Jhoni Ribas, o destaque do confronto entre Uberlândia e Novo Mundo


No último sábado (28), a equipe do Novo Mundo conseguiu uma importante vitória diante o escrete do Uberlândia, no Estádio Gustavo Schier, em confronto válido pelo primeiro embate da final da 3ª edição da Copa de Futebol Amador da Capital. Agora a equipe do treinador Ivo Petry está a um empate de conquistar o título inédito. Façanha que só foi possível graças a um camisa 10 da equipe do Novo Mundo, pois de um confronto muito brigado era inevitável que detalhes iriam definir o resultado. Confira a vigésima figurinha DRAP de 2016:

Por Rafael Buiar

O clássico já começa antes mesmo da bola rolar nos 90’, pois as premissas da rivalidade já percorrem uma semana antes, pelo menos. Claro que isso não poderia ser diferente no primeiro clássico Ubermundo de 2016, ainda mais em uma decisão de campeonato. 

Pois é, o primeiro embate da final da copinha iniciou com muita força de vontade, marcação e pouco futebol de ambas as equipes. Por isso, os goleiros trabalharam pouco, já que boa parte do embate ficou preso no setor de meio de campo até os minutos finais da etapa inicial.

Minutos finais porque aos 37’ da primeira etapa surgiu um sinal. Ficar atento nas bolas paradas, pois foi deste artifício que o time da casa conseguiu furar o bloqueio dos times visitantes, com o zagueiro Thiagão, que pegou o rebote do goleiro Jociel e sem dó colocou a bola no fundo da rede. Festa da torcida da casa. Mas do mesmo modo que veio a felicidade, a tristeza, no lado da equipe do Uber, chegou. Sim, a alegria começou a  renascer na equipe do Novo Mundo. Sim, falta na entrada da área. Adivinha quem vai bater?

Sim, é o camisa 10 do Novo Mundo. Jhoni Ribas, com chutes maliciosos, que são como flashes eletrizantes e já furaram seis vezes as redes dos escretes adversários, até aquele momento. Sim, até aquele momento eram seis, já que aos 46’ da etapa inicial, Jhoni conseguiu tirar da barreira do Uber, do goleiro Giraia e empatar o clássico ainda no primeiro tempo. Sendo esse o sétimo gol de falta na competição. Até ai tudo bem, nenhum motivo para Jhoni ser a figurinha DRAP mais uma vez.

O embate estava persistindo em terminar empatado no primeiro embate da final da copinha em 1 a 1 e com dois lances de bolas paradas. Mas ei que surge outro acontecimento. Pois é, o futebol é mágico e indiscutível em certos momentos, já que aos 37’ da etapa complementar a equipe do Novo Mundo teve uma falta, não tão próxima da área, e adivinha quem vai bater? Pois é, Jhoni Ribas pode não ser um jogador perfeito, mas sua malícia o faz com que seja lembrado e mesmo quando não está inspirado ele procura a inspiração através de sua fé. Claro, não esquece de agradecer mais uma vez, pois o camisa 10 da equipe do Novo Mundo fez o oitavo gol de falta e igualou a marca do atacante do Uberlândia, Paulinho Stoqueiro.

Por isso, com a participação determinante nos dois gols do Novo Mundo, a equipe DRAP que esteve presente no Estádio Gustavo Schier escolheu o pela terceira vez no ano, Jhoni Ribas, como o destaque do jogo, consequentemente, a figurinha do embate.

CONFIRA AS OUTRAS TRÊS FIGURINHAS DE JHONI RIBAS NO ÁLBUM DRAP:





__________________________________________
NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.