Torneio da Morte: Uma chance a mais para ter garantia na elite do Paranaense de 2015


No mesmo final de semana que começa os confrontos de mata-mata do Campeonato Paranaense de 2014, o Torneio da morte também terá o seu ponta pé inicial. Competição que irá definir os rebaixados da primeira divisão do estadual deste ano. A disputa será em dois turnos entre as quatro equipes que tiveram as piores campanhas na primeira fase, Cianorte(14), Operário(13), Arapongas(11) e Toledo(5).


Por Rafael Buiar

As onze rodadas iniciais não foram suficientes para Cianorte, Operário, Arapongas e Toledo ficarem entre os oitos classificados, com isso restou o que pode ser chamado de repescagem para os quatro times. Ainda dá tempo de se livrar da péssima campanha, principalmente, para a equipe do oeste do Paraná, que fez apenas cinco pontos dos 33 disputados. O Porco venceu apenas na segunda rodada a equipe do Atlético alternativo, desde então, só ficou com um empate na última rodada com o concorrente Arapongas.

Produção Do Rico ao Pobre

O saco de pancadas na primeira fase irá percorrer aproximadamente 2 080 km para, pelo menos, ficar na segunda colocação e se safar do rebaixamento. O primeiro confronto é a viagem mais curta, são 221 km para a cidade de Cianorte. Na primeira fase, o Porco perdeu para o Leão do Vale do Ivaí no placar de 2 a 0 em seus domínios. Agora, o confronto será no Estádio Albino Turbay. Confronto que não acontece desde o ano passado, em que o TCW venceu fora de casa no placar de 1 a 0. Resultado que motiva os jogadores do Porco para iniciar com pé direito o Torneio da Morte.

Já a equipe do Cianorte, que na última rodada figurou entre os oito melhores times do certame, não contava com o gol de Vinicius nos minutos finais. Resultado que frustrou a todos da equipe do noroeste do estado e o tirou da próxima fase. Com isso, o Leão do Vale do Ivaí foi a segunda equipe que mais empatou em 11 rodadas, ao todo foram cinco empates. Na maioria desses empates, o Cianorte esteve na frente do placar, mas não aguentou a pressão e cedeu a igualdade no placar. Agora, o time do noroeste terá que percorrer em torno de 1.490 km para ficar na elite do futebol paranaense.

Foto: Fanpage Cianorte FC
O penúltimo colocado em 12 rodadas foi a equipe do norte do Paraná, o Arapongas, que por sinal foi a que mais trocou de treinadores. Junto com o Cianorte, foi a segunda equipe que mais empatou na competição. O auge no Paranaense 2014 foi entre a quinta e sétima rodada, com uma vitória e dois empates. Mas o que pintou de estranho na não classificação do Arapongão foi que as duas vitórias foram nos times que se classificaram entre as oito melhores, Londrina e Rio Branco. Ambas as vitórias foram no Estádio dos Pássaros, sinal que a casa do Arapongão amedrontará os adversários deste quadrangular. O Arapongas viajará em torno de 1.582 km para tentar permanecer na ‘primeirona’ em 2015.

A equipe que mais irá viajar neste Torneio da Morte é a que mais empatou em 12 rodadas, o Operário de Ponta Grossa. Aproximadamente 2.212 km, mais de um dia percorrendo as estradas do Paraná.  Cerca de 27 horas e 34 minutos só na estrada, a primeira parada será na segunda rodada em Toledo. Mas a estreia no quadrangular será no Estádio Germano Kruger com o Arapongas. Confronto que aconteceu na sexta rodada da primeira fase, que terminou empatado em 2 a 2.

Foto: Divulgação 

 - CONFIRA A TABELA DO TORNEIO DA MORTE:

Turno
1° rodada – 16 de março (domingo)
Cianorte x Toledo e Operário x Arapongas

2° rodada – 23 de março (domingo)
Arapongas x Cianorte e Toledo x Operário

3° rodada – 26 de março (quarta)
Operário x Cianorte e Arapongas x Toledo

Returno
1° rodada – 30 de março (domingo)
Toledo x Arapongas e Cianorte x Operário

2° rodada – 06 de abril (domingo)
Toledo x Cianorte e Arapongas x Operário

3° rodada – 13 de abril (domingo)
Cianorte x Arapongas e Operário x Toledo


__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.