Iguaçu e Santa Quitéria terão força máxima para o segundo confronto da Final da Suburbana 2015


Neste sábado (5), Iguaçu e Santa Quitéria irão realizar o segundo embate da final da Suburbana 2015, no Estádio Egídio Ricardo Pietrobelii. No jogo de ida, a equipe do Quitéria conseguiu um triunfo de 1 a 0 e tem a vantagem do empate para conquistar a taça do certame. Diferente do Iguaçu, que tem vencer para levar o confronto para terceiro jogo, que será em estádio neutro.

Por Equipe Do Rico ao Pobre

As duas equipes tem traçados caminhos diferentes nos últimos anos, mas sempre dão um jeito de se encontrarem no final do certame. A sina teve início em 2012, quando as duas equipes cruzaram na semifinal. Naquele ano, o escrete do Iguaçu venceu nos pênaltis. Um ano depois, o time do Santa Quitéria deu o troco vencendo os dois embates. Dentre esses confrontos, o triunfo do Quitéria no Estádio Egídio Ricardo Pietrobelli foi a última derrota do time de Santa Felicidade em casa. No ano passado, as duas equipes brigaram pela ponta da classificação praticamente todo o campeonato. Mas na hora do mata-mata caíram nas semifinais. Ou seja, a final de 2015 está com o atraso de um ano.

Sabendo da história de ambas as equipes, o atacante do Santa Quitéria, Jonatas, que está a três anos no futebol amador de Curitiba relata que o primeiro confronto foi difícil e que mesmo com a vantagem o escrete do Quitéria quer terminar o campeonato em Santa Felicidade. “Na realidade foi um jogo difícil, fizemos o um a zero em casa e era o que nos esperava pra ganhar, até porque não tem saldo de gol. Agora em Santa Felicidade, vamos jogar do mesmo jeito. Vamos sair mais pro jogo até porque empatando temos até o título e se acontecer a derrota tem o terceiro jogo. Então nós vamos lá tentar um resultado positivo, não vamos atrás do empate”, esclarece Jonatas.


Do lado Iguaçu, o volante Junio lamenta a derrota e afirma que a final de 2015 terá o terceiro jogo, igual no ano passado.  “Nós sabíamos da dificuldade que foi jogar no Quitéria, mas não é tudo isso. Nosso time é experiente e infelizmente vacilou feio no lance. Nós tivemos várias oportunidades e não fizemos. O que digo é que eles conseguiram prorrogar a final em uma semana a mais, porque na nossa casa a dois anos não perdemos. A qualidade que o nosso time tem, nós vamos levar para o terceiro jogo. Nosso time tem muita técnica e qualidade, já superamos coisas muitos piores do que essa”, desabafa Junio.

Em relação aos times, as duas equipes estarão com todos os jogadores a disposição. No lado do Quitéria, o treinador Chibior terá o retorno dos zagueiros Jair e Bruno, que ficaram suspensos na partida de ida. O time do Iguaçu do Treinador Juninho poderá contar com o retorno do atacante Luciano, que também não teve presença no Estádio Maurício Fruet. O segundo embate da final da Suburbana 2015 terá como árbitro José Mendonça da Silva Junior, com o auxilio de Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum.


JUVENIL - A preliminar da final da Suburbana 2015 Série A será de Trieste x Novo Mundo. Sabendo que a o time da Colônia tem a vantagem do empate, já que venceu em 2 a 0. O regulamento da categoria juvenil é diferente em relação ao adulto, pois não tem o terceiro confronto. Mas como o regulamento não tem saldo de gols, o time do Novo Mundo só precisa vencer para levar a disputa para os pênaltis. Ou seja, neste sábado (05) já saberemos quem será o campeão da categoria Juvenil.

__________________________________________

É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.