Joãozinho Ribeiro - Série Heróis do Subúrbio [3]


A série Heróis do Subúrbio, que conta histórias de homens ou mulheres que construíram seus nomes na história do futebol amador curitibano, está em sua terceira edição e na segunda em 2016. O site Do Rico ao Pobre conversou com o ex-meia e atual treinador do Uberlândia, João Ribeiro. O comandante vice-campeão da copinha de 2016, relata praticamente toda a sua trajetória e curiosidades vividas dentro dos campos, que somam mais de 20 anos no cenário do futebol amador de Curitiba e região metropolitana.


Por Equipe Do Rico ao Pobre

O atual treinador do Uberlândia, Joãozinho Ribeiro (47 anos), tem ficado em destaque nos últimos anos, já que o comandante conseguiu chegar com a sua equipe em duas finais em menos de seis meses. Tá certo que não levantou o caneco de campeão, mas o futebol é muito mais que isso. Resumindo nas palavras de Joãozinho, “o importante é estar entre os finalistas”.

A história de Joãozinho no futebol amador iniciou cedo, graças ao seu pai, Abílio Ribeiro, que já levava nos estádios da região onde morava, quando criança. Ainda na infância, Joãozinho tinha outras aspirações e curiosidades no cenário do futebol amador de Curitiba, ser cronista esportivo. A partir disso, João foi pegando gosto da coisa e chegou até narrar algumas partidas como brincadeira de criança.

Mas com o desenrolar da vida, Joãozinho não seguiu carreira de cronista. Mas, sim, como jogador há um pouco mais de duas décadas. Por incrível que pareça na equipe do Novo Mundo. Mesmo seu pai sendo torcedor do Uberlândia, Abílio Ribeiro levou o rápido meia direita para ingressar no juvenil da equipe do Novo Mundo. Desde então, Joãozinho vestiu a camisa do Novo mundo, Uberlândia, clubes de Araucária e também na base do profissional pelo Colorado. Mas pela falta de estrutura financeira não conseguiu treinar e ter uma sequência para seguir adiante na equipe.

A carreira de jogador de Joãozinho não durou por muito tempo, pois com cerca de 20 anos de idade resolveu aposentar as chuteiras.  As condições físicas já não eram a mesma de anos anteriores, pois a bronquite mal tratada na época não deixava Joãozinho ser tão veloz como antes.

Mas quem disse que Joãozinho iria largar o futebol amador de Curitiba se enganou. Sim, em 1992 assumiu a sua primeira equipe como treinador, o Botafoguinho. Desde então, equipes como Trieste, Iguaçu, Vila Fanny, Vila Hauer, Grêmio Ipiranga, Capão Raso, Novo Mundo e outras do cenário do amador tiveram a oportunidade de ter sido comanda por Joãozinho. Só no Novo Mundo e Capão Raso foram 12 anos de carreira. Devido a isso, de morar na região sul e treinar os três principais clubes da região onde mora – Novo Mundo, Capão Raso e Uberlândia, a equipe do DRAP quis ouvir, principalmente, histórias dessas passagens pelos clubes rivais. 

Tudo isso você poderá assistir a partir desta quinta-feira (23) : Joãozinho Ribeiro - Série Heróis do Subúrbio [3]:

- CONFIRA O TEASER DA ENTREVISTA:


ATENÇÃO: O site Do Rico ao Pobre conta com VOCÊ para continuar essa série! Deixe nos comentários a sua sugestão. O indicado pode ser atleta ou já ter pendurado as chuteiras. E aí? Quem merece estar nesse grupo seleto?



__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO