O Fortaleza será o representante do Jardim Gabineto na Suburbana de 2016


Adivinha doutor quem está de volta na praça? Sim, o Esporte Clube Fortaleza está novamente em cena em um certame da Federação Paranaense de Futebol (FPF). Agora, o escrete do Jardim Gabineto irá disputar a Divisão de Acesso da Suburbana 2016. O aval da FPF para a disputa ocorreu no fim da tarde desta segunda-feira (23). (Foto: Nathan Soares)

#SUBURBANA
Por Do Rico ao Pobre

O Esporte Clube foi fundado em 1983, mas só em 1995 o Tricolor se filiou a Federação Paranaense de Futebol (FPF). Passado um ano, a equipe do Jardim Gabineto conquistou o seu primeiro título, mas quem disse que iria parar por ai se enganou. Pois nos anos seguintes, em 1997 e 1998, o time do Morrão também levantou o caneco. Consagrando-se tricampeão da segunda divisão do Futebol Amador de Curitiba.

A disputa para a série A era um sonho, mas com os pés no chão a diretoria do Fortaleza daquela época acabou decidindo por não disputar a elite do Futebol Amador de Curitiba. Deixando claro que o custo do elenco passaria a ser maior na primeira divisão do que na segunda, tornando o gasto excessivo para o clube.

Mas depois de campanhas memoráveis na série B, a equipe do Fortaleza não conseguiu ficar estável na parte financeira e ter um apoio frente à comunidade para montar um time competitivo nos certames futuros. Por isso, a equipe do Esporte Clube Fortaleza se licenciou em 2003. Desde então, o Estádio Antônio Monteiro Sobrinho passou a receber outros embates. Em alguns anos, uma luz renascia para o retorno, mas geralmente ficaram no quase e disputaram alguns certames não licenciado pela FPF.

Foto: Levi Mulford/Tribuna do Paraná
Nas idas e vindas, o planejamento foi se firmando e por fim, passaram anos até chegar 2015, com a disputa da Copa Paraná da Associação Paranaense do Esporte (APE) e alguns parceiros que apareceram no decorrer daquela emblemática caminhada, que até virou documentário - “Fortaleza, a volta de um gigante”.

Segundo o vice-presidente do clube, Carlos Alberto Dallabarba, a persistência em acreditar neste trabalho foi fundamental. “O retorno foi um processo onde muitos estão envolvidos, já que voltamos com um planejamento que havíamos programado desde o ano passado. Naquela ocasião, por alguns fatores não conseguimos a nossa filiação. Mesmo assim, em nenhum momento a nossa comunidade deixou de lutar por esse objetivo, que era o retorno ao Futebol Amador da Capital” esclarece Carlos Alberto Dallabarba.

O atual treinador, Vilmar Assunção, relembra seu passado e destaca a sensação que é ter o time Fortaleza novamente em atividade. “Estar disputando um campeonato e representando o time do seu bairro é a melhor sensação possível, pois no passado eu ainda era muito jovem e assisti jogos de altíssima qualidade. Por isso, eu digo que o Fortaleza é uma família onde todos contribuem da maneira que podem e isso é um fator muito forte para nosso lado”, enaltece Vilmar.

Foto: Nathan Soares
A nova diretoria do Esporte Clube Fortaleza será composta pelo presidente, que também já vestiu a camisa do Tricolor do Jardim Gabineto em décadas passadas, Paulinho (Sum), e na vice-presidência, Carlos Alberto Dallabarba. Já o plantel irá sofrer algumas alterações em relação ao último campeonato disputado, segundo o treinador Vilmar Assunção. “O time do Fortaleza vai contar com aproximadamente 80% dos atletas que disputaram a Copa Paraná do ano passado, pois perdemos jogadores de muita qualidade como o zagueiro Douglão, o volante Edmar, o meia Tiquinho e o atacante Djonathan. Mas mesmo assim vamos trabalhar e contamos com um elenco de muita qualidade”, esclarece o treinador.

Com a base montada, a diretoria já almeja dar alegria a comunidade do Jardim Gabineto, com a disputa da Suburbana. Sabendo que a região do Jardim Gabineto já ficou várias vezes no mapa da violência urbana. Por isso, o treinador Vilmar já trabalha para responder esse apoio dos moradores e jogadores da região para mudar a visão da sociedade sobre a nossa região. “Nós da comunidade Jardim Gabineto estamos ansiosos pra que comece logo e claro, as competições que o E.C. Fortaleza entrar certamente irá brigar pelo título. Sabemos o potencial de cada atleta e do nosso fator casa, com o apoio da nossa torcida vamos lutar pra fazer um ótimo campeonato e tentar a conquista desse título tão sonhado por todos os que o disputam” esclarece Vilmar.


__________________________________________
NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.