São Braz cresce na segunda etapa e vence Grêmio Ipiranga de virada


Quem veio ao Elba de Pádua Lima nesse sábado (6) viu a reconstrução de um time dentro de noventa minutos. Se no primeiro tempo o São Braz errou muito, nos 45’ finais o técnico Romildo ajeitou a casa e contou com a estrela do centroavante Davi para virar o jogo

#SUBURBANA16
Por Dudu Nobre

O primeiro tempo demorou pra esquentar. Os primeiros 15 minutos foram de muito estudo por parte das duas equipes. A partir dos 20’ o Grêmio Ipiranga começou a pressionar a saída de bola e, assim, tomar as rédeas do jogo. Aí as chances começaram a aparecer. Na primeira, Cafu recebeu na entrada da área e bateu pela linha de fundo. Na segunda, aos 23’, Anderson aproveitou o bate-rebate para limpar a marcação e abrir o placar.

Poderia ter sido mais na primeira etapa. Aos 26’ Dos Santos chutou de voleio e a  bola assustou a meta de Rodrigo. Aos 33’, Cafu recebeu livre e, frente a frente com o goleiro, tocou pra fora. A partir dos 30’ os mandantes perderam o ritmo, mas o São Braz não conseguia chegar a área com qualidade. A única  chance dos visitantes veio de um chute de fora da área: Lucas arriscou e Thiago teve trabalho pra  espalmar.

Aos 42’, polêmica: o árbitro Marcelo Falavinha decretou intervalo de jogo. Três minutos a mais para o técnico Romildo acertar  o setor ofensivo de sua equipe.


SEGUNDO TEMPO – O treinador do tricolor aproveitou o período do intervalo para mexer. No começo da segunda etapa, colocou o volante Saulo no lugar do zagueiro Ricardo. Mesmo assim o Ipiranga assustou primeiro: Aos 8’, Leandro cabeceou na pequena área e obrigou Rodrigo a espalmar à queima-roupa.

Aos 10’, Romildo fez a alteração que mudou o jogo, ao colocar o zagueiro Cidão e adiantar Saulo à função de origem. Com isso o São Braz roubou mais bolas e qualificou a saída de bola, fazendo com que a redonda chegasse ao centroavante Davi.

Aí o atacante jogou nas costas do lateral Moura e entrou em cena. Aos 16’, ele cruzou para Bruno empatar o jogo. Aos 24’, aproveitou lançamento de Saulo e chutou cruzado para virar.

O Ipiranga tentava chegar ao ataque, mas parava na defesa do time visitante – que foi arrumada com as mudanças. Aos 48’, o ato final: Davi rouba bola no ataque e, livre, definiu o placar: São Braz três, Grêmio Ipiranga um.


PRÓXIMA PARTIDA xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Na próxima rodada o time do Grêmio Ipiranga irá desafiar fora de casa o escrete do Vila Hauer, que empatou fora de casa com a equipe do Santíssima Trindade em 0 a 0. Já o time do São Braz irá folgar na rodada.


OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

GRÊMIO IPIRANGA: Thiago; Moura, Guilherme, Anderson e Vanderley (Lê); Erikson, Marcelo (Edvilson), Jhonatan e Leandro; Cafú e Dos Santos. T: Giancarlo Balaban

SÃO BRAZ: Rodrigo; Paulinho, Juliano, Ricardo (Saulo) e Adson; Fred, Filipinho (Willian), Lucas (Cidão) e Thiago; Feijão (Bruno) e Davi. T: Romildo

GOLS: Anderson, aos 23’ do 1°T (Grêmio Ipiranga); Bruno aos 16’ do 2°T e Davi, aos 24’ e aos 48’ do 2°T (São Braz)

MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx





__________________________________________
NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.