Jotinha sai na frente, mas cede o empate para o São Bento na ida das oitavas da série D


Depois de um primeiro tempo muito ruim tecnicamente, o jogo entre Jotinha e São Bento esquentou na segunda etapa. O time da casa saiu na frente com um belíssimo gol de falta de Eltinho, mas não suportou a pressão do adversário. O goleiro Fabrício, mesmo em uma tarde inspirada, não evitou o empate da equipe sorocabana.

#DRAP IN BRASILEIRÃO 2016
Por Yuri Casari

Ao soar o apito do início do jogo entre J.Malucelli e São Bento, duas equipes bem qualificadas, esperava-se que teríamos um espetáculo bem jogado. Mas com o passar do tempo, o que ocorreu na prática foi um duelo de nível bem questionável. Muita disputa e pouco espaço para a criação.

Ainda assim, o Jotinha conseguiu ter um ligeiro domínio, apesar de não transformar isso em oportunidades, alcançando o último terço do campo apenas na bola parada. Já próximo do fim da primeira etapa, o trio ofensivo do Jota tentou se soltar um pouco mais. Eltinho, Jenison e Santiago tentaram jogadas individuais, tabelas, mas a defesa do São Bento não aliviou em nenhum momento.

Pouco incisivo no ataque, o São Bento também ficou devendo, mas aos 45 minutos, teve a principal chance da primeira etapa. Em bola alçada na área, o defensor Rafael Tavares conseguiu o cabeceio e bola passou por cima do gol, rente à trave.


No segundo tempo, o ritmo seguiu o mesmo. Muita correria e pouco trabalho de bola. Então o que restava era buscar a jogada individual. Jenison avançou pelo meio, tentou o dirble com um toque desconcertante de letra, mas foi parado de maneira faltosa.

Eltinho ficou encarregado da cobrança e estava em uma posição confortável para os canhotos. O camisa 10 do Jotinha, então, não desperdiçou a chance. Deu um toque firme e preciso na bola, que passou rápido por cima da barreira e morreu no fundo da rede de Rodrigo Viana, aos 13 minutos.

Na sequência, foi a vez do São Bento chegar com perigo. Magrão recebeu pela direita dentro da grande área e finalixou de primeira, mas o gigante Fabrício mandou pra escanteio. A resposta do Jotinha veio em chute de Rafael Santiago, defendido por Rodrigo Viana. Na casa dos 20 minutos o São Bento realizou uma blitz na defesa do Malucelli. Aos 24, Maicon ficou de frente para Fabrício na área, encheu o pé, mas Fabrício praticou uma defesa espetacular.


Mas aos 27, Maicon teve uma nova oportunidade e dessa vez não deu para Fabrício. O arqueiro do Jotinha ainda praticou um milagre no primeiro lance, mas no rebote Maicon conseguiu o empate. Apesar do gol sofrido, o Jotinha ainda tentou buscar a vitória em chutes de fora da área com Quirino e Glaybson, dois jogadores que entraram no decorrer da partida.

Porém, o São Bento também ficou próximo de marcar. Guilherme Garré saiu em disparada livre de marcação, mas o atacante do time sorocabano perdeu tempo, foi travado na hora do chute e Fabrício ficou com a bola. Já no fim da partida, Robinho, que também saiu do banco de suplentes, teve a última grande chance e mandou uma bomba de fora da área, mas Rodrigo Viana apareceu bem evitando a alteração no placar, e frustrando a fome de vitória do J.Malucelli.

EM BREVE MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx



__________________________________________

NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.