Giovani, o destaque da partida entre Trieste e Nova Orleans


A última cobertura da equipe drap na primeira fase da Suburbana 2015 foi marcada por um Trieste que soube jogar fora de casa. O Orleans, adversário da vez, precisava vencer para escapar da ZR e brigar por uma classificação. O tricolor, já na segunda fase, entrou mais tranquilo. Mas pra quem achou que o time da colônia vinha de sangue doce...
Por Dudu Nobre

Se enganou. O primeiro tempo foi equilibrado, sem grandes chances. Mas o nosso personagem já articulava suas jogadas. Na segunda etapa, o treinador Valmir constantino substituiu Picachu por Guerrón. O UNO passou a pressionar mas deixou espaços. E é aí que o jogador inteligente aparece.

Aos 15 do segundo tempo, Giovani chama a falta e é tocado na ponta esquerda. A turma da zaga foi pra área. Mas sua visão apurada viu o canto esquerdo se oferecendo. Teve a ousadia de bater no gol e , com a ajuda de um quique, matou Rogério.

Um gol que deu vantagem mas, principalmente, abalou um oponente já pressionado. Ainda teve um segundo gol, mas já era tarde. O alviverde caiu diante de um furacão chamado Giovani.




__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, 
desde que citada a fonte.