Trieste ganha e sobe na tabela


O treinador Cláudio Marques encontrou o sistema de jogo do Trieste e, a cada jogo, a sua equipe demonstra evolução na competição. A vitória de 4 a 1 no último sábado (23) diante da equipe do Uberlândia, na sexta rodada da Suburbana 2014, pareceu mostrar que seu time não irá brigar mais contra a ZR. O embate no Estádio Francisco Muraro foi totalmente a favor da equipe casa, que com o gol relâmpago soube administrar e abrir larga vantagem no placar sem a reação da equipe do Uberlândia.

#SUBURBANA
Por Rafael Buiar

Antes de rolar a bola no jogo principal, o time juvenil do Trieste venceu o Uberlândia no placar 4 a 0. Com essa inspiração, o time do Trieste na categoria adulta começou todo ofensivo e já proporcionou diversos ataques ao goleiro Bruno, do Uberlândia, nos primeiros minutos. Desta forma, a equipe da casa conseguiu dois escanteios e, no último, abriu o marcador com Muriel, que pulou sozinho aos 4' para concluir. Após o gol, a equipe visitante, que não estava muito ligada, buscou algumas alternativas em jogadas de contra ataque pelo lado direito. Mas, o que parecia ser uma reação, pouco durou. Passados cinco minutos, a equipe da casa se postou ainda melhor no meio de campo, trocando vários passes esperando o bote certo para aumentar o placar. Sendo assim, o volume de jogo foi maior por lado do Trieste no início.

Foto: Do Rico ao Pobre
Passados 15', o embate equilibrou, já que como ambas equipes buscaram o gol, o sistema defensivo ficou aberto. Destaque para a defesa do Trieste, que conseguiu controlar quase todas as ações ofensivas do ataque do Uberlândia. Ataque e defesa do Trieste em sintonia, aliás, pois Tomate recebeu dentro da área e ainda teve frieza para driblar o zagueiro e o goleiro, para então concluir e comemorar o segundo gol da tarde, aos 17' da primeira etapa. Trieste 2 a 0 em menos de vinte minutos. Resultado que deu tranquilidade a equipe da casa, que a partir do gol de Tomate começou a jogar mais solto. O exemplo maior foi aos 19', em que o atacante Washigton tentou encobrir o goleiro Bruno, mas a oportunidade não foi aproveitada pelo camisa nove do Trieste.

Do outro lado, o gol desmotivou a equipe visitante que ficou sem reação e foi envolvida pela equipe da casa, que aproveitou o momento e trocou vários passes na intermediária do Uberlândia. Passes que deram origem à jogada individual de Marcelo, que passou por vários marcadores e chutou de longa distância sem chances para Bruno, aos 23. Trieste 3 a 0. Minutos depois, outro lançamento da esquerda para área, que poderia ser o quarto gol em menos de 30' da primeira etapa, mas desta vez o atacante do Trieste estava impedido. Com a vantagem no placar, a equipe relaxou. Mesmo assim, o time do Uberlândia só chegou e pouco assustou com bolas paradas, já que a zaga do time da casa foi eficiente. Nos minutos finais, as alternativas foram ligações diretas, principalmente, do time da colônia, mas sem sucesso até o apito final do primeiro tempo pelo árbitro Lucas Paulo Torezin, que ainda deu mais dois minutos de acréscimo.


Foto: Do Rico ao Pobre
A segunda etapa demorou mais que os 15' tradicionais para retomar. Mesmo assim, a reação do Uberlândia não apareceu, já que não aproveitou as poucas oportunidades logo no início do segundo tempo. Diferente disso, o baixinho rápido do Trieste, Alex, aproveitou de sua velocidade e infernizou a equipe visitante. Não deu outra, em pouco minutos, na sua terceira oportunidade, Alex cruzou na medida para Maicon fazer o quarto do Trieste, aos 2' da etapa complementar. O quarto gol da equipe triestina foi fundamental para as trocas feitas pelos treinadores do Uberlândia, já que alteraram duas peças após o gol. Saíram Wesclei e Evandro para a entrada de Adriano e Gustavo. Aos 9', o atacante Jonatas, do Trieste, arrancou em jogada de contra ataque e tocou para o baixinho 'arretado' da partida, que perdeu, sem goleiro, mais uma oportunidade. Aos 16', o meio de campo era todo do time da colônia, mas, em uma falta na esquerda, a equipe do Uberlândia aproveitou a falha do goleiro Rogério e diminuiu o placar com Taxinha. Na sequência, o time visitante teve outra oportunidade, mas, impedida, a jogada parou o que poderia ser o segundo gol do Uberlândia, e foi muito contestada pelos jogadores.

Mesmo com o gol sofrido, a equipe do Trieste tirou o pé e diminuiu o ritmo de jogo confortável com a folga no placar. Consequentemente, o time visitante melhorou, principalmente Taxinha, que chamou a responsabilidade para si na equipe adversária. Persistindo, a equipe do Uberlândia ainda mandou uma bola no travessão com o lateral Divo. Enquanto a pressão do time visitante estava à todo vapor, o treinador Claudio Marques mexeu no time: saiu um volante (Tomate) e entrou um atacante (Julianinho). Substituição que deu resultado e mostrou que o técnico do Trieste tem o time na sua mão. Aos 30', o time de Santa Felicidade optou pelo contra-ataque, mas sem muita ação e aquela força de vontade que tinha nos primeiros minutos da partida. Sendo assim, o Urbelândia, ainda querendo diminuir o placar, avançou todo o seu time, deixando o último homem à frente do meio de campo. Mas essa gana toda em tirar a vantagem do Trieste não vingou e a força do Uberlândia diminuiu. Assim, neste período o jogo ficou amarrado, com muitas faltas no meio de campo, até o árbitro Lucas Torezin decretar o final do jogo.

Foto: Do Rico ao Pobre
Com este resultado, a equipe do Trieste saiu da incômoda 10ª colocação e saltou para a 6ª, com sete pontos. Já o time do Uberlândia caiu algumas posições e agora ocupa a 9ª colocação com seis pontos. Na pŕoxima rodada, o time da colônia vai até o Estádio José Drulla Sobrinho enfrentar o Nova Orleans. A equipe do Uberlândia joga em casa contra o Vila Hauer, que venceu na última rodada.

- CONFIRA OUTRAS FOTOS DA PARTIDA NA PÁGINA DO FACEBOOK: DO RICO AO POBRE

Confira os melhores momentos: www.youtube.com/watch?v=fRMMAXosJmk



 ___________________________________________________
FICHA TÉCNICA – TRIESTE 4 X 1 UBERLÂNDIA

Trieste: Dida(Rogério); Marcelo, Carlinhos, Muriel e Anderson; Bruno, Jhonny, Tomate e Maincon; Jonatas e Washigton. Treinador: Cláudio Marques.

Uberlândia: Bruno; Divo, Guilherme, Dog e Cesinha; Nepo, Taxinha, Evandro e Wesclei; Paulo e Ceará. Treinador: David e Joazinho.

Local: Estádio Francisco Muraro, Santa Felicidade
Gols: Muriel aos 4' do 1º tempo, Tomate aos 18 do 1º tempo, Marcelo aos 23 do 1º tempo e Maicon aos 4 do 2º tempo pelo Trieste e Taxinha aos 16 do 2º tempo pelo Uberlândia.

Cartões Amarelos: Marcelo, Bruno, Carlinhos (Trieste) e Nepo, Dog e Adriano (Urbelândia)
Árbitro: Luis Paulo Torezin / Assistentes: Cesar da Silva Nogueira e Alexsandro Euzébio da Silva
__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.