ACP, o último ‘caipira’ campeão paranaense


Há sete anos, o interior do Paraná também estava em festa e comemorava mais um título de campeão paranaense. Desta vez, era o Vermelhinho do fim da linha, o Paranavaí que desbancou o Paraná Clube e ergueu a taça pela primeira vez. A equipe que recentemente foi rebaixada para a Divisão de Acesso foi a última equipe fora do eixo da capital a ser campeã. Confira a trajetória do único título do ACP:
#CLUBE
Por Rafael Buiar

Nos últimos dias, a imprensa tem circulado muitas matérias em relação a festa do interior, entre os clubes da cidade de Maringá e Londrina. Nada mais que justo, quando duas cidades que fizeram parte da história em décadas anteriores e atualmente estão “renascendo” no cenário local e até nacional. Tudo culpa das novas gestões de Maringá Futebol Clube e Londrina Esporte Clube, que estão apresentando um ótimo trabalho. Motivo que faz a torcida do Atlético Clube Paranavaí lembrar os bons tempos de 2007, quando o time do noroeste conquistou o Campeonato Paranaense pela primeira vez.

Não há como negar, que o Paranavaí, que recentemente completou 68 anos, tem um fato marcante em toda a sua trajetória, o caneco de 2007. A competição que traz boas lembranças foi totalmente diferente da de 2014, já que o certame da época teve 16 clubes. Desses 16 times, apenas a metade esteve no estadual deste ano – Toledo, Rio Branco, Cianorte, Atlético, JMalucelli, Paraná Clube, Londrina e Coritiba. O regulamento na primeira fase foi de quinze rodadas entre os participantes, em apenas em turno: Com isso, o Vermelhinho somou sete vitórias, cinco empates e apenas três derrotas. Números que garantiram o avanço do clube para a próxima fase.  Após as quinze rodadas, as oito melhores equipes foram classificadas para a segunda fase e o time do Paranavaí ficou em quinto lugar, com 26 pontos, quatro a menos que o líder Adap/Galo Maringá. 

Foto: Diário do Noroeste
1ª Fase do Campeonato Paranaense de 2007
ACP 3 X 1 Toledo; Iguaçu 0 X 4 ACP; ACP 2 X 2 Roma Apucarana; ACP 1 X 1 Galo ADAP; Cascavel 0 X 2 ACP; ACP 3 X 0 Engenheiro Beltrão; Rio Branco 1 X 0 ACP; Cianorte 2 X 2 ACP; ACP 2 X 1 Atlético; Portuguesa Londrinense 0 X 1 ACP; ACP 0 X 1 J. Malucelli; ACP 3 X 2 Paraná Clube; Londrina 6 X 2 ACP; Nacional 3 X 4 ACP; ACP 2 X 2 Coritiba e Iraty 2 X 2 ACP.

A segunda fase foi menor e mais equilibrada. Portanto, mais sofrível para a equipe do noroeste do Estado. O caminho do Vermelhinho foi de seis confrontos e teve Rio Branco, Cianorte e Atlético como seus adversários. Ao todo, o ACP teve quatro empates que quase o tiraram da semi, mas a vitória sobre o Atlético foi fundamental para o triunfo da classificação do Vermelhinho. Os embates da segunda fase foram: Rio Branco 0 X 0 ACP; ACP 1 X 2 Cianorte; ACP 1 X 0 Atlético; Atlético 1 X 1 ACP; Cianorte 1 X 1 ACP e ACP 3 X 3 Rio Branco.

Com a classificação para a semifinal do certame, que aconteceu na última rodada, no empate de 3 a 3 com o time do litoral, Estádio Waldemiro Wagner. O time do Paranavaí ficou na segunda colocação, com um ponto a menos que líder Atlético e estava entre as quatro melhores equipes do campeonato. Até aquele momento, o ACP não tinha perdido para nenhuma equipe da capital e não seria na semifinal que isto iria acontecer. Dito e feito, o Vermelhinho passou em cima do time alviverde e avançou para final do Campeonato Paranaense de 2007, em dois jogos disputadíssimos. - ACP 3 X 2 Coritiba e Coritiba 1 X 1 ACP.

Foto: Arquivo GRPCOM
O Estádio Waldemiro Wagner foi um dos principais fatores pela ótima campanha do ACP, pois a equipe perdeu apenas três vezes em todo campeonato. Números que o levaram fácil para sua final inédita. Final que novamente teve outra equipe da capital no caminho do Vermelhinho, duelo que foi decidido em duas partidas e o clube de melhor campanha em todo o campeonato jogou a segunda partida em casa, caso do Tricolor da Vila Capanema que buscava o bicampeonato. Assim, com a base do campeonato todo, o Paranavaí foi a campo com: Vanderlei; Rodrigo Delazari, Diego Corrêa, Robenval, Gilberto Flores; Márcio, Tales, Agnaldo (Rafael), Roque (Adriano); Tiago e Edenilson (Léo Santos), que foi comandado pelo treinador Amauri Knevitz.  

A finalíssima do campeonato foi de muito equilíbrio. Devido a isso, apenas um gol definiu o campeão de 2007 e foi marcado no primeiro confronto das duas partidas. Tales, aos 23’ da segunda etapa deu números finais no campeonato logo no primeiro confronto, já que o embate em Curitiba terminou com o placar fechado. “E o que parecia moleza, ou pelo menos razoável, desembocou numa tragédia paranista”, como disse o colega de profissão André Pugliesi em sua coluna no jornal Gazeta do Povo.

- Poster da Terra do Campeão Paranaense de 2007 (Paranavaí)
__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.