Anfitriões prometem quebrar a sequência de resultados ruins na 4ª rodada da Suburbana 2015


Com 17 embates, em três rodadas, os visitantes estão tomando conta na Suburbana 2015. Até o momento, apenas uma vitória do time da casa (Renovicente) contra sete dos visitantes. Sendo que a maioria dos resultados foram de empates, no total nove confronto terminaram com nenhum vencedor. Partindo desta perceptiva, podemos notar que o certame deste ano promete  e já demonstra muito equilíbrio.

Por Rafael Buiar

A 3ª rodada da Suburbana 2015 novamente foi dos times visitantes, pois dos cinco embates nenhum anfitrião conseguiu o triunfo. Destaque para a vitória do time de Santa Felicidade, Trieste diante o escretedo Santa Cândida, que perdeu o aproveitamento de 100%. Com a vitória do time da colônia, a liderança do grupo A foi alterada em relação a rodada anterior, mas não de bairro, já que o passou do Iguaçu para o Trieste. O time do Iguaçu não pontuou, pois o embate que seria realizado no Manecão foi cancelado devido as fortes chuvas que ocorreram na última semana e que não deixou o campo em condições de jogo. A outra equipe que poderia assumir a ponta era o Vila Fanny, que perdeu de 2 a 0 em casa, novamente, para a agremiação do Nacional. Do outro lado, o escrete do Nova Orleans não conseguiu vencer em casa o Operário Pilarzinho e amargura a lanterna do grupo A.

No grupo B, o Renovicente, que mesmo com a derrota é líder. Mas a ponta da chave está ameaçada, já que o escrete do Urano não jogou na rodada e segue com dois pontos a menos. Além de Nacional, que venceu o Vila Fanny fora de casa, e do Operário Pilarzinho, que também venceu fora de casa o atual campeão, Nova Orleans, estarem na cola com um ponto a menos que o time do Santa Cândida. Na parte debaixo do grupo, Santa Quitéria e Vila Hauer, que empataram, Novo Mundo e Bangu, respectivamente, seguem com dois pontos em três rodadas.


A terceira rodada, até agora, foi a que menos teve gols, em relação as rodadas anteriores. Talvez, o grande motivo disso seja o adiamento entre Urano e Iguaçu. Ao todo, a 3ª rodada teve 12 gols, quatro a menos que as duas primeiras rodadas que tiveram 16 gols. Jogar fora de casa não amedrontam mais ninguém, já que os visitantes marcaram mais que os times que jogaram em seus dominíos. Em três rodadas foram 27 gols contra 17 dos anfitriões.

Outro ponto de destaque foi que em três rodadas seis equipes ainda não sabem o que é perder, Nacional, Trieste, Operário Pilarzinho, Urano, Iguaçu e Novo Mundo. Por outro lado, cinco clubes não venceram ainda: Santa Quitéria, Vila Hauer, Bangú, Novo Mundo e o Nova Orleans, que ainda não pontuou no certame.


Para a 4ª rodada da Suburbana 2015, o atual líder do grupo A, Trieste, irá enfrentar o vice campeão de 2014, Operário Pilarzinho, que ainda não sabe o que é perder na competição, no Estádio Francisco Muraro, em Santa Felicidade. Já o rival, Iguaçu, que “folgou” na rodada anterior irá enfrentar o líder do grupo B, Renovicente, no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli, em Santa Felicidade. O time do Vila Fanny que está entre os líderes e quer tomar a frente na classificação irá duelar diante o Santa Quitéria no Estádio Ismael Gabardo. A equipe do Novo Mundo vai em busca da primeira vitória na competição diante o escrete do Urano, na Arena Vermelha.

O time do Bangú irá enfrentar a equipe que é uma das sensações do campeonato, o Nacional do Boqueirão, que ainda está invicto e está na vice liderança do grupo b, no Estádio Octávio Silvio Nicco, no Mossuguê. No Estádio Donato Gulim, o choque dos lanternas, Vila Hauer (grupo B) e Nova Orleans (A).

CLASSIFICAÇÃO
Grupo A
PONTOS
Grupo B
PONTOS
1º Trieste
5
1º Renovicente
6
2º Iguaçu *
4
2º Nacional
5
3º Vila Fanny
4
3º Pilarzinho
5
4º Novo Mundo
3
4º Urano *
4
5º Bangu
2
5º Santa Quitéria
2
6º Nova Orleans
0
6º Vila Hauer
2

__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.