[JUVENIL] Tudo igual no primeiro embate da semifinal entre Pilarzinho e Novo Mundo


No último sábado (14), Operário Pilarzinho e Novo Mundo, na categoria juvenil, voltaram a se enfrentar na Suburbana 2015. As duas melhores equipes do certame, em números e desempenho apresentado até o momento, duelaram em partida válida pelo primeiro embate da semifinal. Mas de um jogo totalmente diferente da 2º fase, que terminou em 6 a 6, na Arena Vermelha. Mesmo assim, o embate no Estádio Maurício Fruet foi de um bom futebol de ambas as equipes e terminou novamente com o placar empatado. Desta vez, em 2 a 2, e que deixa indefinido para o segundo confronto da semifinal.

Por Rafael Buiar

Os primeiros minutos do embate foi de uma equipe do Operário Pilarzinho, que foi como mandante, com bastantes ações ofensivas. Fato que também ocorreu no embate anterior, principalmente com a dupla de ataque do Pilarzinho. Mas, com um time cauteloso, o Novo Mundo respondeu com contra-ataque. Dentre eles, Ferreirinha cruzou na medida para Bueno, que desperdiçou grande oportunidade de abrir o marcador no Maurício Fruet. Mas não demorou muito para o time do Novo Mundo abrir o placar, pois em escanteio da direita, Ferreirinha se redimiu do lance anterior e cruzou para o meio da área. O camisa 20, Matheus Bueno subiu mais que a zaga do Pilarzinho e carimbou o canto esquerdo do arqueiro, abrindo o placar aos 9’.

Mas a comemoração não durou por muito tempo, já que dois minutos depois a equipe do Operário Pilarzinho aproveitou o ataque seguinte e empatou o placar com Ramirez, aos 11’. Depois de jogada individual do camisa 9 do Pilarzinho. Minutos depois, o time visitante tentou responder a altura e empatar a partida. Mas o zagueiro Gabriel não conseguiu vencer o goleiro Jhonathan do Pilarzinho. A pressão persistiu e depois Eduardo arrematou forte, próximo do travessão de Jhonathan. Do outro lado, com um time um pouco nervoso, Pelézinho recebeu cartão amarelo por falta boba no meio de campo. Mesmo assim, o Tricolor chegou com bola parada de Furlan. Próximo do fim do primeiro tempo, o embate caiu de produção devido a forte marcação no meio campo, o que dificultou a vida dos jovens atacantes de ambas às equipes. Com isso, o placar persistiu em 1 a 1 até o apito final do árbitro Danilo.


SEGUNDO TEMPOCom um embate muito forte de marcação na primeira etapa, o confronto reiniciou a 110 km\h. Dito e feito, a equipe que estava com o mando de casa, Operário Pilarzinho, sofreu pênalti em cima do camisa 9, Wesllen Pelézinho, aos 25’’. Não deu outra, Yan arrematou consciente e marcou o segundo do tricolor. O goleiro Felipe até que tentou, mas não conseguiu evitar a virada. O clima esquentou e embate ficou pegado. Nesta altura, o árbitro Danilo resolveu a casa com alguns cartões amarelos para ambas as equipes. Mesmo assim, o camisa 10 do Pilarzinho teve algumas oportunidades para ampliar o placar no Maurício Fruet, mas acabou sendo travado pelo goleiro Felipe. Do mesmo modo que no primeiro tempo, mas do outro lado agora. O Novo Mundo, que estava acanhado e com o placar desfavorável, empatou com Léo Pereira, em 2 a 2. Novamente em jogada iniciada de escanteio, mas só que desta vez do lado esquerdo.

Passado o gol de empate, o que todo mundo imaginou que a equipe do Novo Mundo iria com tudo buscar a virada, não aconteceu. O embate ficou brigado, mas com pouca criatividade do meio campo de ambos os times. Ainda que os treinadores fizeram várias alterações de ambas as equipes, mas o placar persistiu empatado até o apito final. A classificação está em aberto, quem vencer o próximo duelo, que será realizado na Arena Vermelha estará na finalíssima do certame de 2015.


__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, 

desde que citada a fonte.