Novo Mundo goleia e é campeão da Copinha com 100% de aproveitamento


Com a presença das torcidas de ambas as equipes, Novo Mundo e Uberlândia fizeram um clássico decisivo de encher os olhos de emoção. Muita luta e raça, mas o resultado final acabou premiando o time de futebol mais envolvente. O Novo Mundo confirmou o favoritismo, goleou o adversário e conquistou o título inédito da Copa de Futebol Amador de Curitiba.

#Copinha
Por Yuri Casari

Desde os primeiros minutos, o Novo Mundo, com tranquilidade partiu pra cima da equipe do Uberlândia, mesmo com a vantagem obtida na primeira partida da final. Logo no primeiro minuto o Novo Mundo cegou a balançar a rede com Marquinhos Lima, mas a arbitragem já havia parado o lance. Aos 5 minutos, o primeiro lance de perigo do Novo Mundo, sempre com Jhoni Ribas na bola parada. O camisa 10 bateu falta e Giraia se esticou para afastar.

Sem o artilheiro Paulinho, e com Rafinha adiantado, o Uberlândia mostrou muito nervosismo e não conseguiu articular as jogadas. Com isso, o time da casa construiu um volume muito maior das jogadas, mas chegou ao gol através de um vacilo do adversário. Em bola espirrada na pequena área, Alan bota a mão na bola e o árbitro assinala a penalidade máxima. Jhoni Ribas cobrou com força e abriu a contagem, ampliando ainda mais a vantagem.


Após o gol, o jogo ficou um pouco mais truncado e as oportunidades criadas eram quase sempre na bola parada. A exceção foi a boa finalização de Danilo, que arriscou de fora da área no chute de canhota e Giraia teve muito trabalho para defender.

O Uberlândia seguiu mostrando muito nervosismo. Os jogadores chegavam forte e o árbitro marcava tudo com muito rigor. Aos 37 minutos, após uma falta marcada em favor do Uber no campo de defesa, uma pequena confusão se formou próximo ao meio de campo, e no meio da discussão, Rafinha, capitão do Uberlândia, e Muriel, defensor do Novo Mundo, se excederam e acabaram indo para o chuveiro bem mais cedo. Com um a menos pra cada lado, o jogo seguiu até o fim do primeiro tempo com o mesmo ritmo. Uberlândia correndo atrás e Novo Mundo cadenciando a partida com a máxima calma.

Na segunda etapa, não demorou para o Novo Mundo ampliar o placar. Aos 9 minutos, Marquinhos Cambalhota avançou pela direita e virou o jogo para Marquinho Lima bater rasteiro e vencer Giraia. Aos 19 minutos, o Uber respirou e conseguiu um pênalti, com Oberdan sendo derrubado por Cesar Romero. Cenoura bateu no ângulo e diminuiu.

Mas o dia era mesmo do Novo Mundo. Em jogada coletiva, a bola foi passando de pé em pé, e saiu de Danilo para Marquinhos Cambalhota chutar com precisão onde a coruja cochilava. Aos 37, o Novo Mundo fechou a conta com Fernandinho que entrou no decorrer do jogo e selou o título.

Ainda deu tempo para uma pequena confusão em que Mateus Bodão e Everton, do Novo Mundo e Alex Paiva, do Uber, foram expulsos. Nada que tirasse o brilho do título do Novo Mundo, conquistado com 100% de aproveitamento.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Novo Mundo: Jociel; Bruninho, Brunão, Muriel e Cesar Rom; Helton (Evandro), Danilo (Matheus), Marquinhos Lima (Everton); Marquinhos Cambalhota (Luiz Fernando); Dione (Vaguinho) e Djonatan (Dudu). Técnico: Ivo Petry.

Uberlândia: Giraia; Luizinho (Halyson), Thiagão, Alex Paiva e Allan Ferreira (Vagner); Nepo, Turala (Helder) (Henrique), Julianinho (Anderson) e Cenoura; Rafinha e Oberdan. Técnico: João Ribeiro.

Gols: Dione Ribas, Marquinhos Lima, Marquinhos Cambalhota e Luiz Fernando (Novo Mundo); Cenoura (Uberlândia)

Cartões Amarelos: Dione, Djonatan, Evandro e Cesar Rom (Novo Mundo); Nepo, Allan Ferreira e Oberdan (Uberlândia)

Cartões Vermelhos: Muriel, Everton e Matheus (Novo Mundo); Rafinha e Alex Paiva (Uberlândia)

CONFIRA OS GOLS DA PARTIDA xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxXXXX




__________________________________________
NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.