Paulinho Alves - Série Heróis do Subúrbio [1]



Este é o primeiro vídeo da série Heróis do Subúrbio, que contará a história de homens que construíram seus nomes na história do futebol amador curitibano. Para começar, confira a trajetória do meia Paulinho Alves. Com boas passagens nas categorias de base do futebol profissional, há mais de dez anos desfila seu futebol nos gramados suburbanos.

#ENTREVISTA

Por Equipe Do Rico ao Pobre

O meia Paulinho Alves teve o seu primeiro contato com a bola em Maringá, com o professor Marco Aurélio (ex-goleiro do Flamengo). O início rendeu passagens no futebol profissional em várias equipes paranaense e em várias categorias, antes de ir ao futebol amador de Curitiba.

Com isso, Paulinho Alves disputou os primeiros campeonatos com time de Marco de Aurélio e dentre eles, o meia foi campeão de um em Santa Catarina. E foi neste certame que Paulinho conseguiu despertar interesse em outras agremiações. Sendo mais preciso, a equipe do Alto da Glória, o Coritiba. Com o decorrer do tempo, Paulinho teve passagens por Malutrom, sendo campeão da Série C. Depois jogou pelo União Bandeirantes, sendo esse o primeiro contrato como profissional. Após disso, fechou o contrato com o Iraty e foi campeão em cima do ex-clube.
 
Mas o meia Paulinho comenta que quando assinar contrato naquela época não era nada fácil, pois o atleta pegou a transição da aplicação da Lei Pelé, em que o atleta ou grupo de empresários tomavam conta do passe. Dentre outras oportunidades, Paulinho aponta e esclarece que neste tempo apareceu muito oportunista querendo se aproveitar de diversos atletas. Sendo que o empresário ganha muito e o jogador quase nada.

Após recusar propostas de times "pequenos", Paulinho foi treinar a parte física no Vila Hauer em meados da década 2000. Na dúvida, o meia aceitou treinar depois de convites de amigos e ficou no aguardo do empresário até que surgisse uma proposta. Não deu outra, 2004 foi o início no futebol amador de Paulinho Alves. O meia destaque que neste período, o futebol amador de Curitiba tinha ótimos jogadores. Diferente deste momento.

Com passagens em vários clubes do amador, Paulinho destaca os clubes em que foi campeão. O Caxias em 2010 e o Nova Orleans em 2014. Ambos com sinônimo de superação e votante chegaram ao título. Com tanta história pra contar e muitos anos vivido no futebol amador e profissional, o meia ainda não encerrou o fim da sua carreira como jogador. Isto ainda é uma incógnita para 2016, mas largar o futebol amador ele não pensa tão cedo.

- Confira na íntegra a entrevista da Série Heróis do Subúrbio:





ATENÇÃO: O site Do Rico ao Pobre conta com VOCÊ para continuar essa série! Deixe nos comentários a sua sugestão. O indicado pode ser atleta ou já ter pendurado as chuteiras. E aí? Quem merece estar nesse grupo seleto?

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO