Nacional se recupera da goleada e vence o Danúbio


No aniversário de Curitiba, o escrete do Nacional recebeu o Danúbio (Guarapuava), no Estádio XV de Agosto, e conseguiu apagar da memória a goleada sofrida na última partida pelo Grêmio Liquigás, com o resultado de 2 a 0 na terceira rodada do Grupo B.  Com a vitória, o time do Boqueirão respira e ainda acredita na vaga para segunda-fase da Taça Paraná.

#SUBURBANA
Por Rafael Buiar

Com o clima fechado, típico da capital paranaense, o confronto diante o Danúbio foi amarrado nos primeiros minutos. Mesmo assim, a equipe do Nacional foi a que mais procurou o gol, com 15 minutos. Talvez seja pela goleada sofrida no último domingo, nada mais justo em querer mudar de postura para os torcedores que estava presentes no XV de Agosto. Passados dos 15’, a partida não teve nenhum lance perigoso. Mas com o gramado molhado, a única alternativa de ambos os times foi o chute de fora área. Oportunidade essa que foi criada com o camisa 9 do Nacional, Guilherme, em jogada individual e quando ficou livre arrematou, mas no meio do caminho teve um leve desvio do meio de campo Juninho e quase complicou o goleiro do Danúbio. Sendo essa a primeira oportunidade clara de gol, aos 16’ da etapa inicial.

A equipe de Guarapuava depois desse lance começou a se movimentar melhor, pois o time do Nacional ficou com o setor defensivo mais exposto depois de várias investidas na área do Danúbio. Sendo assim, vários contra-ataques foram criados pelo time visitante. Dentre eles, o escrete do Danúbio desceu em velocidade pela direita após ótima trama na ‘meiuca’, que terminou com a boa conclusão de Michel, que só não entrou por causa da ótima defesa de goleiro Alexandre, com 30’ de jogo.


Nos minutos finais, o jogo foi bastante faltoso. Fato que dificultou o desempenho do bom futebol de ambas as equipes. Dentre essas faltas, o árbitro Luiz Alexandre Fernandes deu dois cartões amarelos, um para cada time. No último lance da primeira etapa, o escrete do Danúbio ainda teve um tiro indireto dentro da área. Michel rolou para Dino, que bateu forte nas mãos de Alexandre que manteve o placar fechado até o apito final do árbitro Luiz.

SEGUNDO TEMPO – Na etapa complementar, o time da casa entrou mais aceso, em relação ao primeiro tempo. Mas nenhum lance claro para abrir o placar no XV de Agosto. Enquanto isso, o Danúbio tentou furar o bloqueio da marcação adversária no meio de campo e não conseguiu com um pouco mais de 10’ de bola rolando. Sendo assim, um início de segundo tempo fraco tecnicamente. Em números, a equipe da casa teve três oportunidades contra duas do Danúbio.


Passados dos 15’, o comandante da equipe de Guarapuava, Alaor Gomes, promoveu duas alterações, uma por lesão e outra por parte técnica. A troca até que deu uma melhora para o Danúbio, em relação a volume de jogo. Mas em finalizações, sem sucesso. Com isso, o time da casa, que também teve substituição, aproveitou a falha do meio de campo do Danúbio e desceu em velocidade pela esquerda com Fábio que passou por Péricles e tocou forte na pequena área para Guilherme abrir o placar aos 29’ da etapa complementar.

Com o placar ao seu favor, o time do Nacional cadenciou a partir dos 30’ sem passar sustos. Mesmo assim, o time da casa quase ampliou com outra jogada pelo lado esquerdo. Sendo essa, a principal arma diante do time de Guarapuava, já que pecou várias vezes neste setor. Aos 40’, a equipe da casa sofreu falta infantil pelo flanco esquerdo. Cobrança que Marquinhos arrematou e fez 2 a 0, para a equipe do Nacional, que se recuperou depois da goleada no último domingo. Com o vigor físico e mais futebol, a equipe da casa conseguiu segurar em mais 8’ de jogo o placar em 2 a 0 até o apito final do árbitro Luiz Alexandre, que não se comprometeu e fez o arroz com feijão em um pouco mais de 90’ de bola rolando. 


Xxxxxxxxxxxxxxxxxx A PRÓXIMA RODADA xxxxxxxxxxxxxxxxxxX
A equipe do Nacional jogará novamente em casa na rodada seguinte, mas o adversário será o Grêmio Liquigás, da cidade de Araucária. Ótima oportunidade para reverter o placar da segunda rodada, que foi de 7 a 2. Já o time de Guarapuava, irá jogar em casa diante o líder, Fanático de Campo Largo. Com a vitória do Nacional, a equipe do Boqueirão fica se mantém na última posição, mas com a mesma pontuação do segundo colocado, Grêmio Liquigás, e o terceiro colocado, Danúbio.

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxX

Nacional: Alexandre; Carlinhos, Fontelli (Jefferson), Mateus e Flávinho (Luciano); Gilson, Juarez, Marquinhos e Juninho (Renato); Guilherme (Thiago) e Fábio (Matheus). Técnico: Alemão.

Danúbio: Pericles; Jacaré, Tabico, Matheus, Lucas Vasco; Etiene, Murilo, Dino, Everson; Michel (Filipinho) e Marcelinho (Dielson). Técnico : Alaor Gomes.

Gols: Guilherme aos 30 e Marquinhos aos 39' do 2º tempo. (Nacional)
__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.