Tubarão morde o Verdão de SC e garante vaga nas oitavas

O time do Londrina foi a segunda equipe da Série D que se classificou neste sábado (10), pois venceu o time do Metropolitano, no Estádio Monumental do Sesi, em Blumenau. Jogo que foi válido pela 8º rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Com o triunfo conquistado, o Tubarão encerra o jejum de gols e principalmente, vitórias. O próximo confronto do LEC será com outro time paranaense, Jotinha, no Estádio do Café, no próximo domingo(18).

#CRÔNICAS
Por Rafael Buiar

A cidade catarinense esteve sob muita chuva antes e depois de ter o apito inicial do jogo, fato que dificultou o passe e a movimentação da bola no gramado. Mesmo assim, o Londrina teve a maior posse de bola nos primeiros minutos. Mas não foi a primeira equipe a efetuar o primeiro lance de perigo na partida, pois o volante Germano afastou o susto para escanteio, logo aos 10 minutos de jogo.

Após os minutos iniciais, o time de Blumenau, chutou várias vezes de longa distância. Dificultando a vida do goleiro Danilo, já que o gramado esteve molhado por causa da chuva. Além de assustar a equipe paranaense, o time da casa ganhou mais espaço para trabalhar a bola. Mas com os contra ataques, o Tubarão foi perigoso. A partir disso, próximo da meia hora de jogo, a chuva deu uma trégua. Com isso, o time do norte do Paraná melhorou, mas foi assustado algumas vezes pelo Verdão de Santa Catarina.

Assim, com o jogo corrido na faixa dos 37 minutos da primeira etapa, aconteceu um contra golpe do time do Londrina, que Celsinho começou a jogada que originou o gol de Lucas, que girou em cima do zagueiro Elton e chutou, abrindo o placar na cidade catarinense. No apagar das luzes do primeiro tempo, a equipe visitante cadenciou o jogo, já que o placar esteve a seu favor. Devido a isso, o jogo não seguiu muito adiante, já que teve mais dois minutos de acréscimo.

Futebol Paranaense - Wellington Ferrugem
Com o 'placar negativo', o Metropolitano iniciou a segunda etapa com mudanças, já que o técnico Abel Ribeiro, sacou José Lucas e Juliano Mineiro, para a entrada de Lê e Max. Substituição que deixou o jogo aberto. Assim, a equipe paranaense, que não fez nenhuma alteração, aproveitou e marcou mais um no time catarinense. Pois em dois toques, Alexandre Oliveira ganhou na corrida de Everton Cesar e concluiu no fundo das redes. Tubarão 2 a 0, com 3 minutos da etapa complementar.

Após o segundo gol, o Tubarão continuou pressionando. Com isso, ficou espaço para o time da casa, que abusou com lances de contra ataque. Devido a isso, o goleiro Danilo fez algumas defesas importantes para manter o placar em 2 a 0, com 18 minutos. Na sequência entrou Murilo e saiu Alexandre Oliveira. Depois da troca de jogadores, o time da casa descontou. Maurinho que foi o cara que mais trabalhou na equipe catarinense fez o primeiro gol do Verdão, em jogada que começou nos pés de Lê, aos 22 minutos.

Diferente da primeira etapa, o Metro pressionou e complicou a vida do LEC. Na sequência, o treinador Carlos Tencati viu que o seu time se acanhou, com o gol sofrido, e encaminhou a outra carta na manga. Colocou o rápido atacante Baiano, no lugar do autor do primeiro gol do Londrina, Lucas. O mesmo fez o técnico do time de Blumenau, Abel Ribeiro, pois tirou Jones e colocou o Uéderson, que é mais ofensivo. 

Foto: Jandyr Nascimento / Agencia RBS
Nos minutos finais, a torcida local já abandonava o Estádio Monumental do Sesi, mesmo com o time do Metropolitano no ataque. Momento que proporcionou muitas faltas do time do Londrina, e em uma dessas, Serginho Paulista foi expulso dois minutos antes do final da partida, já que o árbitro deu fim aos 49 minutos da etapa complementar.

-Jogo que acompanhei na Rádio Arca da Aliança 1260 AM, de Blumenau-SC.


__________________________________________
É autorizada a livre circulação dos conteúdos desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso,

desde que citada a fonte.