O caminho para a conquista do Paranaense 2014 está mais curto


A 11ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Paranaense de 2014 encerrou neste domingo (09) e definiu todos os classificados para a disputa do mata-mata e também para o “torneio da morte”. Como a pontuação esteve muito próxima do oitavo ao primeiro colocado, aconteceram muitas variações entre os confrontos para a próxima fase durante toda a rodada deste final de semana. E é isso que o Blog Do Rico ao Pobre irá analisar, junto a campanha de Paraná Clube, Coritiba, Maringá, Londrina, JMalluceli, Prudentópolis, Rio Branco e Atletico.

#ESPECIAL
Por Rafael Buiar

Antes de a bola rolar na última rodada, apenas duas equipes já estavam classificadas para a fase seguinte, Coritiba e Maringá. Com isso, enquanto saíram os gols na 12ª rodada, a classificação sofreu bastante oscilações nas posições e nos duelos da fase seguinte. O primeiro colocado na tábua de classificação foi o Tricolor da Vila Capanema, que antes dos últimos 90 minutos, esteve na quarta colocação, atrás de Coritiba, Maringá e do rival Atlético. Mas bastaram 40 minutos de bola rolando para fixar a sua posição na ponta da tabela, já que os demais resultados favoreceram a sua subida ao topo. Pois nessa altura da rodada, o Paraná Clube estava vencendo o ‘Furacão alternativo’ em 2 a 0 na Vila Capanema. Com esse e os demais resultado no decorrer da rodada, a equipe do Tricolor esteve entre o Rio Branco e o Atlético como adversário para a próxima fase. Mas o Furacão terá mais duas partidas para se redimir do vexame da última rodada.

Marcelo Andrade - Gazeta do Povo
Assim, podemos analisar durante toda campanha que o ataque foi a principal arma para o tricolor avançar bem para a próxima fase. Não pelo maior número de gols, fato que a equipe do Maringá conquistou, e sim pelo contratado durante a competição, Giancarlo, que foi um dos principais pontos para fazer a torcida acreditar e livrar a pele do técnico Milton Mendes. De lambuja, Giancarlo é o artilheiro da competição. Desta forma, o Paraná Clube entra no pareô para disputa do Estadual de 2014.

Roberto Custódio -Jornal de Londrina
O segundo colocado foi a equipe do Alto da Glória, o Coritiba, que antes do início da rodada estava na ponta da tabela. Mas com o revés no norte do Paraná para o Londrina de 2 a 0, o time se sustentou na vice-liderança. A liderança conquistada durante a competição pela equipe titular do Coxa foi perdida a partir dos 10 minutos do primeiro tempo, quando Arthur abriu o placar no Estádio do Café. Desde então, a equipe que estava desfalcada não emitiu nenhuma força ofensiva. Já o Coritiba durante os 90 minutos, teve inúmeros adversários. Até os 40’, o time alviverde pegaria o Prudentópolis. Passados cinco minutos, o Cianorte abriu o placar diante a equipe do Prude. Resultado que trocaria o adversário do Coxa com a equipe do Rio Branco e que se manteve até o final da rodada. Fato que comprova é que a equipe titular do Coritiba é uma das melhores da competição, enquanto o time reserva e o alternativo são pau-a-pau com os quatros últimos que estão no 'torneio da morte'. O pior, é que a equipe alternativa venceu o Paraná Clube. Pois é, coisas do futebol.

Foto: Facebook do clube
O terceiro colocado é do norte do Paraná, que perdeu uma posição apenas, em relação a penúltima rodada. O declino na tabela veio após o empate com a equipe de Paranaguá em 1 a 1. Mas até os 40 minutos de partida, a Zebra esteve vencendo o time do Rio Branco. Resultado que deixava a equipe do norte do Paraná na liderança e enfrentaria o mesmo Rio Branco na próxima fase. Com o empate, o adversário passou a ser o rival Londrina. Mas nos minutos finais, o JMalucelli empatou diante o Operário. Por isso, o time do Tubarão subiu posições e o Prudentópolis empatou com o Cianorte. Assim, automaticamente trocou o adversário da Zebra aos 42 do segundo tempo, que no final ficou com a equipe do sudoeste do estado do Paraná. Duelo que repete a final da Divisão de Acesso de 2013, Maringá e Prudentópolis. 

Foto: Robson Vilela - Redação em Campo
A quarta equipe na tábua de classificação foi o Londrina, que começou a 11ª rodada com a última vaga, em oitavo lugar. Mas com motivação e determinação, jogou muito mais que a equipe de Curitiba que o consagrou em uma bela vitória. Com os resultados da rodada, o Tubarão oscilou entre Maringá e o Jotinha no confronto para a próxima fase. Mas ficou com o acostumado JMalluceli. Confronto que já está tornando rotina entre as equipes, pois se enfrentaram varias vezes nos anos anteriores, principalmente, na Série D do Campeonato Brasileiro. Analisando durante a campanha, o time do norte não é o mesmo da temporada passada, mas com a classificação a equipe pode garantir o seu objetivo que é estar na competição nacional mais uma vez. O mesmo pode se dizer do “intruso da capital”, o jotinha. A quarta potência de Curitiba começou a última rodada na quinta colocação, mas com o gol aos 45’ da primeira etapa no Operário, subiria para a vice liderança e definia como adversário o Rio Branco. Resultado que foi alterado aos 34’ com o gol de pênalti de Sandro. Com o empate em 1 a 1, o adversário mudou e passou a ser o já conhecido de Sandro Forner, o Londrina. O time do JMallucelli era o mais compacto até a sétima rodada, onde era o líder da competição. Mas como toda equipe de futebol, não manteve a mesma pegada na competição. Assim, aconteceu um declínio no campeonato e teve três derrotas seguidas no certame, para Coritiba, Prudentópolis e Atlético. Depois das derrotas, recuperou-se, e é um forte candidato a disputar novamente a Série D.

Foto - Divulgação
O sexto colocado foi o Prudentópolis, que surpreendeu e conquistou a vaga de classificação aos 42’ do segundo tempo, com o gol de Vinicius diante o Cianorte. O seu adversário para a próxima fase oscilou entre Coritiba e Maringá. Mas a equipe do Prude que ano passado esteve na Divisão de Acesso irá fazer um repeteco, podendo dar um troco e avançar para a semi final. Tudo indicou que a equipe do Prude iria figurar entre os quatros últimos colocados, mas a partir da derrota de 3 a 0 do Paraná Clube o time da 'terra da linguiça' conquistou três empates e duas vitórias. Ou seja, não perdeu. Resultados que foram suficientes para seguir adiante no certame. O time está motivado e poder surpreender a sensação do campeonato, o Maringá.

Foto - Página oficial do Facebook do Clube
Já o Rio Branco que começou a rodada na sétima posição e terminou na mesma colocação, vai ter o duelo na fase seguinte contra o Coritiba. Durante os 90', os adversários oscilaram entre as equipes do Paraná Clube, Maringá e o próprio Coritiba. No contexto das onze rodadas, a equipe de Paranaguá esteve bem postada e tirou a má sorte dos anos anteriores, em que quase foi rebaixada. Neste ano em uma temporada melhor, surpreendeu e até chegou a liderar o certame. Certamente estará na briga pela segunda vaga da Série D e cogita ser uma das melhores equipes fora o 'eixo capital'A equipe alternativa do Atlético, que mais uma vez é denominada em sub-23, conquistou a vaga nas últimas rodadas depois de uma sequência de vitórias. O time rubro negro tem qualidade individual , e muito, já no comando técnico não é tanto assim. Antes de iniciar a rodada final, o Furacão estava na terceira colocação podendo chegar a liderança. Mas os garotos da baixada não imaginaram que o Tricolor estivesse com tanta gana desde os primeiros minutos e passasse em cima como um trator. O revés de 4 a 0 na Vila Capanema fez a equipe cair para a oitava colocação e enfrentar o mesmo adversário da última rodada da primeira fase, o Paraná Clube.

Foto- Marcelo Andrade - Gazeta do Povo
Com os confrontos estabelecidos, os duelos das quartas de finais terão o primeiro episódio já neste final de semana, tendo espaço para modificação em outra oportunidade a ser definida ainda pela Federação Paranaense de Futebol. Mas o que podemos esperar é que a os mata-matas podem animar ainda mais a 100ª edição do Campeonato Paranaense, que para alguns é tradado como o tal de “Ruralzão”. E claro, o blog Do Rico ao Pobre não estará de fora dessa.

__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.