0 x 0” já estava definido para ser decidido no segundo tempo, mas a presença de área de Zé Ricardo foi determinante para um gol aos 46 minutos.

O psicológico do Fortaleza começou a desmoronar ali, o time voltou visivelmente mais nervoso na segunda etapa, o gol naquele momento foi importantíssimo. Jogou a pressão da virada toda pra cima do adversário. O segundo tempo foi um jogo novo, muito por causa do gol. O segundo tento, com apenas 4 minutos é a prova disto. Sempre com Zé Ricardo e Maranhão chegando com perigo ao ataque.

O gol que consagrou Zé Ricardo foi o segundo. Mostrando mais uma vez a que veio, o número nove fez o que se espera de um centroavante, brigou na área e marcou.

O tamanho do atacante impressiona, mas não se engane pensando que ele não tem técnica. Em vários momentos deixava zagueiros para trás com fintas muito bonitas. Zé Ricardo é a referência do Vila Sandra no ataque, em muitos momentos ele voltava pra buscar a bola no meio e ajudava na construção da jogada, coisa incomum para um nove de origem.

Quem for enfrentar o Vila Sandra, uma dica: marcação especial no homem, porque se a bola cai na área o perigo de gol é claro.


__________________________________________
NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.