Contando com a estrela de André Lima, Atlético vence Paraná por 2 a 1


Esse sábado (16) foi marcado pelo começo das emoções das semifinais do Paranaense 2016. O Atlético recebeu o Paraná e se impôs dentro da Baixada, desperdiçando inúmeras chances de matar o confronto já na primeira partida. O gol salvador veio dos pés de André Lima que, três minutos após sair do banco, rompeu a área e presenteou a torcida com a primeira vitória em clássicos no ano.


Por Dudu Nobre

O rubro negro tomou as rédeas do jogo desde o apito inicial, se postando a frente da linha que divide o gramado com, no mínimo, seis jogadores - o objetivo era travar o setor de criação paranista. Acoado o tricolor só tinha uma jogada: Lançamento para a ponta esquerda buscando a velocidade de Nádson ou Robson. Mesmo vencendo o jogo tático, em quinze minutos o time da casa só criou uma chance de gol com Walter. Faltava capricho na hora de entrar na área.

Com essa dificuldade, uma opção era investir em chutes de fora da área. Foi o que Nikão fez: aos 21', emendou uma bola venenosa no ângulo direito para abrir o placar. Em outro lance minutos depois, Otávio fez o mesmo e a bola passou perto da trave direita. Ewandro também gostou da brincadeira e tentou, mas Marcos fez a ponte e espalmou pela linha de fundo.

Mesmo com o domínio do jogo, em um clássico as atenções devem ser redobradas. Aos 32', em mais uma reedição da jogada manjada do Paraná, Róbson foi pra cima da marcação e Eduardo deu o rapa dentro da área. Pênalti que Lúcio Flávio bateu sem firulas, forte e no meio para empatar a peleja. O gol deu uma tranquilidade ao time de Claudinei Oliveira, que segurou mais a bola e, assim, tirou a pressão de sua defesa até o final do primeiro tempo.


Paulo Autuori percebeu que precisava retomar o ritmo do início. Para isso, deveria melhorar o setor de criação para a segunda etapa. Vinicius chamou a responsa no começo, criando duas chances perigosas mas parando em um paredão chamado Marcos. Porém faltava algo. A torcida cantou a bola: veio das arquibancadas o desejo de ver André Lima em campo.

O técnico mexeu primeiro aos 14', tirando Ewandro e colocando Marcos Guilherme. A alteração surtiu efeito, pois o setor esquerdo de ataque passou a ser mais acionado e assim o time chegava com perigo pelos dois lados - visto que Nikão fazia bem o serviço pela direita. Aos 20', Autuori atendeu a massa e colocou o camisa 99, recuando Walter para a função de enganche e colocando André para ser o pivô do esquema.

Três minutos depois e a estrela do homem brilhou. Lançamento despretensioso. O quique do gramado matou o zagueiro Demerson. A redonda sobrou limpa para o matador, que chutou no canto esquerdo. A bola bateu na trave e foi morrer na rede. Barulho ensurdecedor nas arquibancadas.

O Atlético teve mais duas chances nos 20' finais, uma com Marcos Guilherme e oura com Walter - destaque para a linda defesa de Marcos na cabeçada do camisa 18. Não se teve notícias do ataque paranista na segunda etapa, pois a puxada de contra-ataque foi ficando mais lenta a cada minuto. O jogo seguiu sem grandes transformações até o apito final. Fim de clássico: Atlético 2, Paraná 1.


No jogo da volta, semana que vem na Vila Capanema, o Atlético tem a vantagem do empate. Ao Paraná resta vencer por dois ou mais gols de diferença para ser finalista. Caso o tricolor vença por uma diferença mínima, a vaga para a decisão do estadual será decidida nos pênaltis.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

ATLÉTICO: Weverton; Eduardo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Jadson (Hernani) e Vinicius (André Lima); Ewandro (Marcos Guilherme), Nikão e Walter. Técnico: Paulo Autuori.

PARANÁ CLUBE: Marcos; Nei (Rafael Carioca), Alisson (Basso), Zé Roberto (Demerson) e Fernandes; Jean, Anderson Uchoa, Nadson e Válber; Robson e Lúcio Flávio. Técnico: Claudinei Oliveira.

GOLS: Lúcio Flávio (Paraná Clube); Nikão e aAndré Lima (Atlético)


MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) - EM BREVE xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


_________________________________________

NÃO É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.