Vila Sandra se impõe no embate contra Fortaleza e vence pelo placar clássico



O estádio Ozório Claudino de Barros recebeu o clássico Vila Sandra e Fortaleza, na tarde ensolarada deste sábado (30) pela terceira rodada da Série B da Suburbana. Como um clássico que se preze, teve muita luta e raça atrás do resultado. Mais favorável ao Vila, que fez um belo placar e não deixou dúvidas de quem foi melhor.

#SUBURBANA 16
Por Arthur Henrique

Um primeiro tempo truncado, com muitas faltas e três cartões amarelos. As defesas foram as principais protagonistas da partida, porém os goleiros pouco exigidos. Pelo lado do Fortaleza, Cairo e Roberto foram amarelados, o primeiro por reclamação e o outro por falta dura na entrada da área. O Vila Sandra teve Dedé pendurado.

O principal nome do ataque na primeira etapa foi Maranhão, veloz nas saídas de bola e habilidoso com a redonda nos pés. O número 11 do Vila teve mais regularidade nas finalizações. Em uma das melhores chances do jogo, ele tirou do goleiro e a bola triscou a trave.

Apesar do elogio às defesas, uma falha da retaguarda tricolor decidiu a etapa inicial. No apagar das luzes, aos 46’, o goleiro Walderson rebateu a bola no meio da pequena área. Lá estava presente o atacante Zé Ricardo, que não desperdiçou e mandou pra caixa.


SEGUNDO TEMPO - O gol abalou a equipe do Fortaleza, que mal entrou no segundo tempo e em apenas 4 minutos viu Vinícius subir ao ataque e não perdoar. Se no primeiro tempo Maranhão foi o destaque, na etapa final quem brilhou foi Zé Ricardo, um gigante na área adversária. Sempre aparecia com perigo e com habilidade para a defesa do Fortaleza ligar o alerta. O ataque do Vila cresceu e o número 9 limpou dois zagueiros e bateu no canto, para uma difícil defesa do número 1 do Fortaleza.

Um lance curioso aconteceu perto dos 30 minutos: Dedé se machucou e acabou sujando a camiseta de sangue. Na falta de uma reserva, teve que ser substituído por Bruno. 
   
O segundo de Zé veio aos 34’: após um bate e rebate na área o atacante venceu os zagueiros e meio caindo bateu pro gol, fazendo a Jovem Vila ir à loucura.

Na busca pelo resultado, o técnico Vilmar, do Fortaleza, fez algumas substituições, mudou todo o ataque e tentou partir pra cima. A situação ficou complicada quando o placar já marcava 3 a 0 contra e o meia Roberto tomou o segundo amarelo e foi expulso.

No fim, o Vila se impôs no clássico e saiu com uma vitória segura, pode se discutir se este 3 a 0 foi goleada ou não. O Fortaleza claramente sentiu o gol e se expôs demais na segunda etapa. Como clássico é clássico e vice versa, qualquer resultado era possível, desde um empate sem gols, como se desenhava no primeiro tempo, até uma vitória elástica ao final dos 90 minutos.



OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

VILA SANDRA: 12 Felipe, 2 Robinho, 3 Faísca, 4 Vinícius, 5 Guilherme, 6 Jean, 8 Clé (16 Mineiro), 7 Tatá, 9 Zé Ricardo (17 Róbson), 10 Dedé (15 Bruno), 11 Maranhão (19 Adriano). T: Marquinhos Pateta

FORTALEZA:  1 Walderson, 2 Piuí, 3 Testa, 4 Gilberto, 5 Giovani (19 Juninho Camargo), 6 Gustavo, 7 Cairo, 8 William Manfron, 9 Mp, 10 Roberto (Expulso), 18 Douglas. T: Vilmar Assunção.

GOLS: Zé Ricardo aos 46' do 1° e aos 34' do 2°T; Vinícius, aos 4' do 2°T.


OS GOLS (VÍDEOS) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx




__________________________________________
NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.