Quitéria perde a segunda e se complica na Taça Paraná


Na tarde desse domingo, dia do trabalhador, um time apontado pela crônica esportiva como favorito - mesmo sendo visitante - não rendeu o esperado e perdeu por 3 a 0 de forma inquestionável. Essa frase poderia ser usada para o Atletiba no Paranaense, mas o cenário descrito é idêntico a vitória do Jatobá sobre o Quitéria pela Taça Paraná.

Por Dudu Nobre

Mas o placar elástico mascarou a qualidade do jogo. O público pequeno que foi ao estádio Emílio Gunha, em Araucária, teve a impressão de que a partida seria eletrizante logo aos 7', quando Carlinhos arrancou e encobriu o goleiro Jonas para abrir o placar em favor dos mandantes. No entanto, esse foi o único lance perigoso do primeiro tempo. 

O gol fez o Jatobá recuar, esperando mais um vacilo da zaga quiteriense - segundo na competição - para contra-atacar. Já o time verde e amarelo tinha posse de bola, a rodava de um lado para outro, mas era afoito na hora de finalizar - tanto que aos 38' Bruno foi substituído por Fernandinho. A principal jogada do time de Valmir Constantino era a bola parada, mas as três cobranças de falta próximas a área foram fracas, para desespero de Merci que toda hora se apresentava no segundo pau. Resultado: o goleiro Nilo não sujou o uniforme no primeiro tempo.


Na volta do intervalo, Valmir colocou Róbson buscando um poder ofensivo maior. Mas até os 25' do segundo tempo, só uma chance criada pelos visitantes: Fernandinho cruzou na medida para Aragão, que cabeceou para fora. Os mandantes seguiram fechados na defesa, chutes só para afastar o perigo pela lateral. Gritos na arquibancada, só com os gols atleticanos a 25 km de distância.

Aos 26', outras duas mexidas para dar velocidade ao setor de criação: Andrezinho e Pity. Quando o Quitéria se preparava para apertar o Jatobá, Iza arriscou do meio da rua para nocautear o adversário. Com 2 a 0 contra, o Santa se entregou em campo física e emocionalmente. Já o time araucariano cresceu e na base da velocidade rompia a zaga rival sem problemas.

Aos 36' ficou no quase: Dênis saiu cara a cara com Jonas mas o goleiro salvou. Aos 45', o placar foi selado: Júlio ficou de frente e fez o terceiro. Cometendo os mesmos erros da primeira partida, o Santa Quitéria sofreu um duro golpe em Araucária.


Com o resultado, o Santa fica em último lugar sem pontos. Com a derrota do Inter por 1 a 0 no clássico com o Fanático, o Jatobá subiu para a segunda colocação e faz o confronto direto com o alvinegro no Atílio Gionédis. Já o Quitéria encara o líder no Maurício Fruet. As duas partidas serão disputadas no dia 8 de maio - dia das mães e finalíssima do Paranaense 2016.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

JATOBÁ: Nilo, Maicon, Bagagem, Fino, Rogerinho, Rogério, Vágner, Neto, Carlinhos, Dênis (Lucas) e Matheus (Júlio). T: Vagner

QUITÉRIA: Jonas, Alan (Andrezinho), Merci, Edson, Go, Edmar, Bruno (Fernandinho), Orley, Jean (Pity), França (Alex) e Aragão. T: Valmir Constantino

GOLS: Carlinhos aos 7' do 1° tempo; Iza aos 26' e Júlio aos 45' do 2° tempo.


MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx



__________________________________________

NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.