ATENÇÃO: A centésima edição do Campeonato Paranaense vai começar! - Parte 2


Para fechar as 12 equipes do Paranaense 2014, a última região a ser definida no certame é a dos clubes da cidade de Curitiba, que consta com o intruso da capital (Jotinha), a melhor equipe paranaense em âmbito nacional em 2013 (Atlético), o atual campeão do Paranaense (Coritiba) e um time que tentará surpreender mais uma vez no Campeonato Paranaense e que vem com espirito renovado para este ano (Paraná Clube).

Por Rafael Buiar

A equipe do Barigui, o JMalucelli, quer repetir a boa campanha do ano passado em que ficou na quinta colocação e somou 35 pontos dos 22 jogos disputados no Paranaense de 2013. Classificação que gerou um calendário maior para temporada passada, disputar a Série D do Campeonato Brasileiro. No entanto, o time de Curitiba não repetiu a mesma campanha do Londrina e logo foi eliminado. Com isso, planeja repetir o mesmo desempenho no estadual e conquistar a vaga para se superar. Nesta temporada, o intruso da capital terá como destaque o atacante Diego Dedoné, o zagueiro Cleiton (ex-Cianorte) e o conhecido atacante Bruno Batata. O treinador será o mesmo do ano passado, Sandro Forner. Sua estreia será diante a equipe do Arapongas no Estádio Janguito Malucelli (Ecoestádio), que tem capacidade para aproximadamente 10 mil lugares.

Há seis anos o título de campeão paranaense não sai da cidade de Curitiba, pois a última vez que uma equipe levantou o caneco fora da capital foi o Paranavaí, que hoje não está mais na elite do estadual. A disputa já está virando uma supremacia do Coritiba Foot Ball Club, já que dos últimos seis campeonatos levou cinco e ainda quatros seguidos. O último foi no ano passado em cima do rival Atlético, que jogou o campeonato todo com o sub-23. Para a temporada de 2014, a equipe alviverde vai estrear e manter por alguns jogos do campeonato o Coritiba B, que será “comandado” dentro das quatro linhas por Keirrison, que lutará para conquistar o antigo ritmo e ajudar o Coritiba a levantar a taça do pentacampeonato.

Fora do campo, a equipe alviverde será comandada pelo treinador Zé Carlos, enquanto o time principal fica na sua pré-temporada em Foz do Iguaçu. O primeiro jogo do Verdão será fora de casa contra o estreante da competição, o Maringá. O time alviverde ira mandar seus jogos no Estádio Major Antônio Couto Pereira, que tem aproximadamente 37 mil lugares.

Diferente do rival, o Paraná Clube, que no ano passado ficou na quarta colocação do Paranaense, vai com força total para voltar aos anos brilhantes da década de 90, em que chegou a ser pentacampeão paranaense. Mas problemas administrativos nos últimos anos afetaram o time, principalmente, dentro de campo. Com isso, a diretoria interna tem novos nomes para esta temporada. Diretoria que trouxe um novo treinador, Milton Mendes, mais de 15 atletas e renovou o contrato de jogadores essenciais, como o de Lucio Flávio e Ricardo Conceição.  Junto a renovação de seus principais atletas, a diretoria investe no marketing da marca Paraná Clube, que tem por objetivo conquistar torcedores do interior do Paraná. O time da Vila Capanema estreia em casa com o Cianorte, no Estádio Durival de Brito e Silva, que tem capacidade para 17 mil lugares.


Por fim, a equipe do Clube Atlético Paranaense que mudou sua filosofia no ano passado em relação a não disputar o campeonato Paranaense com o time principal e sim com o time sub-23. Neste ano de 2014 será a mesma coisa, enquanto o time principal treina para disputar a Libertadores da América, o time sub23 será comandado pelo talentoso treinador Petkovic. Assim, com este procedimento o time rubro negro conquistou o vice-campeonato no ano passado. Fato esse que motivou o presidente do clube  a continuar com esta situação, já que a pré-temporada foi fruto de uma boa campanha no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. O time que jogará o estadual deste ano ainda é uma incógnita, já que o clube não permite o acesso da imprensa nem em jogos treinos. Pois é, teremos que esperar a estreia do Furacão, que será na cidade de Prudentópolis para desvendar os 11 selecionados do sérvio Petkovic. O Estádio Joaquim Américo do Atlético ainda não está pronto, por isso o time rubro negro irá mandar seus jogos no campo do J. Malucelli mais uma vez.


__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,
desde que citada a fonte.