[JUVENIL] Novo Mundo e Operário Pilarzinho empatam em confronto de 12 gols



Novo Mundo e Operário Pilarzinho, os ataques mais positivos da Suburbana 2015 - categoria juvenil, duelaram em confronto válido pela 5ª rodada da 2ª fase, na Arena Vermelha, neste último sábado (31). Com gramado molhado e com os melhores ataques da competição, não poderia acontecer outra coisa. Chuva de gols na Arena Vermelha, que terminou com o placar de 6 a 6. Números que levam a crer, até o momento, um dos melhores jogos da categoria neste ano.

Isaac Silva

O escrete do Pilarzinho deu a saída de bola na Arena Vermelha e já nos primeiros minutos do embate atacou com perigo. Fato que demonstrou o foco da garotada, comandada pelo treinador Eliseu. Aos 4', o atacante Douglas da equipe visitante aproveitou a furada da zaga do Novo Mundo e abriu o placar. Minutos depois, não deu nem tempo de respirar, pois aos 7', o mesmo Douglas, fez o segundo. Até aquele momento, com menos de 10’, a partida estava perfeita para o time e torcida visitante. 

Mas quem disse que parou por ai a felicidade da equipe visitante, se enganou. Em mais uma falha da zaga do time da casa, Kelvin chutou forte, sem chances para o goleiro Novo Mundo e ampliou o placar em 3 a 0 para o time do Operário Pilarzinho, com 19’. Depois do terceiro gol, o treinador do Novo Mundo não estava gostando do resultado dentro de campo e já aos 23' fez a sua primeira substituição na sua equipe.

O resultado veio 10’ depois, pois o time do Novo Mundo teve a oportunidade de diminuir com uma batida de falta de longa distância de Léo Glonek, o Novo Mundo mostrou que seu time estava vivo na partida e fez outro belo gol na partida, diminuindo o placar em 4 a 1

Nos minutos finais, o escrete do Novo Mundo, novamente em bola parada conseguiu diminuir. Desta vez, com um pênalti, em que o Wesllem Pelézinho tocou com a mão a bola dentro da área depois de um cruzamento. O árbitro Cleberton Ponse viu e assinalou pênalti. Na cobrança, Matheus Bueno bateu na medida e a bola foi no cantinho, sem chances para o goleiro Jonathan. Mesmo após o gol do Novo Mundo, o time visitante, abusado, não quis saber de mando de campo e tratou de ampliar o marcador da Arena Vermelha, em 4 a 2. Primeiro tempo de bastante gol e as duas equipes mostrando suas forças. 


SEGUNDO TEMPO – Na volta para a parte complementar do embate, o início também foi arrebatador, pois já aos 3' o camisa 10, Matheus Bueno, marcou o terceiro do Novo Mundo, após receber um cruzamento na medida e concluir em cheio para o gol do Tricolor. Alegria da torcida do Novo Mundo, que fez marcou presença, mesmo com chuva. E te digo amigos, o Novo Mundo voltou e mostrou muito resultado, após a conversa no vestiário. Aos 6', com um chute de fora da área da equipe da casa, a bola bate na trave e Coxinha estava ali, embaixo das traves, e mandou no fundo das redes, para a vibração no estádio, que comemorou o gol de empate - 4 a 4.

Com o placar empatado, o time visitante não se abateu depois de dois gols, com seis minutos de jogo. Já que minutos depois a equipe do Operário Pilarzinho fez o quinto gol, desempatando o embate, em 5 a 4, com 16’. Mas como o duelo estava aberto e com as duas equipes querendo a vitória, o placar ficou empatado novamente. Desta vez, aos 21', a equipe do Novo Mundo aproveitou um cruzamento e deixou tudo igual no placar da Arena Vermelha. 


O gol deu mais motivação para a equipe da casa. Dito e feito, o treinador do Novo Mundo fez mudança na sua equipe, pois ele soube que não estava nada decidido. Ele estava certo, pois minutos depois, aos 30’, ele novamente, Matheus Bueno fez outro belo gol na partida e virou em 6 a 5, a favor do Novo Mundo. Até este período da partida, pareceu que o resultado já estava definido, pois faltavam poucos minutos para o árbitro apitar o final do embate. 

Ainda mais quando o Cleberton expulsou o zagueiro Bruno do Pilarzinho, aos 35'. Segundo o árbitro, o zagueiro reclamou demais e expulsou. Sem contar que as duas equipes estavam bastante nervosas. Mas o futebol é uma caixinha de surpresa. Sim! Ah, o futebol. Pois é, os deuses deste esporte, o futebol, estavam presentes nesta tarde chuvosa em Curitiba. Já que nos minutos finais, o time do Pilarzinho conseguiu empatar a partida com um pênalti, Yan chamou a responsabilidade e aos 42' marcou o 12º gol da partida e o último do embate. Final, Novo Mundo e Pilarzinho empataram em 6 a 6.



__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, 
desde que citada a fonte.