Novo Mundo confirma a boa fase e vence o Capão Raso de goleada


Novo Mundo e Capão Raso duelaram ontem (23), em confronto válido pela quarta rodada da Copinha de Futebol Amador da Capital, no Estádio Ozório Claudino De Barros. Em busca da recuperação, o escrete do Capão Raso foi logo se atirando no campo do Novo Mundo. Mas do outro lado teve um time bem montado, com uma zaga bem segura e um ataque ajustado. Ou seja, o resultado não poderia ser outro. A equipe do Novo Mundo conseguiu marcar 4 gols, contra 1 da equipe do Capão, e praticamente confirmou a ponta na grupo A.


Por Rafael Buiar

O escrete do Capão Raso, precisando do resultado, entrou em campo mais ofensivo nos primeiros minutos. Mas as oportunidades criadas pela equipe do treinador Junior não resultaram em gol. Dentre os lances de ataque, o mais perigoso foi aos 12’, com jogada iniciada por Zóio, que deitado tocou para Sabão. O camisa 10 não pensou muito e logo passou para Bruninho, que teve espaço e tempo para concluir, mas arrematou em cima do arqueiro Jociel. Minutos depois, Xuxa colocou Zóio na cara do gol. Mas o arqueiro Jociel novamente entrou em cena barrou a felicidade do time do Capão Raso. 

Minutos iniciais que já premeditavam o que seria o jogo. Não, tá enganado quem imaginou isso, pois a partir deste lance o time do Novo Mundo melhorou a marcação e conseguiu fazer ligação direta, principalmente, com Marquinhos Cambalhota. Na primeira tentativa não funcionou. Mas na segunda, com a mesma jogada, a zaga do Capão travou e afastou a bola pela linha de fundo. No lance seguinte (escanteio), o time do Novo Mundo não perdoou. Djhony cruzou e Ricardo subiu mais que todo mundo e fuzilou a rede do arqueiro Gênesis, abrindo o placar no Estádio Ozório Claudino De Barros, aos 20’ da primeira etapa.


Com o gol, a equipe do Novo Mundo ganhou mais mobilidade no meio campo e o meia Djhony passou a ser articulador da equipe. No minuto seguinte do gol, o camisa 10 deixou Cesar na cara do gol, mas o lateral tocou para Cambalhota que estava de frente pro gol. Mesmo assim, o atacante do Novo Mundo não conseguiu ampliar o marcador, pois o zagueiro do Capão aliviou o perigo em cima da linha. Ações ofensivas que motivaram ainda mais o time a ficar no campo de ataque. Não deu outra, em um bate rebate entre ataque (Novo Mundo) e defesa (Capão Raso), o escrete do Novo Mundo venceu. Sim, Djhonatan recebeu de Lima e meio que caindo ganhou do zagueiro e chutou no canto, sem chance para o arqueiro Gênesis, aos 24’, fazendo o segundo do Novo Mundo.

Mesmo com os dois gols atrás no placar, a equipe do Capão Raso não deixou de atacar o Novo Mundo. Aos 32’, Xuxa cruzou para Couto, que dominou e chutou no canto direito do goleiro Jociel. Dessa vez passou, mas o auxiliar levantou a bandeirinha, o que gerou muita reclamação dos jogadores do Capão. Passado o período tenso, o jogo passou a ficar preso no meio de campo e com várias faltas neste período de jogo. Mas mesmo assim, ainda na primeira etapa, o escrete do Novo mundo praticamente matou a partida. Com jogada iniciada do meio de campo, o zagueiro Bruno não quis saber de trabalhar a bola e mais uma vez no campeonato soltou um petardo do meio da rua. A bola foi em direção a quina da trave do arqueiro do Capão, que no rebote pouco pode fazer para evitar a conclusão de Marquinhos Cambalhota, que tocou, livre, para o fundo da rede fazendo o terceiro da partida, aos 40’ da primeira etapa.

Nos minutos finais, com o placar a favor do Novo Mundo, ambas as equipes ficaram abertas. Pois o time do Novo Mundo queria mais, enquanto o time do Capão queria diminuir o placar. Mas ambas as equipes ficaram no quase, o que fez com o que o placar na primeira etapa terminasse em 3 a 0, Novo Mundo.


SEGUNDO TEMPO - Com o placar a favor, o treinador Ivo Petry fez quatro alterações no intervalo.  Sacou jogadores do meio e ataque, para colocar a gurizada no embate. Mas quem foi que conseguiu marcar no segundo tempo primeiro foi o time do Capão, logo aos 3’. Em jogada de bola parada, Sabão cruzou na medida para o Zóio diminuir o marcador. O gol foi motivo de acender as esperanças da equipe do Capão, pois na sequência quase surpreendeu o time do Novo Mundo com outro ataque.

Mas a pressão parou aos 5’, já que depois disso o escrete do Novo Mundo melhorou novamente com o setor de meio campo, ficando mais leve. O que não evitou de sofrer os contra-ataques, pois o embate ficou bastante aberto para ambas as equipes. Assim, nessa levada, a equipe do Novo Mundo conseguiu chegar ao quarto gol. Dudu puxou o contra-ataque e cruzou para a área, a bola espirrou e ficou na medida para Fernandinho chutar no canto do goleiro do Capão, que pouco pode fazer para evitar o quarto e o último gol do embate, aos 20’ da etapa complementar.


Passado a euforia do quarto gol, o embate caiu de produção. Momento que o treinador do Novo Mundo aproveitou para fazer mais alterações na sua equipe. Mas o troca-troca de jogadores não resultou em melhora na partida. Pior, o jogo ficou preso e qualidade caiu, já que o Capão Raso ficou sem forças para as ações ofensivas. Não deu outra, o embate persistiu em 4 a 1, até o apito final do árbitro da partida.

PRÓXIMA RODADA (07/05) - A equipe do Novo Mundo irá enfrentar o Vila Fanny, que vem de vitória na última partida sobre o Palmeirinha de 5 a 2. O embate está marcado para a Arena Vermelha, às 16h. O escrete do Capão Raso irá duelar contra o Santíssima Trindade no Estádio Octávio Silvio Nicco. A equipe do Cajuru também perdeu de goleada, o adversário da vez foi Grêmio Ipiranga. Com a vitória do Novo Mundo, a equipe comandada pro Ivo Petry continuou na liderança do Grupo A, com 100% de aproveitamento. Enquanto o escrete do Capão Raso perdeu todas as chances de classificação, com mais uma derrota e no momento é o vice-lanterna do grupo. 

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

NOVO MUNDO: Jociel; Evandro, Ricardo, Bruno (Muriel) e Cesar; Matheus (Léo), Lima, Danilo (Elton) e Djhony (Bueno); Djhonatan (Dudu) e Cambalhota (Fernandinho). Treinador: Ivo Petry

CAPÃO RASO: Gêneses; João, Hudson, Couto e Bruninho; Tupã, Xuxa, Lipe (João Pedro) e Sabão; Zóio (Wescley) e Roger. Treinador: Junior

GOLS:  Ricardo aos 20’ do 1º tempo, Djhonatan aos 24’ do 1º tempo, Marquinhos Cambalhota aos 40’ do 1º tempo e Fernandinho aos 20’ do 2º temp (Novo Mundo); e Zóio 2’ do 2º tempo  (Capão Raso)

MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx




__________________________________________
NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.