Juninho, o destaque da partida entre Iguaçu e Novo Mundo


O confronto entre Iguaçu e Novo Mundo foi marcado por uma reviravolta durante os 90 minutos. O alvinegro foi buscar o empate em um jogo que perdia por 2 a 0. Nesse cenário, o Treinador fez trocas importantes após expulsão de um jogador adversário e ajudou a dar um ponto à equipe da colônia italiana. Juninho é a quarta figurinha da Série A da Suburbana e a vigésima oitava do DRAP em 2016.

#FIGURINHA DO JOGO
Por João Heim

Quando imaginamos quem pode decidir uma partida, pensamos no meia criativo, no atacante ou qualquer jogador que mostre qualidade e vontade em campo. Mas, no confronto entre Iguaçu e Novo Mundo, o técnico Juninho foi decisivo para o resultado.

Aos 8' da segunda etapa, quando perdiam por 2 a 0, viram Marquinhos Lima, do Novo Mundo, ser expulso. Foi a chance que o time alvinegro precisava para não sair derrotado de campo. Juninho colocou o lateral Tom Tom no lugar de Glauco, o meia Zé Nunes no lugar de Caio, o atacante Moscatelli substituindo Junio e Rogério no lugar de Pablo.

No primeiro gol, Rogério, um dos substitutos, apareceu bem na área e completou o rebote do goleiro para a rede. Tom Tom fazia bons avanços e quase marcou o gol do empate da equipe do Iguaçu. E aos 36', Moscatelli, mais um da lista selecionada por Juninho, recebeu cruzamento de Aderaldo e empatou o jogo.

O banco artilheiro e o dedo do treinador Juninho, principalmente, deram um importante empate para o Iguaçu contra o Novo Mundo, já que o confronto reúne dois favoritos dessa Suburbana. 




__________________________________________


Do Rico ao pobre, o FUTEBOL SEM DIVISÃO