Derby da Rebouças: O famoso o clássico da rua Engenheiro Rebouças [Paraná x Atlético]


O clássico entre Paraná Clube e Atlético esteve forte neste primeiro semestre do ano de 2014, pois as duas equipes já se enfrentaram três vezes no Campeonato Paranaense. Ainda há possibilidade ter mais um confronto entre os dois times ainda este ano, caso o Tricolor siga na Copa do Brasil, já que o Furacão tem vaga garantida nas oitavas do torneio. Enquanto o quarto confronto deste ano não chega, o Blog Do Rico ao Pobre continua com a série "Clássicos paranaenses". Conheça um pouco da história do duelo de Paraná e Atlético.

Por Rafael Buiar

Já se foram quase 24 anos, desde o primeiro confronto entre as duas equipes. O clássico que hoje é denominado como O Derby Da Rebouças ou Paratico para alguns, teve início nos anos 90 depois das fusões de Esporte Clube Pinheiros e Colorado Esporte Clube, em que nasceu o Tricolor da Vila Capanema. O início foi meteórico para o Paraná Clube, pois a equipe tricolor era hegemônica no estado e o Atlético passava por um momento de reestruturação. Apesar de que o primeiro confronto foi vencido pelo Atlético, em 2 a 1. Com o tempo, o clássico se intensificou e hoje, mesmo com o Paraná na Série B, é considerado um dos maiores clássicos do Sul do país.

Edição: @Doricoaopobre
A alcunha do confronto
O nome Derby da Rebouças se deve ao fato de que os dois times estão na mesma rua na capital paranaense - Rua Engenheiro Rebouças. A expressão cresceu em 2007, depois de uma entrevista polêmica do então presidente do Paraná Clube, Professor Miranda, que mencionou várias indiretas ao rival, chamando-os de time de dono, time do meio estádio e o mais famoso de todos, o time do fim da rua. Claro, que o polêmico presidente atleticano, Mário Celso Petraglia, não deixou quieto as provocações e respondeu no mesmo nível, citou o Paraná como o time do início da rua e outras ‘cositas mas’.

Conheça quem eram os "donos da rua": Os irmãos baianos Antonio Pereira Rebouças Filho (1839-1874) e André Rebouças (1838-1888) idealizaram a ferrovia que liga Curitiba ao Porto de Paranaguá. Projeto ousado que trampôs a Serra do Maro e foi concluído em 1884. A ligação dos irmãos com o futebol podem ser considerados membros da extensa família do Paraná, graças ao Clube Atlético Ferroviário, time de 1930, apoiado pela Rede Ferroviária e um dos que originaram o Tricolor. (Trecho retirado do Jornal Gazeta do Povo)


Os Rebouças - André e Antonio. Edição: @Doricoaopobre 
Ao todo, foram 91 confrontos entre as duas equipes.  O time rubro-negro leva vantagem, pois têm 36 vitórias contra 26 do time paranista e ainda têm 29 empates entre as duas agremiações.  Somando todos os confrontos, a equipe que mais marcou gols foi a rubro-negra com 124, enquanto o Paraná está com 99 gols. Em relação a isso, o Do Rico ao Pobre separou dois confrontos históricos por número de gols entre as duas equipes.

- Atlético 6 x 1 Paraná Clube:
No lado do Furacão o jogo do Campeonato Paranaense de 2002, em que era final de campeonato, mas pareceu mais um amistoso devido o placar – Atlético 6 a 1 no Paraná. O Atlético de Kléber e Alex Mineiro destruíram o Paraná Clube e consagraram a maior goleada do confronto até hoje.


- Paraná Clube 4 x 0 Atlético:
Já no lado do Tricolor, que é mais recente, o Paraná Clube carimbou na última rodada da primeira fase do Campeonato Paranaense de 2014 4 a 0 em cima do Atlético. Destaque para Giancarlos, que além de marcar três naquela tarde causou polêmica com famosa frase do clássico.


Curiosidade
No entanto, as duas equipes da capital paranaense ainda chegaram a duelar pela Copa Sul-Americana de 2006 e fizeram o primeiro clássico paranaense por uma competição internacional. Os Resultados foram positivos para o time da Baixada, que venceu o primeiro confronto em 1 a 0 e o segundo, no Estádio do  Pinheirão, por 3 a 1, eliminando o time tricolor da primeira fase. 


__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.